Portal           Istya           Galeria
Fórum Tolkienianos » Geral » Iniciativas » O Tesouro dos Elfos :)

Autor Tópico: O Tesouro dos Elfos :)  (Lida 51041 vezes)


Gwen
Editor de Conteúdos
Maia
*
Offline Offline


Mensagens: 1727

Ver Perfil E-mail

Conquistas

award4
award9
award12
award13
O Tesouro dos Elfos :)
« em: Junho 01, 2006, 12:39:15 pm »
:w00t: E chegou o Grande Dia!  :w00t:

Vai começar hoje o Tesouro dos Elfos   ^_^ em comemoração a mais um aniversário do nosso querido fórum :vela: À medida que a história for evoluindo, haverá vários Desafios, e claro que todos os elementos do fórum são muito bem vindos para participar  :) e bem vamos precisar da ajuda de todos  :unsure: nunca nos vimos num aperto tão grande  :ph34r:

Tesouro dos Elfos

Os nossos bravos heróis estavam de novo reunidos na grande fortaleza da Mellon-fa, em Mordor (que ela ficara a tomar conta depois da queda de Sauron, para o muito mal não voltar a cair lá) e a preocupação era visível na cara de todos! Mestre Elrond, digníssimo Mestre de Tradição, andava com largas passadas dum lado para o outro da grande sala e estava visivelmente alterado:
- Mas isto é muito grave! Rivendell assaltada, parcialmente destruída … tínhamos lá tantas antigas obras de arte, tantos livros de tradição… o meu atelier num caos...  e os nossos tesouros, que tão zelosamente guardávamos, desapareceram do cofre! – e numa fúria, brandiu a sua espada – aproveitaram a altura em que todos estávamos a combater às portas de Minas Morgul!!!  :crazy:
- Elrond, cuidado com o meu arranjo, deu muito trabalho a empilhar tantas cabeças – disse a Mellon, ajeitando o arranjo de cabeças orcs que enfeitavam a sala, recordação da batalha com Sauron – e para cúmulo todos nós, secretos Guardiões dos Três, deixamos lá os nossos anéis.
- Agora estou convencida que aquela batalha em Minas Morgul não passou duma armadilha para os poderem roubar – disse a Bijuca, muito triste. – Devem ter descoberto, de alguma forma, que os tínhamos deixado em Rivendell quando fomos para o Shire; e ao saberem do nosso regresso, prepararam aquela batalha que funcionou como um chamariz, para lhes dar tempo de actuar!  :(
- Mas vocês eram os Guardiões dos Três! – exclamou o Eru, a ficar ligeiramente fun... bem, vocês sabem!  :rolleyes: – Já havia três guardiões para os anéis nunca estarem juntos, pois era demasiado perigoso se todos caíssem nas mãos erradas!!! O poder dos Três, usados ao mesmo tempo e por uma só pessoa, é muito grande!
- Tens razão, Eru – disse a Bijuca, sempre paciente – mas por isso mesmo achámos que seria demasiado perigoso levá-los para o Shire, sem sabermos o que nos esperava lá! Nenhum de nós imaginou que houvesse agora um poder capaz de assaltar a própria fortaleza de Elrond!
- E ainda por cima também a minha filha, Arwen, voltou a desaparecer, ou muito me engano ou é desta que leva um tareia e de castigo obrigo-a a namorar com aquele gajo de cabelo oleoso que mora lá em casa! – Mestre Elrond voltou a brandir a espada, furioso, e uma cabeça orc rolou lá de cima do arranjo, para desespero da Mellon! Lord Azaghal aproveitou para a esconder atrás da sua capa, pensando satisfeito na quantidade de cerveja que caberia naquela cabeçorra!
 - Mas então eram vocês os Guardiões dos Três??? – perguntou Tar-Aldarion, recentemente chegado à Terra Média.
- Sim – disse a Mellon – achamos que seria mais seguro se cada um de nós ficasse com um dos Anéis. Eu sou a Guardiã do Anel do Fogo (dá muito jeito para reacender o Orodruin e as lareiras desta fria fortaleza); a Bijuca ficou com o Nenya, o Anel Branco, e Mestre Elrond sempre foi o Guardião de Vilya.
- E o pior é que não fazemos ideia de quem os levou, nem para que fim! – exclamou o Mormegil – por onde havemos de começar à procura?
