Portal           Istya           Galeria
» Os Livros » Linguística » Quenya » Maedhros i lindalë :)

Author Topic: Maedhros i lindalë :)  (Read 8023 times)


Théoden
Artífice do Tesouro
Maia
*****
Offline Offline


Posts: 1343

Westu Théoden hál!

View Profile E-mail

Conquistas

award1
award4
award9
award12
award13
Re: Maedhros i lindalë :)
« Reply #15 on: November 03, 2007, 06:19:25 PM »
Penso que "estuário" está mesmo mais próximo de "foz", kida Gwen. :)

Pelo que pude ver com meu quenya enferrujado, o trecho está ótimo! :) Mas tenho uma sugestão: a supressão de minë no último verso. Creio não ser necessário, pois dentro da tradução que te dispuseste a fazer ("um fardo"), creio que o "um" esteja servindo mais como artigo indeterminado. Mas é só uma sugestão. ;)

Ótimo trabalho!  ^_^

Who shall gather the smoke of the dead wood burning,
Or behold the flowing years from the Sea returning?
LoTR - Book III - The King of The Golden Hall

Silvara
Elfo
****
Offline Offline


Posts: 719

Gelo no abraço da Chama

View Profile E-mail
Re: Maedhros i lindalë :)
« Reply #16 on: November 03, 2007, 08:26:59 PM »
Concordo com o que o Theoden disse e acho que foz é a palavra que mais se adequa a estuário.
Não desanimes.
E já sabes, se virares ermita, há assim umas quantas pessoas que a ermita tem de ver de vez em quando. ;)
 :hug:

Gwen
Editor de Conteúdos
Maia
*
Offline Offline


Posts: 1733

View Profile E-mail

Conquistas

award4
award9
award12
award13
Re: Maedhros i lindalë :)
« Reply #17 on: November 04, 2007, 12:19:39 AM »
 ^_^ Tens toda a razão, Théoden, e ontem mesmo tive essa dúvida  :unsure: ainda bem que deste a tua opinião  :D Sugestão aceite e verso emendado  ^_^ Hantalë i atta, Théoden ar Silvara  :hug: :hug:

E claro que a eremita quer ter algumas visitas, ora   :w00t: a quem ia mostrar as minhas coisas, que depois ia ter tempo para fazer?   :vela: Quem é que me ia aturar???  :rolleyes: :lol: Eu só quero ser eremita se tiver net... (não estão com sorte nenhuma...  :evil:)  :lol:

 :blink: e agora começar a pensar no próximo verso, e também no texto do Parma  ^_^

 :hug: :hug:
Lacho calad! Drego morn!

Rover
Artífice do Tesouro
Humano
*****
Offline Offline


Posts: 193

adharmâya nâ

View Profile E-mail
Re: Maedhros i lindalë :)
« Reply #18 on: November 05, 2007, 07:45:47 PM »
olá
 
posso fazer uma sugestão de vez em quando?

o poema é muito lindo

e nada fácil de arriscar traduçoes...

Mas se a Gwen diz que faz eu acredito...

 :D

Gwen
Editor de Conteúdos
Maia
*
Offline Offline


Posts: 1733

View Profile E-mail

Conquistas

award4
award9
award12
award13
Re: Maedhros i lindalë :)
« Reply #19 on: November 24, 2007, 03:47:10 PM »
Toda a ajuda (e sugestões) são muito bem-vindas, e ainda mais por alguém que parece ser um grande conhecedor  :)

e não, este poema também não é nada fácil de arriscar uma tradução  :wacko:  :wacko: eu diria até que é uma temeridade...  :ph34r: mas enfim, então que seja!!!   :brutallsabre:

______________________

Aos Barcos violento e terrível fogo foi ateado,
Acto horrendo e cruel que durante muito tempo será lembrado.
Em Losgar, com o fogo a arder só Maedhros se encontrava de lado,
No seu coração a vergonha pesou, e pelo amor a Fingon se afastou.

Ciryassen naraca ar rúcima nárë ortaner
nwalcat ya ter oiolúmë nauva enyalina
Losgaressë, Maedhros haiyen mahtarossë atta imbë nari
Óressë erya i naininqua, ar melmenen Findekano furnë.


