Fórum Tolkienianos

Geral => Iniciativas => Tópico iniciado por: Gwen em Junho 01, 2006, 12:39:15 pm

Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 01, 2006, 12:39:15 pm
:w00t: E chegou o Grande Dia!  :w00t:

Vai começar hoje o Tesouro dos Elfos   ^_^ em comemoração a mais um aniversário do nosso querido fórum :vela: À medida que a história for evoluindo, haverá vários Desafios, e claro que todos os elementos do fórum são muito bem vindos para participar  :) e bem vamos precisar da ajuda de todos  :unsure: nunca nos vimos num aperto tão grande  :ph34r:

Tesouro dos Elfos

Os nossos bravos heróis estavam de novo reunidos na grande fortaleza da Mellon-fa, em Mordor (que ela ficara a tomar conta depois da queda de Sauron, para o muito mal não voltar a cair lá) e a preocupação era visível na cara de todos! Mestre Elrond, digníssimo Mestre de Tradição, andava com largas passadas dum lado para o outro da grande sala e estava visivelmente alterado:
- Mas isto é muito grave! Rivendell assaltada, parcialmente destruída … tínhamos lá tantas antigas obras de arte, tantos livros de tradição… o meu atelier num caos...  e os nossos tesouros, que tão zelosamente guardávamos, desapareceram do cofre! – e numa fúria, brandiu a sua espada – aproveitaram a altura em que todos estávamos a combater às portas de Minas Morgul!!!  :crazy:
- Elrond, cuidado com o meu arranjo, deu muito trabalho a empilhar tantas cabeças – disse a Mellon, ajeitando o arranjo de cabeças orcs que enfeitavam a sala, recordação da batalha com Sauron – e para cúmulo todos nós, secretos Guardiões dos Três, deixamos lá os nossos anéis.
- Agora estou convencida que aquela batalha em Minas Morgul não passou duma armadilha para os poderem roubar – disse a Bijuca, muito triste. – Devem ter descoberto, de alguma forma, que os tínhamos deixado em Rivendell quando fomos para o Shire; e ao saberem do nosso regresso, prepararam aquela batalha que funcionou como um chamariz, para lhes dar tempo de actuar!  :(
- Mas vocês eram os Guardiões dos Três! – exclamou o Eru, a ficar ligeiramente fun... bem, vocês sabem!  :rolleyes: – Já havia três guardiões para os anéis nunca estarem juntos, pois era demasiado perigoso se todos caíssem nas mãos erradas!!! O poder dos Três, usados ao mesmo tempo e por uma só pessoa, é muito grande!
- Tens razão, Eru – disse a Bijuca, sempre paciente – mas por isso mesmo achámos que seria demasiado perigoso levá-los para o Shire, sem sabermos o que nos esperava lá! Nenhum de nós imaginou que houvesse agora um poder capaz de assaltar a própria fortaleza de Elrond!
- E ainda por cima também a minha filha, Arwen, voltou a desaparecer, ou muito me engano ou é desta que leva um tareia e de castigo obrigo-a a namorar com aquele gajo de cabelo oleoso que mora lá em casa! – Mestre Elrond voltou a brandir a espada, furioso, e uma cabeça orc rolou lá de cima do arranjo, para desespero da Mellon! Lord Azaghal aproveitou para a esconder atrás da sua capa, pensando satisfeito na quantidade de cerveja que caberia naquela cabeçorra!
 - Mas então eram vocês os Guardiões dos Três??? – perguntou Tar-Aldarion, recentemente chegado à Terra Média.
- Sim – disse a Mellon – achamos que seria mais seguro se cada um de nós ficasse com um dos Anéis. Eu sou a Guardiã do Anel do Fogo (dá muito jeito para reacender o Orodruin e as lareiras desta fria fortaleza); a Bijuca ficou com o Nenya, o Anel Branco, e Mestre Elrond sempre foi o Guardião de Vilya.
- E o pior é que não fazemos ideia de quem os levou, nem para que fim! – exclamou o Mormegil – por onde havemos de começar à procura?
- Bem, em Minas Morgul não estão de certeza – disse a Maharet, que com a Evenstar seleccionavam alguns livros, preparando já munições para a próxima aventura. – E é estranho o desaparecimento da Arwen! Ela estava um pouco aborrecida com o pai; mas daí a desaparecer sem dizer nada a ninguém...  :huh:
- Eu sinto-me tentado em ir até à Floresta das Folhas Verdes, que já não estão assim tão verdes… - disse o Aegnor – Aquele local não me inspira confiança nenhuma! E de lá vem uma grande escuridão, mais ou menos do sítio onde outrora Sauron construíu Dol Guldur!
- È verdade, e eu sei que a Gwen andava a investigar por esses lados, e também não se sentia tranquila com essa sombra – disse  Théoden - Acho que foi para lá que ela foi.
Nisto apareceram os dois Olorins à porta da sala e disseram ao mesmo tempo:
- Mensagem urgente para Mestre Elrond no Palantír da torre! – e depois olharam um para o outro muito aborrecidos.  
- Eu disse primeiro...  :glare:
- Não! Eu é que disse primeiro...  :glare:
Mas assim que viram a Mellon  levar a mão ao chicote calaram-se logo.  
Mestre Elrond dirigiu-se apressadamente à sala da torre, e entrou de rompante pouco depois:
- O caso é muito grave, meus amigos! A mensagem era dos meus parentes, os Elfos de Mirkwood! Eles confirmam que uma grande sombra se adensa junto à antiga fortaleza de Dol Guldur; e também estão muito preocupados pois um poderoso artefacto que estava à guarda deles desapareceu. É algo secreto e de grande poder; eles nem se atreveram a dizer o que era, com receio que outra palantir interceptasse esta mensagem. No entanto, ficou bem visível que a sua inquietação era ENORME e que consideram o caso de uma gravidade extrema! Pediram-me para ver o que se passa em Dol Guldur, pois têm sido constantemente atacados por aranhas e não conseguem sair!
- Então vamos logo – disse Mestre Azaghal – O meu machado já está parado à muito tempo!
- Que estranho! – exclamou a Evenstar – haverá alguma relação entre esse objecto que roubaram aos Elfos Verdes e o desaparecimento dos Três Anéis???  :blink:
- Para já não temos forma de saber – disse a Mellon – Mas não me parece sensato irmos todos para Dol Guldur: e se for outra “armadilha” para nos afastar do verdadeiro local?
– Talvez seja melhor dividirmos os nossos esforços, e observarmos! - acrescentou  Annawen – Afinal de contas, ainda  não fazemos ideia de quem está por detrás disto tudo nem o que pretende!
- Eu não me sinto tranquilo em deixar Rivendell desprotegida: ainda lá estão guardados muitos Tesouros dos Elfos. Mas não sou capaz de voltar para lá, enquanto não souber o que aconteceu à minha filha  :( – disse Mestre Elrond muito infeliz – e penso que o melhor é começar por investigar o que se passa em Dol Guldur!
- Eu posso ir para Rivendell e organizar de novo a sua defesa – ofereceu-se Lord Ingwë – Na verdade não é sensato deixa-la abandonada! Se entretanto descobrirem alguma coisa e precisarem de reforços, podem mandar uma sms através das Palantír!
- E  para já eu ficarei a reforçar a defesa de Mordor; e estaremos atentos ao que se passa na Terra Média. – disse a Mellon - Se notarmos algo suspeito, avisamos-os. Leva uma palantír contigo, Elrond!
- Sim, fá-lo-ei! – respondeu Mestre Elrond enquanto afiava a sua espada – e partirei amanhã logo de manhã para Dol Guldur! Quem quer vir comigo dê um pontapé numa cabeça de Orc…
 - Eu! – ouviram-se várias vozes! E voaram cabeças de Orc de todos os arranjos da sala, que ficou numa grande confusão, e o chão tremeu com a  fúria da Mellon.
Os companheiros de viagem eram Théoden, Daedhel, Aegnor, Bijuca, Mormegil, Eru_o_Único, Azaghal, Maharet, Olorin o Maia, Annawen, Evenstar e Anglachel.
- Mas primeiro temos de tratar dessas feridas, arranjadas em Minas Morgul! – disse o Daedhel, muito sério e com um ar autoritário – Não são graves, mas têm de ser tratadas! Depois do jantar, quero-os a todos no meu laboratório! :mad:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 01, 2006, 01:40:07 pm
A história está magnifica!  :P