- Bem, em Minas Morgul não estão de certeza – disse a Maharet, que com a Evenstar seleccionavam alguns livros, preparando já munições para a próxima aventura. – E é estranho o desaparecimento da Arwen! Ela estava um pouco aborrecida com o pai; mas daí a desaparecer sem dizer nada a ninguém...  :huh:
- Eu sinto-me tentado em ir até à Floresta das Folhas Verdes, que já não estão assim tão verdes… - disse o Aegnor – Aquele local não me inspira confiança nenhuma! E de lá vem uma grande escuridão, mais ou menos do sítio onde outrora Sauron construíu Dol Guldur!
- È verdade, e eu sei que a Gwen andava a investigar por esses lados, e também não se sentia tranquila com essa sombra – disse  Théoden - Acho que foi para lá que ela foi.
Nisto apareceram os dois Olorins à porta da sala e disseram ao mesmo tempo:
- Mensagem urgente para Mestre Elrond no Palantír da torre! – e depois olharam um para o outro muito aborrecidos.  
- Eu disse primeiro...  :glare:
- Não! Eu é que disse primeiro...  :glare:
Mas assim que viram a Mellon  levar a mão ao chicote calaram-se logo.  
Mestre Elrond dirigiu-se apressadamente à sala da torre, e entrou de rompante pouco depois:
- O caso é muito grave, meus amigos! A mensagem era dos meus parentes, os Elfos de Mirkwood! Eles confirmam que uma grande sombra se adensa junto à antiga fortaleza de Dol Guldur; e também estão muito preocupados pois um poderoso artefacto que estava à guarda deles desapareceu. É algo secreto e de grande poder; eles nem se atreveram a dizer o que era, com receio que outra palantir interceptasse esta mensagem. No entanto, ficou bem visível que a sua inquietação era ENORME e que consideram o caso de uma gravidade extrema! Pediram-me para ver o que se passa em Dol Guldur, pois têm sido constantemente atacados por aranhas e não conseguem sair!
- Então vamos logo – disse Mestre Azaghal – O meu machado já está parado à muito tempo!
- Que estranho! – exclamou a Evenstar – haverá alguma relação entre esse objecto que roubaram aos Elfos Verdes e o desaparecimento dos Três Anéis???  :blink:
- Para já não temos forma de saber – disse a Mellon – Mas não me parece sensato irmos todos para Dol Guldur: e se for outra “armadilha” para nos afastar do verdadeiro local?
– Talvez seja melhor dividirmos os nossos esforços, e observarmos! - acrescentou  Annawen – Afinal de contas, ainda  não fazemos ideia de quem está por detrás disto tudo nem o que pretende!
- Eu não me sinto tranquilo em deixar Rivendell desprotegida: ainda lá estão guardados muitos Tesouros dos Elfos. Mas não sou capaz de voltar para lá, enquanto não souber o que aconteceu à minha filha  :( – disse Mestre Elrond muito infeliz – e penso que o melhor é começar por investigar o que se passa em Dol Guldur!
- Eu posso ir para Rivendell e organizar de novo a sua defesa – ofereceu-se Lord Ingwë – Na verdade não é sensato deixa-la abandonada! Se entretanto descobrirem alguma coisa e precisarem de reforços, podem mandar uma sms através das Palantír!
- E  para já eu ficarei a reforçar a defesa de Mordor; e estaremos atentos ao que se passa na Terra Média. – disse a Mellon - Se notarmos algo suspeito, avisamos-os. Leva uma palantír contigo, Elrond!
- Sim, fá-lo-ei! – respondeu Mestre Elrond enquanto afiava a sua espada – e partirei amanhã logo de manhã para Dol Guldur! Quem quer vir comigo dê um pontapé numa cabeça de Orc…
 - Eu! – ouviram-se várias vozes! E voaram cabeças de Orc de todos os arranjos da sala, que ficou numa grande confusão, e o chão tremeu com a  fúria da Mellon.
Os companheiros de viagem eram Théoden, Daedhel, Aegnor, Bijuca, Mormegil, Eru_o_Único, Azaghal, Maharet, Olorin o Maia, Annawen, Evenstar e Anglachel.
- Mas primeiro temos de tratar dessas feridas, arranjadas em Minas Morgul! – disse o Daedhel, muito sério e com um ar autoritário – Não são graves, mas têm de ser tratadas! Depois do jantar, quero-os a todos no meu laboratório! :mad:
« Última modificação: Junho 01, 2006, 12:46:43 pm por Gwen »
Lacho calad! Drego morn!