(barcos-sobre cruel e violento fogo ergueram
crual-coisa (acto cruel) que através de muito tempo será recordado
Em Losgar, Maedhros de longe /afastado lutando entre dois fogos
coração-no seu a tristeza cheio (no seu coração cheio de tristeza) e amor-pelo Fingon escondeu-se/afastou-se.

« Last Edit: December 03, 2007, 07:30:46 PM by Gwen »
Lacho calad! Drego morn!

Rover
Artífice do Tesouro
Humano
*****
Offline Offline


Posts: 193

adharmâya nâ

View Profile E-mail
Re: Maedhros i lindalë :)
« Reply #20 on: November 24, 2007, 09:52:17 PM »

os barcos ateados em fogo terrivel e violento
durante longo tempo restam memorias desse sofrimento:
em Losgar, afastado ardendo Maedhros(mahtarosse) nas mesmas flamas
em vergonha pesava; Ah Maedros porque foges de Fingon(findekano) que amas?

mil perdões ao Anguirel, mas os participios poem me a cabeça a andar á roda...

existem algumas dificuldades que podem ajudar a tradução

p.e ; o modo passivo é dificil de traduzir em quenya, por isso penso que se deve primeiro achar o que o poema quer dizer, passar as ideias á prosa e depois 'reconstruir' a tradução.


O fogo a arder perante o quenya pode ser estranho . O quenuya distingue o inclusive do exclusive. aqui parece que ardiam os barcos e maedhros no mesmo fogo. ou então ardiam ambos mas em fogos diferentes.? ou maedhros via o portento do fogo e assistia passivamente, fora, de lado, do quadro do fogo. talvez um esclarecimento Anguirel?

Penso que a Gwen pensou nisso e o fez logo, elucidando o passo. outra dificil vai ser traduzir vergonha. talvez uma melhor definição possa ajudar a traduzir a palavra.

ter vergonha é um escrupulo moral, uma reacção emocional a um acto que nos dizemos a nós proprios ter sido errado, ou seja fora daquilo que os outros esperam de nós, ou achamos que devia ser a nossa conduta e não o foi, um desvio ás regras padrão de conduta que a nossa consciencia impoe.

conscientes do erro, tende mos a afastar nos e enquanto a memoria do erro se mantiver assim se mantem a vergonha, de acordo com o modelo moral de cada um. a vergonha induz tambem a não cair no mesmo erro, e por vezes a passado algum tempo a aplana-lo falando nele no sentido de passar por ridiculo, que é um estado moral menos doloroso, ate que outras moralidades surjam e tudo caia no esquecimento, menos para o que sofre da vergonha que tenta por vezes supera-la subindo(ou descendo, não sei) na escala moral para o orgulho.

assim neste caso o envergonhado é uma pessoa que está nos primeiros passos do seu orgulho, está a descobrir o seu caminho moral, a adaptar se ás regras morais da vivencia, e uma vez consolidada a sua posição moral, a vergonha deixa de fazer sentido para surgir a força de posição, a frustração sem retorno e a culpabilidade e o oprobrio, que já é uma reacção externa á nós, executada pelos outros.

terá maedhros sofrido vergonha? talvez. afinal ainda não se sabia bem o que era o mal e se era errado ou ccerto moralmente. Só o Anguirel pode definir o estado em que se encontrava Maedhros. Afastou-se é a acção, mas foi por vergonha? mas de que? e se cometeu um erro ou uma má decisão não terá desistido antes apesar de amar Fingon? ou foi antes o ardor da sua raça e do seu pai que falou mais alto, etc...

eu estou a complicar mais ainda as coisas, mas podem ser noçoes preciosas para o tradutor neste caso dignissima tradutora. o quadro psicologico é muito dificil de traduzir dai que umas explicaçoeszinhas podem fazer a diferença..

ò Gwen, não se deviam usar os nomes em quenya?

 :D




Gwen
Editor de Conteúdos
Maia
*
Offline Offline


Posts: 1733

View Profile E-mail

Conquistas

award4
award9
award12
award13
Re: Maedhros i lindalë :)
« Reply #21 on: November 25, 2007, 06:55:34 PM »

ò Gwen, não se deviam usar os nomes em quenya?