Let the game begin!  :w00t:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elrond of Rivendell em Junho 01, 2006, 02:14:44 pm
Ehehehe :lol: :lol: :lol: tá demais...  i like wen i get bad :devil: …   :rolleyes:
tou é pra ver o que acontece naquele horrivel laboratório …   :ph34r:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 01, 2006, 02:26:58 pm
:ph34r: Graças a Eru estou a salvo, em Dol Guldur!!!  :ph34r: Acho que a seguir à volta de Sauron ou de Morgoth, deve ser o maior terror da TErra Média!!! :lol:

 :unsure: Glup!  :ph34r:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: annawen em Junho 01, 2006, 03:24:06 pm
Realmente ... :ph34r:

:D tá muito fixe!
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 01, 2006, 04:09:31 pm
Muito bem.... :D

e agora toca a ir ao laboratório, e se o Daedhel se atrever a tocar sequer na minha cabeça aviso-o desde ja que a minha colecçao de crânios nunca é grande demais.... :P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen_Evenstar em Junho 01, 2006, 05:16:16 pm
Muito bem Gwen...mas posso com certeza namorar o gajo de cabelo oleoso, que não me importo nada. è para isso que servem os champôs e os polibans, não é verdade?????
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Eru em Junho 01, 2006, 05:39:28 pm
Fantástico! ^_^  B) Estou ancioso pra saber o resto :P  :w00t2:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elenaro em Junho 01, 2006, 06:28:48 pm
Fantastico mesmo!  :D  :D  :D  :D  :D  :D  :D  :D  :w00t:  :w00t:  :w00t:  :w00t:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 01, 2006, 06:56:00 pm
Só uma coisa Arwen_Evenstar... penso que nesta história a "Arwen" a que se referem, a que desapareceu....sou eu!  :glare:

É esperar para ver  ^_^  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 01, 2006, 07:13:30 pm
:ph34r: Oh meu Eru, duas Arwens, dois Olorins... :lol: serão gémeas???  :unsure:

E já repararam que o Mestre Elrond resolveu comprar uma "imitação barata" do Vilya???  :glare: Todos sabem muito bem que o verdadeiro foi roubado!!!  :P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Théoden em Junho 01, 2006, 07:51:10 pm
Pois, daqui a pouco as duas Arwens tão que nem os dois Olórins... já não sabem mais quem é quem! :P

E que venham os desafios! :D
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Miss Tolkien em Junho 02, 2006, 08:58:11 am
ta altamente!!!!!

tou em pulgas para saber o resto!!! :D   :D  :D  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 02, 2006, 09:37:58 am
Terminado o jantar (um belo ensopado de ossos, especialidade de Mordor) os heróis mostraram-se todos muito atarefados e cheios de pressa!
- Tenho de ir já terminar um poema! – disse Aegnor.
- E eu de ir falar com a minha espada – acrescentou Mormegil – ainda não lhe disse nada hoje.
- Acabei de me lembrar que ainda não terminei o texto de Quenya! – exclamou Olorin o Maia. – Estou desejoso de o terminar!
- Eu tenho de ir ver se os meus machados estão afiados! – disse Azaghal.
- Também tenho de… - começou Mestre Elrond, mas foi interrompido por um murro na mesa do Daedhel.
- Nada disso!   :mad: Vão todos já para o meu laboratório! Tenho de ver esses ferimentos!
- Mas eu ainda não… - começou a Maharet, mas calou-se ao ver o olhar do Daedhel.
- Devo concluir que os grandes heróis estão todos cheios de medo???   :glare:
- Claro que não!   :mad: Quem, nós???   :unsure:
- Imaginem! Nós??? Mas… onde é mesmo esse laboratório??? – perguntou Theoden.   :glare:
- Insisto em ser o primeiro - disse o Anglachel, com um ar de dignidade ofendida.
- Então vamos! – e lá seguiram para as caves da fortaleza, bastante contrariados e arrastando os pés! Pararam todos à porta do laboratório, muito nervosos enquanto o Daedhel a abria.
Entraram curiosos, e estacaram ante o que viram!   :blink:
Era uma sala grande onde se viam estantes com livros, alguns apontamentos e prateleiras com MUITOS frasquinhos contendo fígados, olhos, corações ainda a pulsar e muitos cérebros, entre outros órgãos. Penduradas pela sala havia umas jaulas com cadáveres lá dentro, ainda com alguma carne agarrada mas esta já seca, um grande caldeirão contendo algum unguento borbulhava e a um canto via-se uma guilhotina. Havia umas mesas e umas cadeiras com correias, e uma bancada onde se viam sovelos, pregos, brocas de vários tamanhos, berbequins, machados, serras, tesouras, bisturis e uma série de instrumentos estranhíssimos.
- Porque é que aquelas mesas e cadeiras têm correias? – perguntou o Eru.   :huh:
- É para prender os doentes, se eles não estiverem sossegados!
- Eu já me sinto MUITO MELHOR! – disse  Azaghal.
- Eu também, praticamente já estou bom! –exclamou Mormegil
- Aquela comida de ossos faz maravilhas – acrescentou Aegnor – sinto-me como novo!  :rolleyes:
- Nunca me senti tão bem! – afirmou  Théoden.
- Parem todos com essas fitas! – disse Daedhel muito zangado, e accionou a guilhotina. Viu-se uma grande mancha vermelha e ficaram todos muito pálidos.
- Bem, isto afinal é uma coisinha de nada – garantiu Anglachel, aproximando-se da porta – um arranhãozito sem importancia, mal se vê o osso e...  :unsure:
- Bolas, nunca mais acerto com o tamanho para as fatias de melancia – resmungou Daedhel, enquanto apanhava um bocado realmente grande do fruto e o voltava a colocar na guilhotina. Ouviram-se vários suspiros de alívio! – Mas vocês estão muito pálidos: tenho de vos dar um fortificante! – e distribuíu por todos uma mistela de sabor horrível. :puke: Houve muitas caretas mas ninguém refilou, com medo do tratamento que ainda estava por vir.  :ph34r:
- Anglachel, então? Vou ter de te anestesiar para te sentar? – e o Daedhel agarrou numa grande marreta.
- Pronto, está bem, eu sento-me! – lá concordou o Anglachel, vendo que não tinha escapatória – mas agulhas não.   :crying:
- Mas como queres que eu te cosa sem agulhas? – perguntou Daedhel, vindo com uma enorme! – Vamos, fecha os olhos e pensa nalguma coisa de que gostes. E eu ponho primeiro um líquido para te adormeçer um bocadinho o braço.   :)
O Anglachel fechou os olhos com muita força enquanto o Daedhel o tratava. “Au! Arde!!!” – gritou, quando ele lhe passou com um líquido qualquer sobre a ferida, e para se animar pensou naquela tarde inesquecível na Sala de Torturas, em que ele e a Senhora Negra ouviram maravilhados a Gwen cantar! Quem estava muito chocado com o que via era Mestre Elrond, que observava horrorizado a sutura que o Daedhel fazia.
Depois de terminar e de ligar cuidadosamente o braço do Anglachel, estavam todos muito pálidos.
- Agora tu, Théoden! Tens vários cortes que têm de ser tratados e desinfectados! Senta-te!
O pobre Théoden lá se sentou a tremer, e estava numa tal aflição que só pensava: “se me livrar desta, cubro a Gwen de amendoas! Cubro mesmo, e não dou só aquelas poucochinhas que eu digo para a contrariar” – prometeu a si próprio, e quando finalmente acabou o tratamento sentiu um grande alívio. Tinha diversas ligaduras e os outros tinham vontade de rir quando olhavam para ele, mas passou-lhes logo a vontade quando ouviram o Daedhel dizer “O próximo!” e como ninguém se mexeu e começaram todos a olhar para o lado, teve de ser mais enérgico. “Vamos, Elrond, tens bastantes cortes e esse aí na cara é grande.”  :glare:
Mestre Elrond sentiu-se desfalecer!
– Mas Daedhel, eu sou de opinião que devias ter primeiro umas aulas de costura em Rivendell... – começou por dizer, mas quando o viu ir buscar um bisturi calou-se logo.
- Posso fazer uns golpezinhos para a costura ficar com um ar mais élfico…  - sugeriu Daedhel, ao que Elrond respondeu que não valia a pena, mas que se mantinha a oferta das aulas. Muito infeliz, Mestre Elrond só pensava que se sobrevivesse ao tratamento e encontrasse a sua filha, far-lhe-ia finalmente a vontade e tirariam juntos uma foto com muitas rendinhas, como ela tanto desejava, para a capa da Caras-Galadhon. Ela ficaria toda contente e as rendinhas sempre serviriam para tapar todas aquelas ligaduras e costuras, ia pensando ele – Au! Cuidado!!!
Seguiu-se o pobre Olorin, que pensava saudosamente nas chicotadas da Mellon e prometia a si próprio nunca mais discutir com o outro Olorin, quando abriu os olhos e lhe pareceu ver alguma coisa a materializar-se no meio da sala; pensou que afinal estava muito pior do que imaginava (ou então era do tratamento), mas quando voltou a olhar pareceu-lhe ver a figura de Saruman;  :blink:  mas estava estranha, como se não fosse real mas apenas um fëa tomando uma forma visível; assustado, disse: “Está ali alguém” e todos olharam.  Na verdade, a figura de Saruman tomava forma e parecia flutuar no meio do laboratório. Olhava-os fixamente e por fim disse, com uma voz poderosa mas parecendo vir de longe:

“Sim, é o meu fëa e foi-me permitido voltar, pois tenho algo importante para vos dizer.
 Há muito tempo, quando ainda estudava a tradição dos Anéis do Poder, descobri um antigo livro Noldorin, com o título “Quentulessë Morion” – “Lenda do Regresso do Escuro”, que fala duma estranha Profecia:  os Três Anéis Élficos juntos com um quarto objecto  tinham o poder de abrir as Portas da Noite, havendo assim o perigo de Morgoth voltar. Então, os Elfos criaram um contra-feitiço para inverter essa magia: uma frase poderosa, composta por quatro palavras, em que cada uma  está  ligada a um dos objectos. Temendo que estas informações caíssem nas mãos erradas, codifiquei essa frase na forma de quatro Desafios, que estão escondidos em Isengard; depois de resolvidos, cada um  revela uma palavra do contra-feitiço que fecha  as Portas da Noite. O primeiro desafio codifiquei na Porta de Orthanc: terão de o resolver  para entrar na torre e ler o antigo livro Noldorin;  ficarão também a conhecer o simbolo que terão de procurar para descobrirem os outros desafios. Quando conhecerem todas as quatro palavras, terão de resolver um anagrama para a frase ficar na ordem correcta e assim ser eficaz. Há no entanto um problema: um dos esconderijos foi violado, penso que por um dos Nazgul. Terão de calcular qual é essa palavra, a única que está na mão do inimigo.
Pois os Três Anéis Élficos desapareceram, não é assim? Vê-se pela forma como as estrelas se movem no céu, o momento da profecia aproxima-se! Se não querem que o Inimigo Negro volte e as Trevas dominem a Terra Média,  vão a Isengard e resolvam os desafios. Vão, o tempo urge!”


E desapareceu! Ficaram todos muito sérios a olhar uns para os outros e a Evenstar esfregou os olhos.
- O espirito de Saruman esteve mesmo aqui? Não sonhei? Falou duma antiga Profecia dos Três Anéis e do regresso de Morgoth?  
- Sim, e que esse livro estava na Torre de Orthanc e era a chave para se resolver este mistério! O que acham? Será uma armadilha para nos afastar de Dol Guldur? – perguntou o Eru – Saruman não era de muita confiança, para o fim...   :glare:
- É verdade, mas muitas coisas batem certo com o que ele disse. Se os Três estão mesmo a ser usados com o propósito de abrir as Portas da Noite, o caso é mais grave do que imaginávamos – argumentou Maharet – e nesse caso, temos de saber bem com o que estamos a lidar!   :huh:
- E dando crédito às palavras de Saruman, temos 4 desafios para resolver, e cada um revelará uma palavra do contra-feitiço que temos de usar para inverter o processo – disse  Mormegil.
- Três, pois parece que um foi roubado – acrescentou Aegnor.
- E o primeiro desafio é o da Torre de Orthanc – continuou Theoden – se resolvermos esse desafio, ficamos com uma das palavras e conseguimos entrar na Torre.
- E ficamos também a conhecer  o símbolo que temos de procurar para encontrar os Desafios. – disse Azaghal.
- Depois temos de descobrir o antigo livro que fala dessa Profecia, o  Quentulessë Morion - acrescentou Annawen. - Penso que Morion é um dos nomes porque Morgoth foi chamado, o Filho Escuro.  :unsure:
- O quarto artefacto deve ser o que roubaram aos Elfos de Mirkwood! – exclamou  Bijuca – As coisas parecem bater certo! E agora, o que fazemos?
- Talvez fosse melhor irmos já para Orthanc – disse Daedhel – Damos uma vista de olhos, e se não se passar nada por lá, ficamos a saber que foi falso alarme e seguimos para Dol Guldur. Mas é melhor verificar.
- Concordo plenamente em partirmos já! – exclamou o Olorin, levantando-se logo da cadeira e tudo – Não percamos tempo, o caso é muito grave! – e com a pressa até tropeçou na ligadura da perna que estava mal presa e se arrastava pelo chão.
O Daedhel ainda ia a protestar que não tinha terminado os tratamentos, mas os outros pareciam cheios de pressa e decididos a partir sem demora, principalmente o Azaghal, Aegnor, Mormegil, Bijuca, Eru, Maharet, Annawen, Evenstar e Olorin, que nem queriam acreditar na sua sorte e que se tinham livrado dos terríveis curativos.  
- Mas então eles não terminam o tratamento? – perguntou Anglachel, muito aborrecido por se ter oferecido para ser o primeiro.   :glare:
- Isto é mais grave! Vamos, a minha espada? – Ouviram-se várias vozes.
- Concordo! O meu machado? Vou já buscá-lo!
- Sim, partamos então sem demora!  :glare: – concordou por fim o Daedhel – os casos mais graves já estão tratados! Vamos então para Orthanc! – e ouviram-se vários suspiros de alívio – e pelo sim pelo não, levarei uma malinha com algum material para primeiros socorros…


* :blink:  :wacko:  :ph34r: *
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Daedhel em Junho 02, 2006, 02:03:06 pm
:lol:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 02, 2006, 02:55:34 pm
:lol: cada vez melhor! :lol:

ainda bem que estou desaparecida...assim livro-me dos tratamentos do Daedhel!  :evil:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: N3kr0 em Junho 02, 2006, 04:00:35 pm
COOOOOOOOOL

Théoden, Daedhel, Aegnor, Bijuca, Mormegil, Eru_o_Único, Azaghal, Maharet,
Olorin o Maia, Annawen, Evenstar e Anglachel... he lá tanta gente.

O que é se passa aqui... chamam-me paqui depois é esta vergonha... :ph34r:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elenaro em Junho 02, 2006, 04:19:03 pm
:wacko: Bem... por momentos pareceu-me ke estava a ler uma versao LotR do Hostel do Quentin Tarantino...  :blink:  :blink: Mas continuem... Está a ir bem... Embora de facto ache ke a partir de agora vou começar a andar armado sempre ke falar com certas pessoas aki do forum!  :P  :D  B)  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 02, 2006, 07:57:11 pm
Elanaro. o unico risco que corres é se te cruzares com o Daedhel numa altura em que estejas "lesionado"..... :grin:

Agora mais a sério.... ainda bem que me safei do tratamento do Daedhel...

O Sistema Nacional de Saúde tinha algumas coisas a aprender com ele.... :P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elenaro em Junho 02, 2006, 07:59:53 pm
Citar
Elanaro. o unico risco que corres é se te cruzares com o Daedhel numa altura em que estejas "lesionado"..... :grin:

Agora mais a sério.... ainda bem que me safei do tratamento do Daedhel...