Arwen
Maia
*****
Offline Offline


Mensagens: 1338

Aiya Eärendil, Elenion Ancálima!

Ver Perfil E-mail

Conquistas

award8
O Tesouro dos Elfos :)
« Resposta #1 em: Junho 01, 2006, 01:40:07 pm »
A história está magnifica!  :P

Let the game begin!  :w00t:
« Última modificação: Junho 01, 2006, 06:53:51 pm por Arwen, a Estrela Vespertina »

"Tinúviel elvanui Elleth alfirin edhelhael O hon ring finnil fuinui A renc gelebrin thiliol... "
Tinúviel [the] elven-fair, Immortal maiden elven-wise, About him cast [her] night-dark hair, And arms [like] silver glimmering..."




Elrond of Rivendell
Editor de Conteúdos
Vala
*
Offline Offline


Mensagens: 3044

Ver Perfil E-mail

Conquistas

award2
award4
award9
award13
O Tesouro dos Elfos :)
« Resposta #2 em: Junho 01, 2006, 02:14:44 pm »
Ehehehe :lol: :lol: :lol: tá demais...  i like wen i get bad :devil: …   :rolleyes:
tou é pra ver o que acontece naquele horrivel laboratório …   :ph34r:
« Última modificação: Junho 01, 2006, 02:15:08 pm por Elrond of Rivendell »
Ála tira acca haiya! Mal si a vanya as márë órelyar! Namárië, ar nai aistalë Eldar ar Atani ar ilyë Léralieron hilya le! Eleni sílar antalyannar!


Gwen
Editor de Conteúdos
Maia
*
Offline Offline


Mensagens: 1727

Ver Perfil E-mail

Conquistas

award4
award9
award12
award13
O Tesouro dos Elfos :)
« Resposta #3 em: Junho 01, 2006, 02:26:58 pm »
:ph34r: Graças a Eru estou a salvo, em Dol Guldur!!!  :ph34r: Acho que a seguir à volta de Sauron ou de Morgoth, deve ser o maior terror da TErra Média!!! :lol:

 :unsure: Glup!  :ph34r:  
Lacho calad! Drego morn!

annawen
Elfo
****
Offline Offline


Mensagens: 633

Ver Perfil E-mail

Conquistas

award2
award9
O Tesouro dos Elfos :)
« Resposta #4 em: Junho 01, 2006, 03:24:06 pm »
Realmente ... :ph34r:

:D tá muito fixe!

Azaghal
Artífice do Tesouro
Maia
*****
Offline Offline


Mensagens: 2797

Túrosto, i anvorima Valakhosta

Ver Perfil E-mail

Conquistas

award2
award4
award7
award10
award12
award13
O Tesouro dos Elfos :)
« Resposta #5 em: Junho 01, 2006, 04:09:31 pm »
Muito bem.... :D

e agora toca a ir ao laboratório, e se o Daedhel se atrever a tocar sequer na minha cabeça aviso-o desde ja que a minha colecçao de crânios nunca é grande demais.... :P



Arwen_Evenstar
Maia
*****
Offline Offline


Mensagens: 1613

... her dark hair were touched by no frost...

