Portal           Istya           Galeria
Fórum Tolkienianos » Perfil de Eru » Mostrar Mensagens » Tópicos

Mostrar Mensagens

Esta secção permite-lhe ver todas as mensagens colocadas por este membro. De realçar que apenas pode ver as mensagens colocadas em zonas em que você tem acesso.


Tópicos - Eru

Páginas: [1] 2 3 ... 14
1
Série pré-SdA / O que sabemos até agora
« em: Janeiro 21, 2020, 10:29:29 am »
Informação retirada duma página do FB sobre a série:

Some info from Tom Shippey concerning the possibility of changing Tolkien's Second Age stories (no new information) from July 2019:
"Very few details are known about this time span. The Tolkien Estate will insist that the main shape of the Second Age is not altered. Sauron invades Eriador, is forced back by a Númenorean expedition, is returns to Númenor. There he corrupts the Númenoreans and seduces them to break the ban of the Valar. All this, the course of history, must remain the same. But you can add new characters and ask a lot of questions, like: What has Sauron done in the meantime? Where was he after Morgoth was defeated? Theoretically, Amazon can answer these questions by inventing the answers, since Tolkien did not describe it. But it must not contradict anything which Tolkien did say. That’s what Amazon has to watch out for. It must be canonical, it is impossible to change the boundaries which Tolkien has created, it is necessary to remain “tolkienian”.

Tom, does the Tokien Estate have a veto on changes?
Yes, the Tolkien Estate keeps a very careful eye on everything and is quite capable of saying no. They retain a veto over everything that concerns Tolkien.
---------------------

Esta opção de veto do TE parece-me uma boa forma de manter a coisa organizada e coerente! Vamos lá ver!

2
O Senhor dos Anéis / Liv. II - Capítulo II – O Conselho de Elrond
« em: Fevereiro 03, 2019, 04:34:54 pm »
Ora, chegamos finalmente ao GRANDE capítulo d'O Conselho de Elrond.
Grande pelo tamanho - porque é um dos maiores da obra - e pelo conteúdo - são dados tantos detalhes, introduzidas tantas personagens, que precisamos de ler isto tudo e digerir devagar para conseguirmos acompanhar cada fio da historia :D B) :rolleyes:

Há tantos pormenores que nem sei por onde começar :D :lol:
O primeiro caso, que já foi falado aqui anteriormente, é a questão de que todos os presentes não terem sido convocados mas se encontrarem no sítio certo, à hora certa. Ou seja, há sempre alguma intervenção "divina". Alguma coisa que os levou a tal. Eru? Os Valar? Isso agora...

A historieta de Glóin dá-nos logo uma ideia do alcance de Sauron - tentado jogar em vários tabuleiros. É interessante ele propor a oferta de um Anel dos Anões, visto que apela à "gula" destes por ouro, e pelo regresso a uma suposta época de grandeza.

A lembrança de Elrond da Última Aliança, e aquele viajar nas memórias, é fantástico por, mais uma vez, nos remeter para a Primeira Era e para a sua antiguidade. Ele fala da Dagor Dagorath, onde derrotaram Morgoth, mas não esqueçamos que esta "batalha" na realidade durou 47 Anos!
E o próprio cerco a Barad-dûr durou 7 anos... Tudo operações demoradas, que requereram muita organização :closedeyes:

O papel de Boromir, e a sua reacção a Aragorn, são interessantes porque dão-nos logo o contraste das personagens. Mas vejam que aumentaram muito mais esse contraste nos filmes. Boromir aqui acaba por aceitar Aragorn e esperar que este o acompanha até Minas Tirith, coisa que ele só faz nos seus últimos momentos, no filme.
É também relevante vermos que Boromir pergunta porque é que não usam eles o Anel... E voltamos à velha questão de que ninguém é poderoso o suficiente para o usar sem se corromper a si próprio... Tal como Galadriel irá acabar por cair na real, mais à frente.