 :blush: :blush: Sim  :blush:

Na verdade o poema é muito dificil de traduzir, e penso que nalgumas partes teremos mesmo de alterar um pouco o sentido. Gostei muito das sugestões, Rover  :)

Losgaressë, Maedhros haiyen mahtarossë imbë atta nari 
(Em Losgar, Maedhros de longe /afastado lutando entre dois fogos)  :unsure:

« Last Edit: November 25, 2007, 07:58:04 PM by Gwen »
Lacho calad! Drego morn!

Anguirel
Artífice do Tesouro
Humano
*****
Offline Offline


Posts: 429

View Profile E-mail

Conquistas

award8
award13
Re: Maedhros i lindalë :)
« Reply #22 on: November 26, 2007, 07:43:36 AM »
mil perdões ao Anguirel, mas os participios poem me a cabeça a andar á roda...

Não faz mal, a mim também me deixa, embora goste de usar...

p.e ; o modo passivo é dificil de traduzir em quenya, por isso penso que se deve primeiro achar o que o poema quer dizer, passar as ideias á prosa e depois 'reconstruir' a tradução.


Acho que tens razão Rover, uma explicação do poema poderia ajudar bastante.
Portanto vou tentar explicar o melhor possivel...

"Em Losgar, com o fogo a arder só Maedhros se encontrava de lado,"

De facto o fogo ardia nos dois, tanto nos barcos como em Maedhros. Nos barcos ardia o fogo que o pai mandou atear e em Maedhros ardia o fogo do orgulho da sua raça e a certeza de que estavam a trair Fingolfin. Maedhros argumentou com o pai que os barcos deviam ser enviados para Fingolfin mas no fim foi a palavra do pai que ganhou e a unica coisa que Maedhros pode fazer foi não tomar parte no atear fogo aos barcos.
Desde o inicio Maedhros foi contra a rebelião dos Noldor e muito fez ele para tentar minimizar os danos do Juramento. Neste momento o estado de espirito dele seria uma grande luta entre o seu orgulho e o juramento que fez e aquilo que sabia estar errado (a matança de familias em Alqualondë e agora o atear dos barcos) o fogo representa essa luta. Embora o bem nunca tenha ganho de vez em quando também não a perdeu, esta foi uma delas e Maedhros não tomou parte no atear fogo aos barcos e afastou-se mas o fogo dentro dele continou a arder por muito tempo. Penso que foi o amor por Fingon que fez com que Maedhros conseguisse em algumas ocasiões ver para além do orgulho...
Espero não ter complicado ainda mais :wacko:



 :bye1:
« Last Edit: November 26, 2007, 07:55:59 AM by Anguirel »

Gwen
Editor de Conteúdos
Maia
*
Offline Offline


Posts: 1733

View Profile E-mail

Conquistas

award4
award9
award12
award13
Re: Maedhros i lindalë :)
« Reply #23 on: November 26, 2007, 08:47:51 PM »
Então parece-me que esta última opcção é a mais indicada  :)
Lacho calad! Drego morn!

Silvara
Elfo
****
Offline Offline


Posts: 719

Gelo no abraço da Chama

View Profile E-mail
Re: Maedhros i lindalë :)
« Reply #24 on: November 26, 2007, 08:51:13 PM »
Minha queridissma Gwen,

muito me alegra ver que o passo do caracol-tartaruga-cagado-super-lento ainda funciona a todo o gás.
Lamento não dar ideias novas ou sugestões, mas vejo que fui bem substituida, não só por pessoas que sabem muito mais de "elfico" do que eu, como estão muito mais dentro de todo o universo tolkieneano (sabes como eu sou, ando em muitos universos ao mesmo tempo).
continua!
quero ver esse poema todo no fim. :)

 :hug: :hug:

Rover
Artífice do Tesouro
Humano
*****
Offline Offline


Posts: 193

adharmâya nâ

View Profile E-mail
Re: Maedhros i lindalë :)
« Reply #25 on: November 26, 2007, 09:27:09 PM »
ok

obrgado Anguirel, agora podemos buscar um campo novo que com a mesma palavra a nuance estabelece diferentes coisas

Tolkien aqui vai á frente em colocar palavras diferentes para os significados que queremos.

mas uma boa metáfora linguistica é o contraste tipo' um fogo opunha-se a outro fogo' ' um fogo devorava outro fogo' um fogo ardia mais que outro fogo', etc

Silvara não te vás. fica e comenta tb porque aqui não estamos nem no plano do elfico, nem do poema
mas onde é que a ideologia elfica e o poema em portugues se cruzam. uma boa maneiroa de aprender poesia e elfico, não?