O Sistema Nacional de Saúde tinha algumas coisas a aprender com ele.... :P
Elenaro se nao te importas :P :P :P

E eu espero mesmo o Daedhel nunca lhes ensine nada! :P :P Ainda começamos todos a ter de ir a espanha para tratamento médico!  :P  :P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Aegnor em Junho 02, 2006, 08:06:39 pm
Ainda bem que me safei :D  nada dessa medicina ocidental, agulhas, facas :crazy:  eu prefiro medicina "Ocidental", nada como uma boa curandeira élfica a cantar uns cantos de poder e umas ervinhas. ^_^  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 02, 2006, 11:17:11 pm
Citar
a cantar uns cantos de poder e umas ervinhas. ^_^
*:evil:*

Mas como vocês são malvados!!!  :glare: Então não repararam que o Daedhel estava cheio de boas intenções para tratar do pessoal...  :rolleyes:  :blink:  :wacko:  :ph34r:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elenaro em Junho 02, 2006, 11:18:51 pm
Sim... claro!  <_<  Dai a quantidade de bisturis e outros materias cortantes nas redondezas nao?!  :huh:  <_<  :P  :P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Daedhel em Junho 03, 2006, 12:55:19 pm
Pois claro. :evil:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Anglachel em Junho 03, 2006, 05:56:42 pm
Agulhas :crazy:  :crazy:  :crazy:

O Daedhel que tratamento fizeste a ti proprio?  :rolleyes:  :P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Daedhel em Junho 03, 2006, 07:20:28 pm
Eu cá não preciso disso... quanto a vocês, é o que se chama de fugir com o rabo à seringa!! :P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Tar-Aldarion em Junho 03, 2006, 09:07:33 pm
Só hoje éq começei a ler isto... tá tão giro :)  :w00t:  :w00t:  :w00t:  :w00t:  :w00t:  :w00t:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elrond of Rivendell em Junho 05, 2006, 11:52:36 am
Ehehehehe :lol: :lol: :lol: tá muito giro :) , tá o máximo :D … mas só até uma parte  <_< … depois já não achei piada nenhuma  :angry: … já não me bastava ter uma cicatriz de batalha  que ainda por cima me dizem “Posso fazer uns golpezinhos para a costura ficar com um ar mais élfico”  :crazy: … ora tenham paciência :ranting: … que me valham os Valar :ranting: … vocês já viram a quantidade de vestidos que vou ter que fazer para a Mellon  :ph34r: para conseguir pagar uma cirurgia de correcção na corporation-dermoelfica para remover esse atentado à minha bela face  :angry: ???
Não há direito :ranting:… ainda corro tudo ao paulada  :glare: … afinal quem é conhecido por ser um Mestre na cura sou eu…  :rolleyes:  :closedeyes:
Achei incrível a falta de timing do fëa do Saruman  :glare: … já que era para aparecer bem podia ter sido depois do jantar e poupava-nos aos tortuosos cuidados do Daedhel :ranting: :ranting: :ranting:
 
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Anglachel em Junho 05, 2006, 04:36:25 pm
Alguem nao gostou de tar de frente para a agulha para variar :lol: :lol:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Théoden em Junho 05, 2006, 06:18:15 pm
Depois dessa pausa forçada e imprevista, continuemos! :)

------

- Ora, pois muito bem, então vamos logo!
Estavam todos com muita pressa de sair, pois o laboratório do Daedhel não era exatamente um lugar agradável (ainda mais pelo que ele fazia lá!). Apesar dos curativos, a caravana de heróis estava feliz por seguir numa nova aventura; bem, na verdade, alguns não estavam assim tão felizes.
- Olórin, se pisares novamente numa das minhas ataduras, juro que vais precisar de MAIS CURATIVOS AINDA!  – dizia o Théoden, que mal conseguia andar.
- Pois então pára de arrastá-las por aí! Francamente, pareces uma múmia mal-feita! Estás ridículo!
- Daedhel, sinceramente, acho que exageraste nas suturas! :unsure: Nem os vestidos que eu faço para a Mellon têm tantas costuras! – reclamava Mestre Elrond. – E acho que perdeste um ponto aqui...

Deixando a Barad-dûr, seguiram para o Norte, passando pela Porta Negra. Mas ao chegarem na margem do Anduin, o Mormegil estancou e de repente perguntou:
- Pessoal, como é que nós vamos atravessar o rio?
Seguiu-se um silêncio desanimador. De fato, tinham saído tão às pressas, e de modo tão desorganizado, que ninguém havia pensado nisso. Finalmente, o Aegnor quebrou o silêncio:
- Pois, é verdade. Não pensamos nisso, devíamos ter passado por Osgiliath! Agora acho que vamos ter de encontrar um lugar onde possamos vadear o rio!
- NEM MORTO! – disse o Théoden. – Não vou atravessar esse rio a vau! Minhas ataduras vão ficar encharcadas e os curativos vão arder! Nada feito, prefiro voltar e passar por Osgiliath!
- Calma, calma, não é caso para desespero. Elrond, dá-me a palantír. Eu vou ligar para a Mellon, pedindo que ela envie algumas balsas para cá, e aí atravessamos o rio. – propôs então a Bijuca, tirando uma solução da manga.
E assim ela fez. Mas a Mellon demorava a atender... chegou-se a pensar que tinha ido passear nos seus jardins e esquecera-se da palantír. Finalmente, o rosto da perversa rainha de Mordor apareceu na pedra mágica:
- Olá, desculpem a demora. É que estou com alguns probleminhas por aqui...
Antes mesmo que a Bijuca pudesse perguntar que tipo de problemas eram esses, ouviu-se o que parecia ser batidas na porta, e a voz do LordOfRings, que gritava:
- Mellon! Mellonzita, minha rainha! Abre aqui a porta, por favor!
Sem conter o riso, a Bijuca rapidamente colocou a situação à Mellon. Esta, por sua vez, respondeu:
- Claro, não há problema. Enviarei uma tropa de orcs com algumas balsas, mas primeiro preciso resolver este assun...
E a voz do LordOfRings de novo:
- Vai, Mellonzita! Não sejas assim! Abre aqui a porta!
- LordOfRings, sinceramente – disse a rainha, num tom bastante impaciente, voltando-se para a porta - quantas vezes vou precisar dizer-te que meu chicote serve para CASTIGAR, não para...
E voltando-se novamente para a palantír, disse:
- Muito bem, preciso desligar. Mas vou atender ao pedido, não se preocupem.
Antes que a palantír fosse desligada, os que estavam na margem do Anduin ainda puderam ouvir:
- Muito bem, LordOfRings, pára com isso ou te mando para a câmara de torturas!
- Sim, faz isso, por fav...
Ninguém pôde conter o riso! Este, no entanto, durou pouco, pois soava mais ou menos como "HAHAHAHA ai, ai, ai meus curativos...". Quando todos pararam de rir, o Théoden pediu à Bijuca:
- Bijuca, empresta-me a palantír para mandar uma mensagem para Meduseld; ordenarei que tragam alguns cavalos até a outra margem para irmos até Isengard. Assim, não precisamos fazer tanto esforço, tão machucados como estamos. Só espero que eu consiga montar com todas essas ataduras! :mellow:
- POIS, ESTÃO TODOS MACHUCADOS POR QUE NÃO ME DEIXARAM TERMINAR O TRATAMENTO! angry: Mas se estão reclamando tanto, eu posso terminar aqui mesmo! Eu trouxe minhas ferr... quer dizer, meus instrumentos médicos! - irritou-se o Daedhel.
- Mas já nem arde nada... - disse o Anglachel.
- E essa costura ficou mesmo ótima! - emendou Mestre Elrond.
- Na verdade, acho que eu fico muito bem com essas ataduras! - apressou-se em dizer o Théoden.

Entretanto, enquanto as balsas não chegavam, a comitiva resolveu fazer uma pausa para comer, pois já tinham andado um bom pedaço. Mas foi uma refeição silenciosa. Não pela expectativa, mas porque os curativos ardiam quando se falava, e então todos só falavam o que era estritamente necessário... além do mais, sempre corria-se o risco de o Daedhel cumprir a promessa. Mestre Elrond, em especial, estava extremamente pensativo; enquanto, ao seu lado, o Théoden derrubava o prato no chão (não conseguia mexer-se direito por causa das ataduras), e era auxiliado pela Evenstar, Mestre Elrond, ao seu lado, preocupava-se:
- Meu Deus, será que fiz bem em deixar Rivendell aos cuidados de Lord Ingwë? Será que quando voltar as coisas estarão no lugar ou não vou encontrar nem sequer uma agulha e um carretel de linha?! :wacko:

Passado um par de horas, a tropa de orcs chegou, trazendo as balsas. E nossos bravos heróis então realizaram a travessia. Do outro lado, alguns soldados de Rohan esperavam, com cavalos para todos.
Agora iam muito mais rápido, e com menos esforço, o que lhes permitia admirar a paisagem. Desde o fim da Guerra do Anel, as belas terras de Rohan estavam pacificadas, graças ao seu rei belo, altivo, nobre, garboso e valente (acho que o narrador está comprado... :P), que, inclusive, servia de guia na ocasião:
- Bem, se olharem à sua direita, verão o Forte do Abismo de Helm; foi altamente danificado na Batalha do Abismo, e agora está em fase de reconstrução.
Todos admiraram o porte da construção, mas a Maharet, em especial, interessou-se mais pelo estrago que Saruman tinha feito à muralha do forte:
- Nossa, ele deve ter usado munição pesada! Algo como o "Gramática Completa de Entês Antigo"... que estrago! :blink:

Cavalgaram sem cessar o resto do dia, pelos prados verdejantes de Calenardhon; apesar da paisagem agradável, freqüentemente ouvia-se reclamações do tipo:
-Meu Eru, como sacolejam esses cavalos! Ai, ai, meus curativos!
Mais ou menos na metade do caminho, a comitiva passou por outra construção de grande porte (menor que o Forte da Trombeta, mas ainda assim bastante grande). Parecia-se com uma torre, mas podia-se notar que não fora para defesa que havia sido construída. O Aegnor então perguntou:
- Théoden, que construção estranha é aquela?
- É um velho silo, que usávamos para guardar cereais nos invernos mais rigorosos. Hoje em dia está desativado, mas penso em usá-lo no futuro para estocar amêndoas...