Gandalf leva-nos atrás ao narra tudo o que lhe aconteceu. Breve nota: é dito no Reader's Companion, seguindo um manuscrito do Mestre, que o ataque na Floresta Tenebrosa, para liberta Gollum, foi liderado por 1 ou 2! Nazgûl :nazgul_b: :eye_b: :ph34r:
A traição de Saruman é um pesado farto, mas ainda pior poderá ser a sua feitura de um Anel (e a mudança de cor para cores)! Sim, está lá que ele possuía um, o que mostra que ele tentou imitar Sauron. Mas não lhe deve ter ampliado os poderes por aí além, visto que conhecemos o seu desfecho  :P :lol:

E lá Frodo acabou por se oferecer, como que cumprindo um propósito mais alto. Parece lhe estava "destinado" - mais uma vez o dedo de Eru? :P

Já agora: prefiro esta versão do que a do filme, que é encurtada ao máximo, mistura ali personagens, põe o debate noutros contornos, etc etc

Fica a famosa ilustração de Alan Lee do Conselho, com a representação de Gollum na dita árvore da Floresta Tenebrosa.


3
O Senhor dos Anéis / Liv. 1- Capítulo XII - Corrida para o vau
« em: Setembro 09, 2018, 12:39:57 pm »
E, apesar dos atrasos, chegamos finalmente ao último capítulo do Livro I! :w00t2: :wee: :clap:

Compreendemos rapidamente o alcance do ataque dos Nazûl e da ferida de Frodo. :ph34r: :wacko:

Claro que, sabendo a história, apanhamos muitos mais detalhes e pistas - o uso da athelas por Aragorn, a referência à sua ligação a Rivendell, etc.
Repare-se que a viagem ainda dura praticamente 15 dias, percorrendo cerca de 200 km - praticamente Coimbra-Lisboa! E todos estes pormenores passam completamente despercebidos nos filmes. :crazy: :uff:

Temos ainda directo ao famoso encontro com os trolls de Bilbo! :D E o belo poema cantado por Sam. Aqui vão as sugestões do costume:
- poema cantado pelo próprio Tolkien: https://www.youtube.com/watch?v=68GDPaywiS4&
- poema cantado pelos Tolkien Ensemble: https://www.youtube.com/watch?v=Oyt5H_tfSA4

A chegada de Glorfindel dá uma nova força a grupo. E este, como sabemos, não é nenhum erro mas o mesmo que viveu em Gondolin! Reencarnou, como eram apanágio dos Elfos, e depois de viver em Valinor, e de estabelecer grande amizade com Olórin, regressou à Terra-Média durante a 2ª Era talvez para ajudar a combater Sauron - pormenores que nos são dados num belo texto da série HoME. ^_^ :bowdown:

O sofrimento de Frodo agrava-se diariamente, estando a entrar no mundo dos espectros. Daí que, quando no último momento, a chegar ao vau, ele já vê os Nazgûl na sua real forma, sem ser necessário colocar o Anel: "vestiam de branco e cinzento; as suas mãos pálidas empunhavam espadas desembainhadas e tinham capacetes [a tradução correcta devia ser elmos mas pronto] na cabeça".
E confesso que a última do parte do capítulo agarra-me sempre! :P O ritmo frenético da perseguição obriga a uma leitura mais rápida, como se estivessemos ali, com Frodo, a tentar escapar ao alcance dos Cavaleiros Negros!
É também interessante notar o poder do Rei-Bruxo que realmente consegue partir a espada de Frodo só com a voz e afins - algo que imitaram fracamente no filme, com Gandalf e o seu bastão...

Ted Nasmith tem várias ilustrações só sobre este capítulo.
Veja-se a caminhada: https://www.tednasmith.com/tolkien/fifth-day-after-weathertop/
O poema de Sam: https://www.tednasmith.com/tolkien/a-song-in-the-trollshaws/
A chegada ao vau: https://www.tednasmith.com/tolkien/riders-at-the-ford/

E, a que deixo, os Cavaleiros a serem apanhados pelas ondas do Bruinen.


