Portal           Istya           Galeria
Fórum Tolkienianos » Os Livros » Grupo de Leitura » O Senhor dos Anéis » Liv. 1 - Capítulo VII - Em casa de Tom Bombadil

Autor Tópico: Liv. 1 - Capítulo VII - Em casa de Tom Bombadil  (Lida 221 vezes)


Eru
Moderador Global
Vala
*****
Offline Offline


Mensagens: 4861

Abram alas ao Criador de Arda!

Ver Perfil WWW E-mail

Conquistas

award2
award4
Liv. 1 - Capítulo VII - Em casa de Tom Bombadil
« em: Maio 17, 2018, 12:22:16 am »
Desculpem este breve atraso, mas aqui retomamos a nossa leitura.
-------

Depois do nosso grupo ter sido salvo por Tom Bombadil, eis que chegamos a sua casa.
O capítulo permite dar uma folga às personagens, enquanto nos fascinamos com a eterna pergunta: quem é Tom Bombadil? :lol:

Há aqui um facto de temos de encarar: não sabemos quem é Bombadil, nem nunca o saberemos.
A partir daqui estamos livres para ter as nossas próprias interpretações. :closedeyes:

Goldberry respondeu à pergunta de Frodo que Tom "É". Simplesmente. Não há mais desenvolvimento. Ele é o Mestre. Mas Mestre de quê? Certamente não tem mestrado em estudos ambientais e foi destacado ali na Floresta Velha como técnico superior, à espera de vaga noutro sítio :P :lol:
É, basicamente, Mestre de si próprio. Um ser que está fora do alcançe de Sauron - e vemos isso quando o Anel não tem qualquer efeito sobre ele, nem o fazendo desaparecer e até conseguindo ver Frodo quando este o coloca (quase que embrigado pelo ambiente festivo, esquecendo-se do perigo inerente à sua utilização!!!).

Na conversa que o grupo tem com Tom, este conta muitas histórias. E acaba por mencionar a sua antiguidado. Destaco desta conversa o seguinte excerto:
Citar
Tom estava aqui antes do rio e das árvores; Tom lembra-se do primeiro pingo de chuva e da primeira glande [...] Quando os Elfos passaram para Ocidente, Tom já aqui estava, antes de os mares serem desviados. Conhecia a escuridão debaixo das estrelas, antes de ela ser destemida... antes de o Senhor das Trevas vir do Exterior
Há aqui muito material para mandar bitaites. Vejamos: de início para que Tom já estava ali aquando da criação de Arda, ao mesmo tempo que os Valar começaram a moldar a Terra-Média. Estava certamente lá aquando da grande marcha dos Elfos e claro quando o formato do Mundo se alterou com a destruição de Númenor; e a escuridão que menciona é aquela que antecedeu à criação do Sol e da Lua, ainda no tempo das Duas Árvores.

É então Tom um Maia??? Um Valar??? Até há hipótese que sejam o próprio Aulë e Goldberry Yavanna.

Tolkien rejeitou categoricamente que Tom fosse Eru. E rejeitou qualquer identificação!
Muitos fãs chegaram a pedir uma explicação ao próprio JRRT. Eis a sua própria visão
Citação de: Carta 144
Como uma histo´ria, creio que seja bom que existam várias coisas não-explicadas [...] e talvez, desse ponto de vista, eu tenha errado em tentar explicar demais e em fornecer história de tempos passados em demasia. [...] E mesmo em uma Era mítica deve haver alguns enigmas, como sempre há. Tom Bombadil é um (intencionalmente)

Noutra carta (privada, citada no LotR Reader's Guide), Tolkien diz explicitamente que:
Citar
Eu não sei a sua origem mas posso ter ideias quanto a isso. É melhor deixá-lo como é, um mistério. Há muitos mistérios em qualquer sistema fechado/organizado de história/mitologia.

Em suma, e no meu entender, JRRT aproveitou uma personagem que já tinha inventado (com várias aventuras em diversos poemas) e decidiu colocá-la na história. Foi escrevendo à medida que o texto lhe "aparecia". E Bombadil ficou, como representando num espaço fora de si próprio, ali isolado. Um espírito da natureza que não se enquadra em qualquer categoria da mitologia Tolkieniania e que ficará para sempre como uma interrogação.