Mais algumas horas e finalmente chegaram a Isengard. Já era noite alta. Sem demora, foram até a torre de Orthanc. Constantando que a porta de fato não abria, Mestre Azaghâl disse:
- Vejam que estranho, a porta não abre! Saruman disse a verdade, a entrada está codificada! :blink:
- E vejam, há um pergaminho na porta! - disse a Annawen, lendo-o - Está cheio de perguntas! Deve ser o tal desafio de que Saruman falou!
- E quando o resolvermos, a porta deve abrir-se! :ph34r: - concluiu o Eru.
- Muito bem, temos de avisar o resto do pessoal! Bijuca, a palantír! Isso! Não, não, segura-a para mim, eu não consigo com essas ataduras todas! - disse o Théoden.
O Théoden então enviou uma mensagem aos outros:
- A entrada da torre está mesmo codificada! Parece que Saruman falou verdade e vamos ter vários desafios para vencer. Pedimos reforços para a Torre de Orthanc!
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Anglachel em Junho 05, 2006, 06:43:50 pm
Balsas :blink:  :blink:  :blink:  :blink:  :blink: Tiveram de esperar por orcs para trazer musica e dançar um valsa para atrvessar :lol:

o que e uma balsa??? canoa???
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Théoden em Junho 05, 2006, 06:49:34 pm
É uma jangada! :P

Ah, essas diferenças lingÜísticas... :rolleyes: :P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 05, 2006, 07:21:23 pm
:lol::lol::lol: Está DEMAIS, Théoden!!! :lol::lol::lol: MUITO, MUITO ENGRAÇADO :lol: :lol::lol:

 :P Ah, e está sendo preparado um silo para colocar amendoas...  :rolleyes: quase fico arrependida...  :blush:  mas parece-me que os heróis, apesar de muito reclamarem, vão começar a melhorar rapidamente depois de tão suaves tratamentos   :blink:  :unsure: :ph34r:

A Mellon e o LordOfRings estão DEMAIS!!! :lol::lol::lol:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elenaro em Junho 05, 2006, 09:25:40 pm
Citar
É uma jangada! :P

Ah, essas diferenças lingÜísticas... :rolleyes: :P
Barreiras linguisticas?!!?!  :blink:  :blink: Não era suposto falarmos a mesma lingua?!  :P  :P

Eu cheira-me é que alguem anda a negligenciar o tempo de antena das tardes da sic!!!!  :glare:  :glare:  :P  :P Então eles andam a dar akelas telenovelas da globo umas atras das outras para que?! huh?!  :P  :P  :P


P.S.: Isto não tem nada de anti-novela da globo. Foi só uma referencia humoristica!

P.S.S.: Isto não tem o intuito de ofender nenhum sotaque da lingua portuguesa!

P.S.S.S.: Qualquer reclamação por favor apresentem-na ao departamente de novelas da TVI!

P.S.S.S.S.: Nada do que foi dito antes tem qualquer intuito publicitario!


 :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  :P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 05, 2006, 10:41:09 pm
Está magnifico!  :w00t:

:lol: :lol:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 05, 2006, 10:53:23 pm
Algo de errado se passou na história. (nao, não são as ligaduras/ataduras do Theoden. Não, não são as costuras nos ferimentos de Elrond e não, nao é o desejo incontrolável de LordOf Rings levar umas chicotadas que, como todos sabem faz bem à circulaçao. Eu próprio, antes de iniciar uma grande viagem, peço a alguem para me chicotear sem dó nem piedade)

O que realmente se passou de estranho na história foi:

Eu a andar a cavalo :angry:..... Nunca na vida. de certeza que corri atrás dos outros como é próprio de um anão como eu (mesmo que tenha 1.80m)....

O único degenerado da minha família que ando a cavalo foi esse tipo pequenino que se armou em amigo dos elfos chamado Gimli.... :ranting:


devaneios à parte.

A história está muito engraçada....

e quando começam os desafios?

Quero ver a porta de orthanc a abrir-se de par em par para os valorosos herois (principalmente um anão fantástico que faz parte da comitiva) poderem descobrir o que se esconde no seu interior.....
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 05, 2006, 11:01:33 pm
Citar

O único degenerado da minha família que ando a cavalo foi esse tipo pequenino que se armou em amigo dos elfos chamado Gimli.... :ranting:

 

Então, Azaghal, não refiles... (dizer isto a um Anão  :rolleyes: ) já viste que se fosses a correr, podias chegar lá muito cansado e o Daedhel ainda te dava uma colher do fortificante???   :unsure:  :puke:  :P

Quanto a falar por aí que só um Anão da sua família se armou :crazy: em Amigo dos Elfos  :glare:  esteja caladinho que ainda não sabe tudo o que o espera!!!   ^_^ :P

Amanhã eu posto a minha aventura e da Arwen em Dol Guldur  :P e quarta feira, terá lugar o 1º Desafio, o da Porta de Orthanc!  :w00t:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Aegnor em Junho 05, 2006, 11:27:16 pm
Tá demais Théoden! :lol: Qualquer dia têm que fazer um livro só com as aventuras dos Tolkienianos! ^_^  :P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elrond of Rivendell em Junho 06, 2006, 10:12:33 am
Ehehehehe :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: mas um maravilhoso capitulo da saga Tolkieniana…  :D
Ó Aegnor,  :rolleyes: olha que a ideia de fazer um livro só com as aventuras dos Tolkienianos não é má de todo  ^_^ … ehehe :lol: :lol:
 