Comentem! B) :D

4
Desculpem este breve atraso, mas aqui retomamos a nossa leitura.
-------

Depois do nosso grupo ter sido salvo por Tom Bombadil, eis que chegamos a sua casa.
O capítulo permite dar uma folga às personagens, enquanto nos fascinamos com a eterna pergunta: quem é Tom Bombadil? :lol:

Há aqui um facto de temos de encarar: não sabemos quem é Bombadil, nem nunca o saberemos.
A partir daqui estamos livres para ter as nossas próprias interpretações. :closedeyes:

Goldberry respondeu à pergunta de Frodo que Tom "É". Simplesmente. Não há mais desenvolvimento. Ele é o Mestre. Mas Mestre de quê? Certamente não tem mestrado em estudos ambientais e foi destacado ali na Floresta Velha como técnico superior, à espera de vaga noutro sítio :P :lol:
É, basicamente, Mestre de si próprio. Um ser que está fora do alcançe de Sauron - e vemos isso quando o Anel não tem qualquer efeito sobre ele, nem o fazendo desaparecer e até conseguindo ver Frodo quando este o coloca (quase que embrigado pelo ambiente festivo, esquecendo-se do perigo inerente à sua utilização!!!).

Na conversa que o grupo tem com Tom, este conta muitas histórias. E acaba por mencionar a sua antiguidado. Destaco desta conversa o seguinte excerto:
Citar
Tom estava aqui antes do rio e das árvores; Tom lembra-se do primeiro pingo de chuva e da primeira glande [...] Quando os Elfos passaram para Ocidente, Tom já aqui estava, antes de os mares serem desviados. Conhecia a escuridão debaixo das estrelas, antes de ela ser destemida... antes de o Senhor das Trevas vir do Exterior
Há aqui muito material para mandar bitaites. Vejamos: de início para que Tom já estava ali aquando da criação de Arda, ao mesmo tempo que os Valar começaram a moldar a Terra-Média. Estava certamente lá aquando da grande marcha dos Elfos e claro quando o formato do Mundo se alterou com a destruição de Númenor; e a escuridão que menciona é aquela que antecedeu à criação do Sol e da Lua, ainda no tempo das Duas Árvores.

É então Tom um Maia??? Um Valar??? Até há hipótese que sejam o próprio Aulë e Goldberry Yavanna.

Tolkien rejeitou categoricamente que Tom fosse Eru. E rejeitou qualquer identificação!
Muitos fãs chegaram a pedir uma explicação ao próprio JRRT. Eis a sua própria visão
Citação de: Carta 144
Como uma histo´ria, creio que seja bom que existam várias coisas não-explicadas [...] e talvez, desse ponto de vista, eu tenha errado em tentar explicar demais e em fornecer história de tempos passados em demasia. [...] E mesmo em uma Era mítica deve haver alguns enigmas, como sempre há. Tom Bombadil é um (intencionalmente)

Noutra carta (privada, citada no LotR Reader's Guide), Tolkien diz explicitamente que:
Citar
Eu não sei a sua origem mas posso ter ideias quanto a isso. É melhor deixá-lo como é, um mistério. Há muitos mistérios em qualquer sistema fechado/organizado de história/mitologia.

Em suma, e no meu entender, JRRT aproveitou uma personagem que já tinha inventado (com várias aventuras em diversos poemas) e decidiu colocá-la na história. Foi escrevendo à medida que o texto lhe "aparecia". E Bombadil ficou, como representando num espaço fora de si próprio, ali isolado. Um espírito da natureza que não se enquadra em qualquer categoria da mitologia Tolkieniania e que ficará para sempre como uma interrogação.