------
Entretanto, mais uma vez surge a questão da "intervenção". Frodo pergunta-lhe se ele fora ter com eles de propósito e Tom responde que não: "Foi o acaso que me levou ali, naquele momento, se a isso chama acaso".
Repare-se como também compreendemos que todo aquele desvio dos Hobbits para Sul, até chegar ao Salgueiro, é obra desta mesma árvore que, susurrando e invocando outros poderes, os conseguiu desviar até ali. :wacko: :ph34r:

O sonho de Frodo, desta vez, é realmente uma visão! Vê precisamente a fuga de Gandalf de Orthanc, e sente a caçada do Anel pelos Cavaleiros Negros.
É algo interessante e que entronca precisamente naquilo que falámos no outro capítulo ;) :thumbup:

-----

Aqui fica uma imagem de Alan Lee, da casa de Tom Bombadil, e dos irmãos Hildebrandt, de Goldberry na casa




Ysgrimir
Editor de Conteúdos
Humano
*
Offline Offline


Mensagens: 148

Baruk Khazâd! Khazâd ai-mênu!

Ver Perfil E-mail
Re: Liv. 1 - Capítulo VII - Em casa de Tom Bombadil
« Resposta #1 em: Maio 24, 2018, 11:13:44 pm »
Olá caros :placard:!

Desde já as minhas sinceras desculpas por esta ausência, tendo sido eu um dos que mais quis que esta leitura se realizasse e acabei por falhar nestes últimos tempos. Bom, mas aqui estou eu outra vez e agora com tempo vou tentar também comentar os capítulos que me faltam!  :)



Este capítulo é dos mais simples e ao mesmo tempo daqueles que mais me fascina. Como dizes, Eru, ficamos com a eterna questão: Quem é Tom Bombadil? E antes de ter lido a citação que publicas o meu primeiro pensamento foi exactamente aquilo que o professor diz - É bom ter histórias com várias coisas não-explicadas. É bom ter enigmas, mistérios, coisas que nos façam imaginar e pensar. E Tom Bombadil acaba por ser um pouco isso. Representa a parte que ninguém consegue explicar, o mistério, pode ser tudo, e pode não ser nada. Ou como diz Goldberry, pode simplesmente "ser".

Em relação à questão de Tom poder ser um Maia ou um Valar, gosto de pensar que não será nem um, nem outro. Simplesmente algo que aconteceu aquando da música de Eru, algo que sempre esteve, algo que sempre foi. Gosto de pensar de forma enigmático sobre Tom também. Acho que esse poderia ser o verdadeiro objectivo do Professor.

Sei que poucos aqui jogarão Lord of the Rings Online, mas esta acaba também por ser no jogo uma das minhas passagens preferidas. Tudo nesta fase é perfeita. A sintonia do Tom com o ambiente, a própria música criada para personificar o tema "Tom Bombadil. Acho que é algo mesmo especial, este nosso Tom  :laugh:



Deixo aqui alguns ilustrações e a música que vos falava. Espero que gostem!  :phones:




Música do tema Tom Bombadil em LOTRO: https://www.youtube.com/watch?v=h3dPApPyIGs
“If most of us valued food and cheer and song above hoarded gold, it would be a merrier world.” - Thorin Oakenshield

Gimli
Maia
*****
Offline Offline


Mensagens: 1332

That's still count as one

Ver Perfil E-mail
Re: Liv. 1 - Capítulo VII - Em casa de Tom Bombadil
« Resposta #2 em: Maio 25, 2018, 07:46:45 pm »
Olá caros :placard:!

Desde já as minhas sinceras desculpas por esta ausência, tendo sido eu um dos que mais quis que esta leitura se realizasse e acabei por falhar nestes últimos tempos. Bom, mas aqui estou eu outra vez e agora com tempo vou tentar também comentar os capítulos que me faltam!  :)

Desculpas aceites  ;)  tarde ou cedo, o importante é que o interesse não se perca  :thumbup:

Concordo com o que foi dito por ambos.
Tom é algo que existe para não ser explicado, mas todos um bocado a seu jeito procuram um bocadinho a origem dele...

Depois de reler este capitulo, principalmente na conversa que o Eru citou, acabei por achar que a origem dele seria algo criado por "acidente" no meio daquela musica toda (um bocado como a Força criou o Anakin xD) mas principalmente a primeira...

Duas partes que acho interessantes no capitulo, para além da sua origem, claro:

O refugio e a sensação de segurança que a casa oferece, no meio de tão perigosa floresta.
Faz lembrar um pouco a descrição que é feita no hobbit sobre Rivendel
Citar
pois aqui nada passa por porta ou janela a não ser o luar, a luz das estrelas e o vento do cume do monte
Pergunto-me quão forte poderia ser... teria Tom capacidade para resistir aos Cavaleiros? A todos? Por quanto tempo?