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Eru em Junho 06, 2006, 05:25:21 pm
:lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: v
Que venham os desafios ;)
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 06, 2006, 07:09:09 pm
Gwen caminhava cuidadosamente pelos escuros corredores de Dol Guldur, sustentados por colunas cheias de rostos atormentados. De vez em quando um vitral com a figura de Sauron deixava entrar alguma claridade, bem como alguns archotes, única iluminação daquela lúgubre fortaleza. Chegou à entrada duma sala com uns rebordos estranhos dos lados... parou, receosa! Pegou num archote e atirou-o para dentro da sala. Imediatamente duas lâminas foram accionadas cortando o archote ao meio, e recolheram novamente. Bolas! Tinha de parar a armadilha!
Pegando noutro archote fez accionar de novo as lâminas, enquanto colocava a sua lança numa das ranhuras. As lâminas ficaram no meio da sala, a trabalhar sem parar... mas já não saíam dali! Passou com cuidado, lamentando perder a lança. Foi dar a uma galeria onde se via, em baixo, uma arena onde wargs dilaceravam alguns pedaços de carne. Afastou-se e chegou a uma sala com muitas portas, que pareciam celas. Parou, ao ouvir alguém chorar baixinho… cautelosamente, aproximou-se dessa porta e espreitou por um postigozinho.
- Arwen? – Perguntou admirada.   :huh:
- Gwen? – imediatamente Arwen correu para a porta – Oh Gwen, tens de me tirar daqui!
- Claro! É só descobrir como isto se abre…
- Depressa, Gwen!!! Eles trazem os necromantes, e eles sugam-nos toda a vida, até a alma… já os vi fazer isso. Prisioneiros tornados monstros, sem vontade… tenho de sair daqui!
- Calma… calma! - e num desespero, andou à volta da sala! As portas não tinham fechadura, por isso devia haver um mecanismo que as abria. Reparou num a um canto… mas em frente estava uma imagem em baixo-relevo da cabeça dum balrog, que não a tranquilizou nada! Lembrou-se de ver uns escudos pendurados na sala e foi buscar um, aproximando-se com o escudo a protegê-la… foi bom tê-lo feito, pois uma labareda saíu da boca do balrog assim que se aproximou do mecanismo! Mesmo com o escudo sentia um calor intenso… rapidamente, moveu uma alavanca e viu uma porta abrir-se, mas não era a da cela da Arwen… tentou novamente, e desta vez acertou. As duas correram uma para a outra e abraçaram-se!
- Haverá mais prisioneiros? – Espreitaram mas não havia mais nenhum.
Fecharam as celas e continuaram por outro corredor… as paredes eram de pedra e tinham uns estranhos dizeres vermelhos, que pareciam escorrer.
- Aquilo é tinta ou sangue? – perguntou Arwen.   :unsure:
- Seja o que for está na língua negra de Mordor. Mas como vieste parar aqui, Arwen? Pensava que estavas com o teu pai.
- E estava, até me apanharem em Minas Morgul – explicou Arwen – Tencionavam manter-me prisioneira para poderem fazer chantagem com o meu pai, no caso dele aparecer. Parece que roubaram algo muito valioso e temem uma represália.
- O que será? E que mais ouviste, Arwen?
- Falam com grande reverência de alguém a quem chamam... Gorthaur. Não era um dos nomes de Sauron?   :ph34r:
- Sim, é o seu nome em Sindarin, Gorthaur, o Cruel. Que poderá isso significar? A sua forma física pereceu para sempre!   :huh:
Chegaram a uma bifurcação e tentavam decidir por que lado continuar quando ouviram passos pesados vindos da direita. Rapidamente foram pelo corredor da esquerda, até que chegaram a um amplo corredor onde algumas armas e tapeçarias adornavam a parede.
- Temos de avançar com cuidado – disse Arwen – mas onde viemos ter?
- Parece que nos aproximamos dos aposentos de alguém importante; temos de descobrir alguma coisa, sair daqui e ir ter com os outros. – Respondeu Gwen, e tirou uma espada da parede – Fica com ela, Arwen, é pequena e leve, maneja-se bem. E não hesites em usá-la, se necessário!
- Não hesitarei! – Disse Arwen com um ar feroz – parece bem afiada!
Chegaram à porta duma sala comprida e o chão era dois grandes blocos de pedra. Assim que entraram a porta atrás delas fechou-se com estrondo; aflitas, viram que também a porta do outro lado da sala começava a fechar-se. E depois o chão começou a mover-se... cada bloco recolhia para a parede, deixando ver um buraco cada vez maior coberto por estacas afiadas, algumas com cadáveres espetados.
- O chão está a desaparecer – disse Arwen, muito aflita.  :blink:
- Corre para a porta, rápido! – Exclamou Gwen, e ambas começaram a correr. Tiveram de dar um grande salto, conseguindo passar mesmo antes da porta fechar.
- Mesmo a tempo! Que susto! – disse Arwen – Olha, há uma alavanca deste lado.
Puxaram-na e viram as portas abrir de novo, e os dois grandes blocos a unir-se.
- É melhor assim, para descobrirem o mais tarde possível que estivemos aqui. Mas espero bem que haja outro caminho para sair.   :huh:
Nisto ouviram uns passos ligeiros e pouco depois estava diante delas um enorme warg que as olhou ameaçadoramente, mostrando os seus dentes afiados e rosnando ferozmente.
- Não te mexas! – disse Gwen, agarrando com força o punho da sua espada.
- E se cantássemos o hino a Elbereth? – sugeriu Arwen.
- Boa ideia! – e ambas começaram a cantar baixinho, sem tirar os olhos do warg:

”A Elbereth Gilthoniel
Silivren penna míriel!
O menel aglar elenhath…”


O warg continuava a rosnar, mas já não parecia tão ameaçador. Deu um passo em frente e começou a abanar a cauda, enquanto ambas continuavam a cantar docemente… com gestos muito cautelosos, aproximaram-se e fizeram-lhe uma festa no lombo, e ele lambeu primeiro a mão de uma e depois da outra. Já não tinha aquele aspecto terrível, aquele olhar de loucura como que enfeitiçado por uma magia terrível!
- É só um lobo – disse Arwen, abraçando-o – E é lindo!  :wub:
- Sim  :wub: - disse Gwen, não se cansando de lhe fazer festas – Parece que quebramos o encantamento que o tornava aquela fera horrível. E vai ser um bom amigo aqui dentro.
- Temos de pensar num nome para ele – disse Arwen muito séria.
- Narmodil? – Perguntou Gwen, ao fim de um tempo – Lobo Amigo em Quenya, que te parece?   :)
- Adorei! Narmodil! – disse Arwen, dando-lhe um grande abraço.
Descansaram um pouco, mimando o Narmodil, e depois continuaram sempre perto dele, até que chegaram a um salão imponente; havia uma porta gravada com a figura negra de Sauron, e de cada lado partia um corredor. Não se via ninguém. Rodearam o salão andando na sombra e evitando tocar nas colunas, que pareciam feitas de caveiras verdadeiras. Chegaram junto da porta, que estava entreaberta e espreitaram; era uma grande sala rodeada de estantes e com uma mesa com papeis. Estava vazia.
- Vamos – e os três entraram na sala. – Arwen, podes ficar a ver se chega alguém? È a nossa oportunidade de tentar descobrir algo!
Arwen concordou e Gwen aproximou-se da mesa; reparou num desenho feito cuidadosamente, de um estranho salão circular. Também viu um mapa e percebeu que era de Dol Guldur: meteu-o no bolso e concentrou-se novamente no desenho.

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/saladetrono1.jpg?t=1228734898)

Estavam representados três tronos e três pedestais, com um Anel cada; existia um quarto pedestal com uma espada preta, aparentemente suspensa no ar e com o gume para cima. Em todos os pedestais havia uma palavra escrita em Sarati, mas não as conseguia ler sem as suas tabelinhas. Os anéis pareciam-se imenso com os Três dos Elfos, e o seu coração bateu mais depressa: “Que poderá significar isto? E porquê o uso das Sarati de Rúmil, o mais antigo e poderoso sistema de escrita?”    :huh:
Ao lado havia um pergaminho escrito em Tengwar; decifrou as primeiras linhas e percebeu que era uma charada: “Tenho a cor de Borgil, Ardente como Jóia de Fogo…"  
- Gwen, estou a ouvir algo – avisou Arwen e o Narmodil rosnava baixinho.
- Então vamos! – e guardou também o desenho e o pergaminho. Espreitaram mas não se via ninguém; Gwen consultou o mapa e segredou: “Pela esquerda”. Saíram cautelosamente e então apanharam um grande susto, pois detrás duma coluna surgiu um enorme Troll que atirou com uma maça quase as apanhando. Arwen ainda ficou ferida num braço com os picos da arma e deixou cair a sua espada; Gwen apanhou-a e lançou-se sobre o Troll com ambas as espadas, fazendo-lhe dois grandes golpes que o fizeram rosnar de raiva, mas recebeu um safanão e foi bater numa coluna. O caso estava muito mau se não fosse o Narmodil: atirou-se à garganta do Troll e só o largou quando ele caíu com estrondo no chão. Depois correu para a Gwen que o abraçou: “Meldo Narmodil, hantalë!” e foram ter com a Arwen.
Deitava sangue do braço e Gwen ligou-lho com uma tira do vestido; mas ela era corajosa e em breve se sentia melhor.
- Vamos antes que apareça mais alguém – disse, levantando-se. Foram pelo caminho da esquerda: era um túnel de terra batida e parecia que caminhavam por uma longa caverna, mas a certa altura Arwen disse:
- Que serão aqueles orifícios na parede??? – e o Narmodil também parou. Na verdade viam-se vários orifícios de ambos os lados.  
- Vamos atirar uma pedra para ver o que acontece – e assim fizeram. Imediatamente viram setas saírem dos orifícios conforme a pedra passou.
- E devem estar envenenadas – disse Gwen – nós podemos passar evitando os orifícios, apesar de ser arriscado! Mas o Narmodil... é muito perigoso!   :(
Sentiram-se ambas aflitas. Mas de repente ouviram muito barulho ao longe.
- Já devem ter descoberto o Troll – disse Arwen – E agora virão atrás de nós. Que fazemos?   :(
- Temos de ir por aqui! Nunca passes à frente desses orifícios, Arwen; a seguir vou eu com o Narmodil, talvez o consiga ajudar nalgumas partes mais difíceis.
Arwen avançou evitando os furos, enquanto Gwen a observava e olhava à volta, tentando descobrir algo que fizesse parar as armadilhas. Tinha muito medo que o Narmodil fosse ferido; era quase certo que ele não conseguiria passar nalguns pontos sem ser atingido. :(  Nisto sentiu aproximar-se uma presença poderosa e agarrou na sua espada; viu uma porta abrir-se onde julgava ser só parede e uma figura envolta num manto negro com capuz, surgiu da escuridão.
“Vão! Desligarei as armadilhas por alguns minutos e eles nunca pensarão que foram por aqui.”
“Quem és tu?” – perguntou Gwen em pensamento, sabendo que ele a ouvia tal como ela o ouvira a ele. Não teve resposta, mas viu-o tirar algo debaixo da sua capa, um fio de mithril com uma pedra branca que brilhava intensamente. “Também tens uma!”  :huh:  e Gwen tocou na Pedra Elvëa do seu colar. – “E porque acho que te conheço?”
Ouviam-se passos e vozes cada vez mais próximos.
“Vão! Eu atraso-os! Mas sejam rápidos a passar!” - e o Narmodil aproximou-se dele e lambeu-lhe a mão. Depois avançou pela caverna, olhando para trás para ver se Gwen o seguia; ela olhou uma última vez a misteriosa personagem e depois correram os dois pela caverna até apanharem a Arwen, que avançava cuidadosamente.
- As armadilhas estão desligadas por alguns minutos – informou Gwen – mas temos de ser rápidos.
- Que bom! E parece-me que já vejo a luz do dia!
Assim era e em breve chegaram ao fim do túnel. O terreno era irregular e havia um profundo fosso, mas uma ponte levava ao outro lado, à Floresta!!   :w00t:
Passarram pela ponte a correr e sentaram-se junto a uma árvore, meio escondidas e muito aliviadas: tinham escapado de Dol Guldur! O Narmodil também parecia contente e disposto a continuar com elas. Gwen olhou para a terrível fortaleza e tocou na Pedra do seu colar: “Namárië ar hantalë, nildo Elda!”
- Conseguimos! Agora temos de encontrar os outros – disse Arwen, fazendo festas ao Narmodil.
- Vou tentar contactar alguém pelo meu palantír; lá dentro não dava sinal! Espero que aqui já dê.
Tirou-o do bolso e viu-o brilhar intensamente.
- Alguém está a tentar contactar – exclamou, e ela e Arwen ficaram a observar muito atentas. O Narmodil também olhou o que as fez rir. Era o Théoden!