------
Entretanto, mais uma vez surge a questão da "intervenção". Frodo pergunta-lhe se ele fora ter com eles de propósito e Tom responde que não: "Foi o acaso que me levou ali, naquele momento, se a isso chama acaso".
Repare-se como também compreendemos que todo aquele desvio dos Hobbits para Sul, até chegar ao Salgueiro, é obra desta mesma árvore que, susurrando e invocando outros poderes, os conseguiu desviar até ali. :wacko: :ph34r:

O sonho de Frodo, desta vez, é realmente uma visão! Vê precisamente a fuga de Gandalf de Orthanc, e sente a caçada do Anel pelos Cavaleiros Negros.
É algo interessante e que entronca precisamente naquilo que falámos no outro capítulo ;) :thumbup:

-----

Aqui fica uma imagem de Alan Lee, da casa de Tom Bombadil, e dos irmãos Hildebrandt, de Goldberry na casa




5
Notícias & Links / THE FALL OF GONDOLIN - NOVO LIVRO!
« em: Abril 10, 2018, 10:09:04 am »
Sim, temos NOVA PUBLICAÇÃO de JRR Tolkien! :w00t2: :wee: :bowdown:

E será A Queda de Gondolin! :w00t2: :placard:

https://www.tolkiensociety.org/2018/04/the-fall-of-gondolin-to-be-published/

Podem ver a belíssima capa de Alan Lee - ao jeito das últimas edições, será ele a ilustrar a obra!
O livro segue o esquema de Beren e Lúthien - recolhe todas as versões da história, não sendo uma "versão definitiva" como a d'Os Filhos de Húrin.

6
Notícias & Links / Beren e Lúthien em Portugal!
« em: Abril 10, 2018, 10:06:37 am »
E para que Tolkien tem um novo editor em Portugal! A Editorial Planeta - http://www.planeta.pt/ :w00t:

Pelo menos publicará, já este mês de Abril, tradução da obra "Beren e Lúthien" ;)

Vamos ver a recepção da obra e a tradução da mesma - já que será a primeira tradução de obra da Terra-Média não feita pela Fernanda Pinto Rodrigues, responsável por todas os livros publicados pela Europa-América.
Agora é aguardar!


7
O Senhor dos Anéis / Liv. 1 - Cap. III - Três são Companhia
« em: Março 30, 2018, 08:22:38 pm »
Depois de algum atraso falei com o Gandalf e fico eu com esta capítulo, para não atrasar mais o esquema. Por isso aqui vamos nós!

Aqui começamos a avançar na estória :yes: É feito o plano para sair do Shire sem dar nas vistas - a venda do Fundo do Saco é bem pensada, já que Frodo sai para uma área periférica do Shire, livre para depois partir em direcção a Rivendell.

Um dos primeiros problemas é a falta de Gandalf! Sabemos que está preso em Isengard mas Frodo fica na dúvida e decide arriscar. E bem! B)

Encontramos uma bonita passagem sobre a "estrada" e o que esta representa:
Citação de: página 95
Dizia muitas vezes que só havia uma estrada, que era como um grande rio: a sua nascente ficava a cada porta e todos os caminhos eram seus afluentes. «É uma coisa perigosa sairmos da nossa porta, Frodo», costumava dizer. «Entramos na Estrada e, se não dominamos os nossos passos, nunca se sabe para onde podemos ser arrastados. Já reparaste que este é o próprio caminho que atravessa a Floresta Tenebrosa e que, se o deixares, poderá levar-te para a Montanha Solitária ou até mesmo para lugares mais distantes e piores?»

É aqui que surge pela primeira vez os cavaleiros negros:  :ph34r: :ph34r: :ph34r:
Citação de: página 96
um homem corpulento que parecia encolhido na sela, envolto numa grande capa preta com capuz, sob a qual só se lhe viam as botas apoiadas nos estribos altos. O seu resto estava envolto em sombras e invisível [...] do interior do capuz saía um ruído que lembrava alguém a fungar, como se quisesse captar um rasto esquivo.
A imagem está bem gravada na nossa mente graças aos desenhos de John Howe, transpostos tão bem para os filmes! Aqui ficam algumas ilustrações:



Curiosamente, na primeira versão deste capítulo, o cavaleiro era na realidade Gandalf disfarçado! Mas JRRT resolveu mudar o andamento e colocar alguém a perseguir os Hobbits, criando assim uma outra dinâmica! :bowdown:
Neste episódio também começa a mostra do poder do Anel, que quase força Frodo a colocá-lo no dedo para ser detectado. :ph34r:

O capítulo termina com o encontro com o grupo de Elfos, liderado por Gildor, que permite que o pequeno grupo se safe de novo encontro com o Cavaleiro!
Tolkien explicou, noutra obra, que estes elfos deveriam estar a regressar dos Montes das Torres, perto dos Portos Cinzentos, onde teriam ido ver a palantír aí existente, matando assim saudades de Valinor e dos Valar ^_^
Aqui está uma belíssima ilustração de Alan Lee:


Perto do final Gildor diz uma coisa muito interessante:
Citação de: página 107
Neste nosso encontro pode ter havido mais do acaso; mas o propósito não se me apresenta claro e receio dizer demasiado
Isto remete-nos novamente para a providência divina, que falámos anteriormente.
Outras duas situações acontecem também assim, "ao acaso": o salvamento por Tom Bombadill e o Conselho de Elrond.
Não me parece ser realmente acaso... Um dedo de Eru ou dos Valar?

São especialmente proveitosos os "provérbios" aí partilhados  :lol: :lol: :lol:
Citar
Não te intrometas nos assuntos dos feiticeiros, pois eles são subtis e zangam-se facilmete
Citar
Não procures os Elfos para te aconselhar, pois eles dir-te-ão sim e não

A música cantada pelos três antes de encontrarem os elfos foi muito bem adaptada pelos Tolkien Ensemble :clap:
https://www.youtube.com/watch?v=IAEQPSxDoa0

Tendo em conta que a Galeria está em baixo, não consigo partilhar o mapa do Atlas referente a esta parte.
Todavia, aproveito e anexo um mapa do livro de Barbara Strachey - Journeys of Frodo que analisa pormenorizadamente o(s) percurso(s) no LotR - neste caso é o mapa "geral" desta parte - ela chega a detalhar muito mais cada momento! :wacko:

8
Iniciativas / Tolkien Reading Day 2018
« em: Março 11, 2018, 11:02:40 pm »
Voltando ao que se disse no ano passado: dia 25 de Março, dia da Queda do Senhor dos Anéis, é Tolkien Reading Day. A Tolkien Society incentiva todos os Tolkienianos a lerem as suas partes preferidas das obras. Mais informações aqui na página oficial: https://www.tolkiensociety.org/society/events/reading-day/

Este ano o tema é "Home and Hearth: the many ways of being a Hobbit" - https://www.tolkiensociety.org/events/tolkien-reading-day-2018/

Vamos lá repetir a experiência do ano passado?  :D ;)

Quem entra?

9
Notícias & Links / Tolkien: Maker of Middle-earth
« em: Fevereiro 12, 2018, 03:02:03 pm »
Já há site para a GRANDE exposição sobre Tolkien, em Oxford, entre 1 de Junho e 28 de Outubro:

https://tolkien.bodleian.ox.ac.uk

Isto promete! :w00t2:

10
Notícias & Links / Edição Especial "The Hobbit"
« em: Janeiro 24, 2018, 03:57:36 pm »
Parece que sai em Junho uma nova edição especial d'O Hobbit, pela Harper Collins (como sempre).
Neste caso a box inclui um fac-simile da primeira edição de 1937 ( :w00t2: ), um livrinho sobre a história da publicação da obra, um cd com gravações do Mestre a ler algumas passagens e ainda uma reprodução especial do mapa de Thror que releva as letras lunares quando colocado à luz :P
Fica o link da Amazon, em pré-venda, e uma imagem da dita box:
https://www.amazon.co.uk/Hobbit-Facsimile-Gift-J-Tolkien/dp/0008259542


11
O Senhor dos Anéis / Introdução e Prólogo
« em: Janeiro 17, 2018, 08:06:32 pm »
E assim começamos a nossa leitura d'O Senhor dos Anéis :w00t2:

Introdução
O texto da introdução corresponde ao da 2ª edição do SdA, de 1965, e não à introdução original escrita por Tolkien.
Nesta versão - agora presente em qualquer edição - o Mestre dá-nos um vislumbre da complexidade da escrita (demorou 13 anos a escrever! Entre 1937 e 1949).