 :D

Silvara
Elfo
****
Offline Offline


Posts: 719

Gelo no abraço da Chama

View Profile E-mail
Re: Maedhros i lindalë :)
« Reply #26 on: November 26, 2007, 09:54:11 PM »

Silvara não te vás. fica e comenta tb porque aqui não estamos nem no plano do elfico, nem do poema
mas onde é que a ideologia elfica e o poema em portugues se cruzam. uma boa maneiroa de aprender poesia e elfico, não?

 :D

Que eu não seja muito castigada por dizer que de poesia já percebo eu um bocadinho  :blush:, foi por isso que me dispus a ajudar em termos "poéticos" na tradução, já que de elfico, não tenho tempo para todos os hobbies que gostaria de ter, e elfico foi o que sempre ficou para trás. *shame on me*  :unsure:
Ando, é como disse, em muitos "universos" ao mesmo tempo. E quando o universo "vida real" começa a apertar, os outros sofrem as ausências. :(

Continuarei com um olho posto aqui. ;)

Ou como diria o nosso Gandalf "os dois, sempre que os puder dispensar" :D

Gwen
Editor de Conteúdos
Maia
*
Offline Offline


Posts: 1733

View Profile E-mail

Conquistas

award4
award9
award12
award13
Re: Maedhros i lindalë :)
« Reply #27 on: November 27, 2007, 09:20:35 PM »

Ou como diria o nosso Gandalf "os dois, sempre que os puder dispensar" :D

 :lol:

E fazes MUITO BEM (ok, BEM  :rolleyes:) minha muito querida  :hug: tens sido uma ajuda preciosa, e um excelente apoio e motivação  :)

Por sugestão do Rover (que deve estar com vergonha de escrever em quenya  :assob:) alterei um pouco a frase... estava "Losgaressë, Maedhros haiyen mahtarossë imbë atta nari" e aquele "atta nari" (dois fogos) é demasiado parecido com atanatari (pais dos Homens) por isso a frase fica:

Losgaressë, Maedhros haiyen mahtarossë atta imbë nari   :)

Hantalë, Rover  ^_^



« Last Edit: November 28, 2007, 09:16:47 PM by Gwen »
Lacho calad! Drego morn!

Arwen
Maia
*****
Offline Offline


Posts: 1338

Aiya Eärendil, Elenion Ancálima!

View Profile E-mail

Conquistas

award8
Re: Maedhros i lindalë :)
« Reply #28 on: November 28, 2007, 10:58:20 PM »
ui que grande projecto!  :w00t:

estou um pouco esquecidita do quenya, mas vou ver se quando tiver computador mais tempo consigo dar aqui um saltinho e sugestoes para o texto =)

continuem com a iniciativa  ^_^

"Tinúviel elvanui Elleth alfirin edhelhael O hon ring finnil fuinui A renc gelebrin thiliol... "
Tinúviel [the] elven-fair, Immortal maiden elven-wise, About him cast [her] night-dark hair, And arms [like] silver glimmering..."




Gwen
Editor de Conteúdos
Maia
*
Offline Offline


Posts: 1733

View Profile E-mail

Conquistas

award4
award9
award12
award13
Re: Maedhros i lindalë :)
« Reply #29 on: November 29, 2007, 08:24:16 PM »
Se alguém mais quiser ajudar na tradução, também é bem vindo  :rolleyes: há estrofes que cheguem para todos  :vela:

Esta semana está reservada para um paragrafo do texto do Parma  :crying: Agora terá de ser assim, passo de caracol-tartaruga-cagado-super-lento  :crying:
« Last Edit: November 29, 2007, 08:27:05 PM by Gwen »
Lacho calad! Drego morn!

» Os Livros » Linguística » Quenya » Maedhros i lindalë :)