“A entrada da torre está mesmo codificada! Parece que Saruman falou verdade e vamos ter vários desafios para vencer. Pedimos reforços para a Torre de Orthanc!”

- Mas que se estará a passar em Isengard? E o que terá acontecido ao Théoden para estar todo ligado? – perguntou Arwen.   :huh:
- Em breve saberemos; parece que todos temos muitas novidades – disse Gwen - Vamos, para Orthanc! - E os três viraram para Sudoeste. – E o Narmodil vem connosco, VIVA!  :w00t:


----------------------------------

Em anexo, o misterioso desenho que trouxemos da biblioteca de Dol Guldur  :huh: como é estranho!!!

Um GRANDE AGRADECIMENTO ao meu colega João Pedro  :) que com muita paciência e um grande entusiasmo desenhou a sala  :w00t: HANTALË  (http://masterbyte.no.sapo.pt/smileys/hug2.gif)

E também um GRANDE AGRADECIMENTO ao Elrond  :w00t: que fez este LINDO NOVO BANNER  ^_^ com o Narmodil!  :w00t: (http://masterbyte.no.sapo.pt/smileys/hug2.gif)
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: N3kr0 em Junho 06, 2006, 07:42:10 pm
Gwen amiga, tens um talento para contar histórias que me impressionou,
principalmente nesta última história, O SUSPENSE... :huh:

palminhas...  :w00t2:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 06, 2006, 08:03:55 pm
Hantalë, Nil...  :P N3kr0 ;)

Ficou grande demais  :huh: mas andar dentro de Dol Guldur não é fácil...  :P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 06, 2006, 08:07:57 pm
^_^  Finalmente vou poder colocar o banner!!!  :w00t:

Aiya Narmodil. Bem vindo às nossas aventuras, caro amigo. Hantalë!  :P  :)


Já te tinha dado os parabéns, mas volto a dá-los por uma história magnifica e envolvente.  :)  Parabéns!  :D  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Théoden em Junho 06, 2006, 09:02:27 pm
Ficou maravilhoso, Gwen! :D Como o N3kr0 bem disse, tem um suspense digno de Dol Guldur.  :ph34r: ;)

E a parte das armadilhas... digna de Indiana Jones! :P

E quem diria... um warg bonzinho? :P Mais um membro para a comitiva! (B)

E a sala... que mistério.  :ph34r: Os Anéis devem mesmo ser os Três, mas e a espada negra? E o que dirão as Sarati? E quem será o ser misterioso?  :ph34r:

O jeito é esperar os próximos capítulos! :P

E já agora, achei que a figura ficou muito bem feita... :D Deve ter dado muito trabalho, parabéns ao teu amigo! ;)
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 06, 2006, 09:19:08 pm
:w00t: Que bom que gostaram  :)

Sim, o desenho está EXCELENTE  :w00t: o meu colega trabalhou dias e dias nele, desenhando tudo de raiz. Eu de início pensei que ele tinha ido buscar algumas coisas, mas não  :huh: quero dizer, só a espada, os anéis e as "pedras"  :P de resto foi tudo desenhado por ele  :) está O MÀXIMO  :w00t: e transmite bem uma atmosfera sinistra e misteriosa  :ph34r:

Aliás, tenho de agradecer a todos os meus colegas a grande paciência que têm para me aturar :grin: entre runas, tengwar, mapas, Quenya, desenhos de espadas e salões misteriosos, nem sei como eles conseguem   :unsure: :ph34r:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Aegnor em Junho 07, 2006, 12:22:14 pm
A história tá excelente! :w00t: Como disse o Théoden, digno de Indiana Jones e certamente melhor que Tomb Raider :P Tantos misterios para desvendar! ^_^  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elrond of Rivendell em Junho 07, 2006, 01:45:37 pm
e mais uma magnifica, empolgante e excelente história!!!  :w00t:  :w00t:  :w00t:
Quase que me sentia a ver “os salteadores da arca perdida”, tal era o nível de acção e a quantidade de armadilha  :rolleyes:  :D … digamos que a casinha de campo do Sr. Sauron  :ph34r:  não é recomendável para turismos de habitação nem a cardíacos  :rolleyes: … :lol: :lol: :lol: :lol: :lol:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 07, 2006, 07:30:25 pm
:closedeyes: E mais um relato da nossa Grande Aventura!   :w00t: :P