Das coisas mais interessantes mencionadas é que escrevia conforme aquilo que achava que poderia ser interessante - sem "estudos de mercado", sem tentar aplicar fórmulas de outros autores! Claro! O SdA é uma obra única, a primeira a abrir este tipo de escrita de mundos secundários.
Uma bela tacada aos críticos quando diz:

Citação de: Página 12
Alguns que leram o livro, ou que de qualquer modo o criticaram, acharam-no enfadonho, absurdo ou insignificante; e eu não tenho de me queixar, pois perfilho opiniões similares das suas obras ou do género de leitura que, como é evidente, preferem.
:lol: :lol: :lol: :lol: :lol:

É também na introdução que JRRT explica, preto no branco, que a obra não é uma alegoria, nem tem qualquer alegoria. Há, obviamente, inspiração da sua própria vida mas que é difícil conseguir identificar ao certo o quê.


Prólogo
O prólogo introduz-nos à questão dos Hobbits, do Shire, da descoberta do Anel, etc.

É interessante como Tolkien se assume como narradar de uma verdadeira História - servindo apenas como intermediário, retirando os dados do Livro Vermelho (um tipo de discurso que estava também presente na Introdução da 1ª edição mas que foi removido pelo próprio  :hmm: ).

Aqui temos a descrição dos Hobbits e dos seus hábitos. E a famosa imagem dos seus pés que apenas têm a sola mais rija - e não enormes, como por vezes os filmes parecem mostrar (certamente inspirado na famosa imagem dos irmãos Hildebrandt - https://www.spiderwebart.com/images/art/110515.jpg)
É muito curiosa a historieta dos irmãos Macho e Blanco que foram prestar vassalagem ao Rei de Arnor para terem autorização formal para habitar no Shire.

As referências à erva-de-cachimbo são fantásticas - sobretudo porque são retiradas de uma obra escrita pelo Merry precisamente sobre este assunto! E assim ficamos a saber que esta erva terá vindo, muito provavelmente, de Númenor!  ^_^

A estrutura do Shire é interessante - uma verdadeira pacatez, sem grandes instituições que regulassem o dia-a-dia porque tal não era necessário.

Sobre o Anel, a história é relevante a vários níveis. Quando JRRT escreveu o SdA, a versão da descoberta do Um por Bilbo, n'O Hobbit era diferente - a personagem era mais simpática, cordial, nada relacionada com o Gollum que conhecemos. Ora, o Mestre resolveu escrever uma 2ª versão do capítulo que passou então a substituir o capítulo original - é o que temos agora nas nossas edições. Mas, intelegentemente, e para dar coerência à História, é aqui explicado que essa 1ª versão é a versão que Bilbo contou a toda a gente e que a nova versão é aquela que Gandalf e Frodo conseguiram obter depois de muito o chatearem.
Tiro o chapéu ao Mestre! É uma forma genial de explicar as duas versões! :w00t:

A última parte, sobre os Anais do Shire, continua a dar uma profundidade tremenda a toda a obra e mostra a genialidade de Tolkien. :bowdown:

É aí descrito o Livro Vermelho da Marca Ocidental (já mencionado), fonte de todas estas históricas, as supostas cópias feitas, nomeadamente uma em Minas Tirith, completando os dados recolhidos por Bilbo e Frodo.

-----------------------
E agora está aberto o debate! 

12
O Senhor dos Anéis / Participantes
« em: Janeiro 08, 2018, 06:37:51 pm »
Este tópico servirá para as inscrições para apresentar cada capítulo.