Ver Perfil WWW E-mail
O Tesouro dos Elfos :)
« Resposta #6 em: Junho 01, 2006, 05:16:16 pm »
Muito bem Gwen...mas posso com certeza namorar o gajo de cabelo oleoso, que não me importo nada. è para isso que servem os champôs e os polibans, não é verdade?????
Though here at journey's end I lie in darkness buried deep, beyond all towers strong and high, beyond all mountains steep, above all shadows rides the Sun and Stars forever dwell: I will not say the Day is done, nor bid the Stars farewell



Nesitaworldtour   para quem quer ir à descoberta

Eru
Moderador Global
Vala
*****
Offline Offline


Mensagens: 4861

Abram alas ao Criador de Arda!

Ver Perfil WWW E-mail

Conquistas

award2
award4
O Tesouro dos Elfos :)
« Resposta #7 em: Junho 01, 2006, 05:39:28 pm »
Fantástico! ^_^  B) Estou ancioso pra saber o resto :P  :w00t2:  

Elenaro
Elfo
****
Offline Offline


Mensagens: 564

Ver Perfil E-mail
O Tesouro dos Elfos :)
« Resposta #8 em: Junho 01, 2006, 06:28:48 pm »
Fantastico mesmo!  :D  :D  :D  :D  :D  :D  :D  :D  :w00t:  :w00t:  :w00t:  :w00t:  

Arwen
Maia
*****
Offline Offline


Mensagens: 1338

Aiya Eärendil, Elenion Ancálima!

Ver Perfil E-mail

Conquistas

award8
O Tesouro dos Elfos :)
« Resposta #9 em: Junho 01, 2006, 06:56:00 pm »
Só uma coisa Arwen_Evenstar... penso que nesta história a "Arwen" a que se referem, a que desapareceu....sou eu!  :glare:

É esperar para ver  ^_^  

"Tinúviel elvanui Elleth alfirin edhelhael O hon ring finnil fuinui A renc gelebrin thiliol... "
Tinúviel [the] elven-fair, Immortal maiden elven-wise, About him cast [her] night-dark hair, And arms [like] silver glimmering..."




Gwen
Editor de Conteúdos
Maia
*
Offline Offline


Mensagens: 1727

Ver Perfil E-mail

Conquistas

award4
award9
award12
award13
O Tesouro dos Elfos :)
« Resposta #10 em: Junho 01, 2006, 07:13:30 pm »
:ph34r: Oh meu Eru, duas Arwens, dois Olorins... :lol: serão gémeas???  :unsure:

E já repararam que o Mestre Elrond resolveu comprar uma "imitação barata" do Vilya???  :glare: Todos sabem muito bem que o verdadeiro foi roubado!!!  :P  
Lacho calad! Drego morn!

Théoden
Artífice do Tesouro
Maia
*****
Offline Offline


Mensagens: 1343

Westu Théoden hál!

Ver Perfil E-mail

Conquistas

award1
award4
award9
award12
award13
O Tesouro dos Elfos :)
« Resposta #11 em: Junho 01, 2006, 07:51:10 pm »
Pois, daqui a pouco as duas Arwens tão que nem os dois Olórins... já não sabem mais quem é quem! :P

E que venham os desafios! :D

Who shall gather the smoke of the dead wood burning,
Or behold the flowing years from the Sea returning?
LoTR - Book III - The King of The Golden Hall

Miss Tolkien
Elfo
****
Offline Offline

Mensagens: 578

Ver Perfil E-mail
O Tesouro dos Elfos :)
« Resposta #12 em: Junho 02, 2006, 08:58:11 am »
ta altamente!!!!!