É interessante ler tembém a aquela parte em que ele interage com o anel.
Citar
pelo espaço de um segundo, os hobbits tiveram a visão simultaneamente comica e alarmante do seu vivo olho azul cintilar através de um circulo de ouro
o olho de sauron  :eye_b: :eye_b: :XD:

E como foi dito Frodo entrega-o sem relutância, podemos pensar que pode ser do poder de Tom ou o anel ainda não exercia poder suficiente  sobre Frodo, ou ambos.

Gosto das imagens Ysgrimir
BTW, também jogas lotro?
« Última modificação: Maio 25, 2018, 07:50:04 pm por Gimli »

Ysgrimir
Editor de Conteúdos
Humano
*
Offline Offline


Mensagens: 148

Baruk Khazâd! Khazâd ai-mênu!

Ver Perfil E-mail
Re: Liv. 1 - Capítulo VII - Em casa de Tom Bombadil
« Resposta #3 em: Maio 26, 2018, 09:37:54 pm »
O refugio e a sensação de segurança que a casa oferece, no meio de tão perigosa floresta.

Sinto exactamente isso quando leio este capítulo, Gimli. É super interessante a analogia que fazes com Rivendell n'O Hobbit (acabei por ir procurar essa parte para recordar!).  :laugh:

Gosto das imagens Ysgrimir
BTW, também jogas lotro?

Também, Gimli. Faço parte da mesma Fellowship que o nosso amigo Rucagorn!  :XD: Também jogas?
“If most of us valued food and cheer and song above hoarded gold, it would be a merrier world.” - Thorin Oakenshield

Gwen
Editor de Conteúdos
Maia
*
Offline Offline


Mensagens: 1727

Ver Perfil E-mail

Conquistas

award4
award9
award12
award13
Re: Liv. 1 - Capítulo VII - Em casa de Tom Bombadil
« Resposta #4 em: Maio 28, 2018, 01:07:53 pm »
Eu ADORO este capítulo e ADORO Tom Bombadil  :wub: E compreendo bem que Tom seja um mistério. Há tantos no nosso  mundo, sendo Arda um passado possível para a nossa Terra claro que também tinha de haver algum  :P

E ADOREI essa música, Ysgrimir  :clap:

Neste capítulo não há dúvida que Frodo consegue, finalmente, captar a mensagem de Gandalf, e acredito por se sentir mais descansado e seguro, que a sua mente ficou mais "aberta".

Tom é de facto especial e muito poderoso, à sua maneira, como veremos mais à frente. O próprio Gandalf chega a considerar a hipotese de deixar o Um com Bombadil, e no capítulo seguinte Tom diz aos hobbits algo que... vou guardar para o capítulo seguinte!!  :rolleyes: :P

Neste capítulo, começamos a ver o quanto o Anel já exercia a sua influência em Frodo: mesmo naquela casa protegida e cheia de magia, Frodo fica assustado quando Tom faz desaparecer o Anel por momentos e depois olha-o desconfiado, quase com medo que ele o tivesse trocado. E quando coloca o Anel e fica invisível Tom diz-lhe: "Eh lá! Anda para aqui Frodo, para onde ias tu?"

Para o mundo das sombras  :mellow:
Lacho calad! Drego morn!

Gimli
Maia
*****
Offline Offline


Mensagens: 1332

That's still count as one

Ver Perfil E-mail
Re: Liv. 1 - Capítulo VII - Em casa de Tom Bombadil
« Resposta #5 em: Maio 28, 2018, 11:14:32 pm »

Também, Gimli. Faço parte da mesma Fellowship que o nosso amigo Rucagorn!  :XD: Também jogas?

Ainda não... o nosso amigo Rucagorn já me fez o convite no passado, mas tem sido adiado, por enquanto tenho entretenimento que chegue...


Tom é de facto especial e muito poderoso, à sua maneira, como veremos mais à frente. O próprio Gandalf chega a considerar a hipotese de deixar o Um com Bombadil, e no capítulo seguinte Tom diz aos hobbits algo que... vou guardar para o capítulo seguinte!!  :rolleyes: :P



Então não nos podemos esquecer, parece-me um bom tópico para discussão  :thumbup:

Fórum Tolkienianos » Os Livros » Grupo de Leitura » O Senhor dos Anéis » Liv. 1 - Capítulo VII - Em casa de Tom Bombadil