Fiquei com a Introdução e o Prólogo, para facilitar o início :P

Vamos lá, quem quer ficar com outros capítulos B)

13
O Senhor dos Anéis / Calendário e Regras
« em: Janeiro 08, 2018, 06:35:33 pm »
Olá pessoal!

Vamos lá dar início à preparação da nossa leitura conjunta de "O Senhor dos Anéis" - como falámos ontem no encontro.
O ideal será aproximadamente um capítulo a cada 2 semanas (divide-se o mês, é mais simples!), para dar tempo para todos lermos e depois discutir.
A edição base é a portuguesa (Europa-América) mas cada um é livre de ler em inglês, desde que o debate seja mantido, obviamente, em português

As regra são simples: quem quiser participar avisa (noutro tópico paralelo a este) e preparará a apresentação de um capítulo - a lista deste tópico será actualizada.
A pessoa responsável criará o tópico relativo ao seu capítulo (com o seguinte modelo de título "Liv. 1 - Cap. I - Uma festa muito esperada") no primeiro dia da respectiva quinzena (claro que haverá alguma flexibilidade caso haja algum atraso)
Esta apresentação não é um resumo! É a opinião do responsável sobre esse capítulo - o que achou, o que descobriu, o que acha que vale a pena realçar, etc.
A partir daí abre-se o debate para todos os membros sobre o capítulo em análise. Não há problema com spoilers pois qualquer um de nós já conhece bem o final :lol:
Outros materiais podem ser partilhados, como ilustrações e mapas que existem na nossa Galeria 

Para já vou calendarizar o Livro I de "A Irmandade do Anel" - fico já com a Introdução e o Prólogo.

2018 - A Irmandade do Anel - Livro I
16 a 31 de Janeiro - Introdução e Prólogo - Eru
1 a15 de Fevereiro - Cap. I - Ysgrimir
16 a 28 de Fevereiro - Cap. II - Gonçalo
1 a 15 de Março - Cap. III - [Gandalf] // Eru
16 a 31 de Março - Cap. IV - [Bijuca] // Gwen
1 a 15 de Abril - Cap. V - Gwen
16 a 30 de Abril - Cap. VI - Gimli
1 a 15 de Maio - Cap. VII - Eru
16 a 31 de Maio - Cap. VIII - Gonçalo
1 a 15 de Junho - Cap. IX - Ysgrimir
16 a 30 de Junho - Cap. X - Gwen
1 a 15 de Julho - Cap. XI - Gimli
16 a 31 de Julho - Cap. XII - Eru

------------------------
2019 - A Irmandade do Anel - Livro II
16 a 31 de Janeiro - Cap. I - Gwen
1 a 15 de Fevereiro - Cap. II - Eru
16 a 28 de Fevereiro - Cap. III - Gimli
1 a 15 de Março - Cap. IV - Saruman
16 a 31 de Março - Cap. V - Gonçalo
1 a 15 de Abril - Cap. VI - Ysgrimir
16 a 30 de Abril - Cap. VII
1 a 15 de Maio - Cap. VIII
16 a 31 de Maio - Cap. IX
1 a 15 de Junho - Cap. X

14
Notícias & Links / Tolkien no Plano Nacional de Leitura
« em: Novembro 28, 2017, 11:29:49 pm »
Como maior parte de vós saberá, o Plano Nacional de Leitura (PNL - http://www.planonacionaldeleitura.gov.pt ) é constituído por uma lista de livros recomendados para os alunos do ensino obrigatório.

Vai desde literatura portuguesa a inglesa e afins. Daí não estranhar que obras do nosso Mestre JRR Tolkien lá estejam :D

O que é curioso é que "O Hobbit" e "O Senhor dos Anéis" são recomendados para alunos do 3º ciclo (7º a 9º ano) e "A lenda de Sigurd e Gudrún" é recomendado para alunos do 6º ano! :blink: :hmm:
Não me parece que seja obra "leve" ou sequer de fácil leitura :unsure: :alcoholic:

15
Como acontece anualmente, aqui está o "V Seminário Internacional TOLKIEN: Construtor de mundos...", organizado pelo Centro de História da Universidade de Lisboa e Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa.
A decorrer no próximo dia 6 de Dezembro de 2017, a partir das 10:00, Anfiteatro I da FLUL.

Programa disponível aqui: http://www.centrodehistoria-flul.com/uploads/7/1/7/0/7170743/cartaz_a0_tolkien_5_-_2017_final.pdf
Mais informações aqui: http://www.centrodehistoria-flul.com/abertura/v-seminario-internacional-tolkien

Páginas: [1] 2 3 ... 14