tou em pulgas para saber o resto!!! :D   :D  :D  

Gwen
Editor de Conteúdos
Maia
*
Offline Offline


Mensagens: 1727

Ver Perfil E-mail

Conquistas

award4
award9
award12
award13
O Tesouro dos Elfos :)
« Resposta #13 em: Junho 02, 2006, 09:37:58 am »
Terminado o jantar (um belo ensopado de ossos, especialidade de Mordor) os heróis mostraram-se todos muito atarefados e cheios de pressa!
- Tenho de ir já terminar um poema! – disse Aegnor.
- E eu de ir falar com a minha espada – acrescentou Mormegil – ainda não lhe disse nada hoje.
- Acabei de me lembrar que ainda não terminei o texto de Quenya! – exclamou Olorin o Maia. – Estou desejoso de o terminar!
- Eu tenho de ir ver se os meus machados estão afiados! – disse Azaghal.
- Também tenho de… - começou Mestre Elrond, mas foi interrompido por um murro na mesa do Daedhel.
- Nada disso!   :mad: Vão todos já para o meu laboratório! Tenho de ver esses ferimentos!
- Mas eu ainda não… - começou a Maharet, mas calou-se ao ver o olhar do Daedhel.
- Devo concluir que os grandes heróis estão todos cheios de medo???   :glare:
- Claro que não!   :mad: Quem, nós???   :unsure:
- Imaginem! Nós??? Mas… onde é mesmo esse laboratório??? – perguntou Theoden.   :glare:
- Insisto em ser o primeiro - disse o Anglachel, com um ar de dignidade ofendida.
- Então vamos! – e lá seguiram para as caves da fortaleza, bastante contrariados e arrastando os pés! Pararam todos à porta do laboratório, muito nervosos enquanto o Daedhel a abria.
Entraram curiosos, e estacaram ante o que viram!   :blink:
Era uma sala grande onde se viam estantes com livros, alguns apontamentos e prateleiras com MUITOS frasquinhos contendo fígados, olhos, corações ainda a pulsar e muitos cérebros, entre outros órgãos. Penduradas pela sala havia umas jaulas com cadáveres lá dentro, ainda com alguma carne agarrada mas esta já seca, um grande caldeirão contendo algum unguento borbulhava e a um canto via-se uma guilhotina. Havia umas mesas e umas cadeiras com correias, e uma bancada onde se viam sovelos, pregos, brocas de vários tamanhos, berbequins, machados, serras, tesouras, bisturis e uma série de instrumentos estranhíssimos.
- Porque é que aquelas mesas e cadeiras têm correias? – perguntou o Eru.   :huh:
- É para prender os doentes, se eles não estiverem sossegados!
- Eu já me sinto MUITO MELHOR! – disse  Azaghal.
- Eu também, praticamente já estou bom! –exclamou Mormegil
- Aquela comida de ossos faz maravilhas – acrescentou Aegnor – sinto-me como novo!  :rolleyes:
- Nunca me senti tão bem! – afirmou  Théoden.
- Parem todos com essas fitas! – disse Daedhel muito zangado, e accionou a guilhotina. Viu-se uma grande mancha vermelha e ficaram todos muito pálidos.
- Bem, isto afinal é uma coisinha de nada – garantiu Anglachel, aproximando-se da porta – um arranhãozito sem importancia, mal se vê o osso e...  :unsure:
- Bolas, nunca mais acerto com o tamanho para as fatias de melancia – resmungou Daedhel, enquanto apanhava um bocado realmente grande do fruto e o voltava a colocar na guilhotina. Ouviram-se vários suspiros de alívio! – Mas vocês estão muito pálidos: tenho de vos dar um fortificante! – e distribuíu por todos uma mistela de sabor horrível. :puke: Houve muitas caretas mas ninguém refilou, com medo do tratamento que ainda estava por vir.  :ph34r:
- Anglachel, então? Vou ter de te anestesiar para te sentar? – e o Daedhel agarrou numa grande marreta.
- Pronto, está bem, eu sento-me! – lá concordou o Anglachel, vendo que não tinha escapatória – mas agulhas não.   :crying:
- Mas como queres que eu te cosa sem agulhas? – perguntou Daedhel, vindo com uma enorme! – Vamos, fecha os olhos e pensa nalguma coisa de que gostes. E eu ponho primeiro um líquido para te adormeçer um bocadinho o braço.   :)
O Anglachel fechou os olhos com muita força enquanto o Daedhel o tratava. “Au! Arde!!!” – gritou, quando ele lhe passou com um líquido qualquer sobre a ferida, e para se animar pensou naquela tarde inesquecível na Sala de Torturas, em que ele e a Senhora Negra ouviram maravilhados a Gwen cantar! Quem estava muito chocado com o que via era Mestre Elrond, que observava horrorizado a sutura que o Daedhel fazia.
Depois de terminar e de ligar cuidadosamente o braço do Anglachel, estavam todos muito pálidos.
- Agora tu, Théoden! Tens vários cortes que têm de ser tratados e desinfectados! Senta-te!
O pobre Théoden lá se sentou a tremer, e estava numa tal aflição que só pensava: “se me livrar desta, cubro a Gwen de amendoas! Cubro mesmo, e não dou só aquelas poucochinhas que eu digo para a contrariar” – prometeu a si próprio, e quando finalmente acabou o tratamento sentiu um grande alívio. Tinha diversas ligaduras e os outros tinham vontade de rir quando olhavam para ele, mas passou-lhes logo a vontade quando ouviram o Daedhel dizer “O próximo!” e como ninguém se mexeu e começaram todos a olhar para o lado, teve de ser mais enérgico. “Vamos, Elrond, tens bastantes cortes e esse aí na cara é grande.”  :glare:
Mestre Elrond sentiu-se desfalecer!
– Mas Daedhel, eu sou de opinião que devias ter primeiro umas aulas de costura em Rivendell... – começou por dizer, mas quando o viu ir buscar um bisturi calou-se logo.
- Posso fazer uns golpezinhos para a costura ficar com um ar mais élfico…  - sugeriu Daedhel, ao que Elrond respondeu que não valia a pena, mas que se mantinha a oferta das aulas. Muito infeliz, Mestre Elrond só pensava que se sobrevivesse ao tratamento e encontrasse a sua filha, far-lhe-ia finalmente a vontade e tirariam juntos uma foto com muitas rendinhas, como ela tanto desejava, para a capa da Caras-Galadhon. Ela ficaria toda contente e as rendinhas sempre serviriam para tapar todas aquelas ligaduras e costuras, ia pensando ele – Au! Cuidado!!!
Seguiu-se o pobre Olorin, que pensava saudosamente nas chicotadas da Mellon e prometia a si próprio nunca mais discutir com o outro Olorin, quando abriu os olhos e lhe pareceu ver alguma coisa a materializar-se no meio da sala; pensou que afinal estava muito pior do que imaginava (ou então era do tratamento), mas quando voltou a olhar pareceu-lhe ver a figura de Saruman;  :blink:  mas estava estranha, como se não fosse real mas apenas um fëa tomando uma forma visível; assustado, disse: “Está ali alguém” e todos olharam.  Na verdade, a figura de Saruman tomava forma e parecia flutuar no meio do laboratório. Olhava-os fixamente e por fim disse, com uma voz poderosa mas parecendo vir de longe:

“Sim, é o meu fëa e foi-me permitido voltar, pois tenho algo importante para vos dizer.
 Há muito tempo, quando ainda estudava a tradição dos Anéis do Poder, descobri um antigo livro Noldorin, com o título “Quentulessë Morion” – “Lenda do Regresso do Escuro”, que fala duma estranha Profecia:  os Três Anéis Élficos juntos com um quarto objecto  tinham o poder de abrir as Portas da Noite, havendo assim o perigo de Morgoth voltar. Então, os Elfos criaram um contra-feitiço para inverter essa magia: uma frase poderosa, composta por quatro palavras, em que cada uma  está  ligada a um dos objectos. Temendo que estas informações caíssem nas mãos erradas, codifiquei essa frase na forma de quatro Desafios, que estão escondidos em Isengard; depois de resolvidos, cada um  revela uma palavra do contra-feitiço que fecha  as Portas da Noite. O primeiro desafio codifiquei na Porta de Orthanc: terão de o resolver  para entrar na torre e ler o antigo livro Noldorin;  ficarão também a conhecer o simbolo que terão de procurar para descobrirem os outros desafios. Quando conhecerem todas as quatro palavras, terão de resolver um anagrama para a frase ficar na ordem correcta e assim ser eficaz. Há no entanto um problema: um dos esconderijos foi violado, penso que por um dos Nazgul. Terão de calcular qual é essa palavra, a única que está na mão do inimigo.
Pois os Três Anéis Élficos desapareceram, não é assim? Vê-se pela forma como as estrelas se movem no céu, o momento da profecia aproxima-se! Se não querem que o Inimigo Negro volte e as Trevas dominem a Terra Média,  vão a Isengard e resolvam os desafios. Vão, o tempo urge!”


E desapareceu! Ficaram todos muito sérios a olhar uns para os outros e a Evenstar esfregou os olhos.
- O espirito de Saruman esteve mesmo aqui? Não sonhei? Falou duma antiga Profecia dos Três Anéis e do regresso de Morgoth?  
- Sim, e que esse livro estava na Torre de Orthanc e era a chave para se resolver este mistério! O que acham? Será uma armadilha para nos afastar de Dol Guldur? – perguntou o Eru – Saruman não era de muita confiança, para o fim...   :glare:
- É verdade, mas muitas coisas batem certo com o que ele disse. Se os Três estão mesmo a ser usados com o propósito de abrir as Portas da Noite, o caso é mais grave do que imaginávamos – argumentou Maharet – e nesse caso, temos de saber bem com o que estamos a lidar!   :huh:
- E dando crédito às palavras de Saruman, temos 4 desafios para resolver, e cada um revelará uma palavra do contra-feitiço que temos de usar para inverter o processo – disse  Mormegil.
- Três, pois parece que um foi roubado – acrescentou Aegnor.
- E o primeiro desafio é o da Torre de Orthanc – continuou Theoden – se resolvermos esse desafio, ficamos com uma das palavras e conseguimos entrar na Torre.
- E ficamos também a conhecer  o símbolo que temos de procurar para encontrar os Desafios. – disse Azaghal.
- Depois temos de descobrir o antigo livro que fala dessa Profecia, o  Quentulessë Morion - acrescentou Annawen. - Penso que Morion é um dos nomes porque Morgoth foi chamado, o Filho Escuro.  :unsure:
- O quarto artefacto deve ser o que roubaram aos Elfos de Mirkwood! – exclamou  Bijuca – As coisas parecem bater certo! E agora, o que fazemos?
- Talvez fosse melhor irmos já para Orthanc – disse Daedhel – Damos uma vista de olhos, e se não se passar nada por lá, ficamos a saber que foi falso alarme e seguimos para Dol Guldur. Mas é melhor verificar.
- Concordo plenamente em partirmos já! – exclamou o Olorin, levantando-se logo da cadeira e tudo – Não percamos tempo, o caso é muito grave! – e com a pressa até tropeçou na ligadura da perna que estava mal presa e se arrastava pelo chão.
O Daedhel ainda ia a protestar que não tinha terminado os tratamentos, mas os outros pareciam cheios de pressa e decididos a partir sem demora, principalmente o Azaghal, Aegnor, Mormegil, Bijuca, Eru, Maharet, Annawen, Evenstar e Olorin, que nem queriam acreditar na sua sorte e que se tinham livrado dos terríveis curativos.  
- Mas então eles não terminam o tratamento? – perguntou Anglachel, muito aborrecido por se ter oferecido para ser o primeiro.   :glare:
- Isto é mais grave! Vamos, a minha espada? – Ouviram-se várias vozes.
- Concordo! O meu machado? Vou já buscá-lo!
- Sim, partamos então sem demora!  :glare: – concordou por fim o Daedhel – os casos mais graves já estão tratados! Vamos então para Orthanc! – e ouviram-se vários suspiros de alívio – e pelo sim pelo não, levarei uma malinha com algum material para primeiros socorros…


* :blink:  :wacko:  :ph34r: *
« Última modificação: Setembro 11, 2006, 07:11:49 pm por Gwen »
Lacho calad! Drego morn!

Daedhel
Artífice do Tesouro
Maia
*****
Offline Offline


Mensagens: 2447

Nin estar Daedhel

Ver Perfil E-mail
O Tesouro dos Elfos :)
« Resposta #14 em: Junho 02, 2006, 02:03:06 pm »
:lol:

Fórum Tolkienianos » Geral » Iniciativas » O Tesouro dos Elfos :)