--------------------------

Todos os bravos heróis olhavam atentamente para o pergaminho na Porta de Orthanc.
- Vejam, há um desenho das Portas de Mória no Desafio – disse Mestre Azaghal, emocionado.
- Sim, e também algo escrito em Tengwar – observou Mestre Elrond, interessado.
- Para além das perguntas – resmungou Olorin, o Maia.  :glare:
- Eu trouxe alguns livros comigo – disse Eru, sentando-se no chão e espalhando o conteúdo da sua mochila. Na verdade trazia bastantes, o que entusiasmou Maharet e  Evenstar  que se sentaram logo ao pé dele.
- Como eu gostava de ter aqui a nossa Istya  – desejou Bijuca – tenho a certeza que encontraríamos lá a resposta a muitas destas questões.
- E no Portal também, certamente  ^_^ – acrescentou Aegnor – algumas perguntas são mais complicadas!  :huh:
- Ora, mas o que é isso! – disse Théoden – Nada de desanimos! Não vão ser umas perguntinhas à toa que nos vão vencer!  ^_^
- E em breve chegarão reforços, espero! – disse  Mormegil – para quem enviaste a mensagem, Théoden?
- Para todos os povos livres da Terra Média! – respondeu Theoden – todos de boa vontade são bem vindos: parece que não vão faltar desafios. E o perigo é grande! :unsure:
- Vamos, ao trabalho, há muito a fazer! – disse Daedhel.
Sentaram-se todos e estavam muito entretidos de volta dos livros, tentando resolver as questões.
- Este livro dava uma boa munição – não pode deixar de observar Maharet, ao folhear o Complete Guide to Middle-Earth. O Eru tirou-lho imediatamente da mão.
- Toma, fica antes com este – disse, passando-lhe um fininho.
- Custa-me muito a concentrar depois deste passeio a cavalo! – desabafou Mestre Azaghal  - Precisava de um pouco de exercício para descontrair, de arrancar umas cabeçitas... – e ia manejando o seu machado. A Annawen, que estava sentada ao pé dele, resolveu afastar-se um pouco, pelo sim, pelo não...  :huh: e reparou que vinha alguém a entrar no círculo de Isengard.
- Vejam, já estão a chegar reforços! – e todos olharam. Na verdade aproximavam-se três figuras, ainda indestintas.
- Mas... é a minha filha! – e Mestre Elrond correu ao encontro dela, apesar de não ir muito depressa... “malditos curativos” – resmungou baixinho, quando teve a certeza que o Daedhel não o podia ouvir.
- E a Gwen – disse Anglachel – mas... o que vem com elas? Um warg???  :blink:
Todos se levantaram e observavam admirados. Viram Mestre Elrond e Arwen abraçarem-se emocionados; a Gwen avançou mais um pouco com um enorme lobo e parou a alguma distancia deles, colocando a mão sobre o lombo dele. Depois disse, sorrindo:
- Aiya! Este é o Narmodil! Veio connosco.  :)
- Mas Gwen... não é um warg??? – perguntou Anglachel. :unsure:
- Não: é um lobo que foi treinado para ser um warg! Ele ajudou-nos imenso em Dol Guldur.
- Sim – reforçou Arwen, vindo juntar-se a eles. – atacou um Troll que quase acabou connosco. Tem sido um amigo formidável.  ^_^
Todos olhavam o Narmodil sem saber bem o que pensar... tinha, ao mesmo tempo, um ar feroz e meigo, e também os observava atentamente.
- Eles são amigos, Narmodil – disse Gwen fazendo-lhe festas, e em breve ele abanava a cauda, parecendo querer estabelecer relações amigáveis. O Daedhel aproximou-se e também lhe fez uma festa.
- Como é grande! E Narmodil não é um nome Quenya?
- Sim, significa Lobo Amigo.
- Ele é tão fofo! – exclamou Maharet, que também se tinha aproximado – quer dizer que vai fazer parte do grupo?  :w00t:
- Claro que sim – disse Arwen – não é LINDO? :wub:
Em breve todos rodeavam o Narmodil e faziam-lhe festas, muito satisfeitos.
- Tem um ar inteligente - disse Théoden - e se vos ajudou, já é meu amigo também!  ^_^
- Mas que te aconteceu, Théoden, para estares nesse estado? - perguntou Gwen.
- Fui ferido na Batalha de Minas Morgul - explicou ele - e depois meteu-se na cabeça do Daedhel que nos havia de tratar... :unsure: vê só como fiquei, todas estas ataduras...  :(
- Ligaduras...  - disse Gwen - essa tua maneira de falar de Rohan...  :P
- E lá estás tu me contrariando...  :glare: - começou Théoden, mas os dois deram um grande abraço.
- Gostei do nome do Narmodil – exclamou Evenstar - E como é forte!
- Muito!  ^_^ – garantiu Arwen – só queria que o vissem a lutar com o Troll!
- Então é muito bem vindo entre nós – garantiu Aegnor – Parece que inimigos é coisa que não vai faltar!
- Mas o que aconteceu? – perguntou Gwen – nós recebemos uma mensagem do Théoden quando saímos de Dol Guldur, pedindo reforços para aqui.
- Roubaram os Três Anéis dos Elfos – esclareceu Eru – e depois apareceu o fëa do Saruman, dizendo que havia uma antiga profecia que dizia que os Três, com um quarto objecto, tinham o poder de abrir as Portas da Noite. E assim há o perigo de Morgoth voltar!  :ph34r:
- E também roubaram algo aos Elfos de Mirkwood – acrescentou Elrond – não sabemos ainda o quê. Não há dúvidas que parece que alguém está a tentar abrir as Portas da Noite!  :glare:
- Saruman soube dessa profecia por um livro antigo que está na Torre de Orthanc – continuou Daedhel – e que tem o contra-feitiço que inverte esse processo. É uma frase poderosa, composta por quatro palavras; mas Saruman codificou a frase na forma de quatro desafios!
- E um deles está na Porta de Orthanc! – explicou Aegnor – Quando o resolvermos, ficamos com uma das palavras e abrimos a Porta.
- Depois temos de procurar o livro e os outros desafios – disse Olorin.
- Mas que confusão! – exclamou Gwen – No entanto, não tenho dúvidas que se alguém está a tentar abrir as Portas da Noite é em Dol Guldur; e penso que também é lá que estão os Três Anéis! Vejam este desenho que encontramos lá numa biblioteca.

(http://img.photobucket.com/albums/v633/eruounico/Tolkien/saladetrono1.jpg)

Todos observaram interessados!
- Mas que salão misterioso! – disse Anglachel.  :huh:
- Parece uma réplica do templo de Sauron em Númenor – observou Maharet – e reparem, cada pedestal tem também uma palavra  dando força ao respectivo artefacto!  :huh:
- Então o inimigo também tem uma frase de poder! – disse Azaghal – temos mesmo de descobrir o contra-feitiço, agora não há dúvidas que estão a tentar abrir as Portas da Noite.  :glare:
- E vejam aquela espada – exclamou Mormegil – uma espada negra, aparentemente apontada aos céus! Será aquele o artefacto que roubaram aos Elfos de Mirkwood?  :huh:
- Os Anéis são os Três, não restam dúvidas! – resmungou Elrond – o meu querido Anel ali...  :(
- Mas que espada será aquela? – perguntou Bijuca – como parece antiga e poderosa... e que estranho ser preta!  :huh:
- Que saibamos só existiram duas assim – disse Annawen – A Anglachel e a Anguriel, feitas com metal vindo do céu. Mas ambas desapareceram... A Anglachel partiu-se e segundo a lenda antiga, Varda colocou-a nos céus junto com Túrin, na constelação de Menelmacar, a Espadachim do Céu.  ^_^
- É verdade – confirmou Daedhel – Na tradição mais antiga essa constelação representa Túrin com a sua espada Anglachel, protegendo Arda do regresso de Morgoth; por isso é também chamada a Guardiã Eterna do Mundo.
- Mas a Anguriel perdeu-se na queda de Gondolin, não é assim? – perguntou Evenstar – Nunca se soube o que aconteceu a essa espada, a gémea da Anglachel. :huh:
- Agora fiquei arrependida de não ter trazido as cartas celestes que vi lá nessa biblioteca  :glare: – disse Gwen – havia bastantes espalhadas numa mesa!  :(
- Pois! Mas foi quando ouvimos barulho e apareceu o troll – continuou Arwen – saímos meio à pressa...
- Au! Au! – pareceu confirmar o Narmodil, e todos riram.
- Foi uma pena os Elfos de Mirkwood não terem dito que artefacto lhes roubaram! – lamentou Aegnor – recearam que a mensagem pudesse ser interceptada.
- Penso que o melhor que podemos fazer agora é tentar resolver o Desafio da Porta - disse Théoden - assim já conseguiremos entrar na Torre, e quem sabe lendo o antigo livro Noldorin descobrimos que espada é essa!  :huh:
Todos concordaram e voltaram a concentra-se no Pergaminho que estava preso na Porta.

(http://img.photobucket.com/albums/v633/eruounico/Tolkien/DesenhoPortaOrthanc.jpg)

- O início está em Tengwar no Modo Português, parece-me – disse Gwen – tenho aqui uma “tabelinha” desse Modo; é bastante fácil de decifrar. Até porque Saruman escreveu em Tengwar exactamente como o fazemos em Português, o que está errado!  :P Mas bem, é mais fácil para nós assim!  :rolleyes: – e todos observaram atentamente a Tabela.
– Desculpem, mas eu vou descansar um bocado – continuou Gwen  e passou-lhes a “tabelinha” das Tengwar, sentando-se junto a uma árvore.  Andar por Dol Guldur não tinha sido fácil. O Narmodil foi ter com ela e em breve brincavam os dois.
– Parece que está a chegar mais pessoal para ajudar! - acrescentou - EXCELENTE!  ^_^

---------------------------------------------

E agora o pergaminho :) Como nem todos estavam a conseguir ver as imagens em anexo, penso que o melhor é colocar todas as imagens aqui  :closedeyes: se alguém continuar a não conseguir ver, por favor diga alguma coisa ;)

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/DesafioPortaOrthanc1Pergaminho.jpg)

 :P E agora a Tabela das Tengwar, Modo Português  :) Obrigada, Eru, pela ajuda com as imagens ;)

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/TabelaTengwarPortugues.jpg)

As respostas devem ser enviadas para a minha Caixa de Mensagens :) Vamos, pessoal, FORÇA[/b][/size], temos de abrir a Porta!!!  :P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: N3kr0 em Junho 08, 2006, 12:12:42 am
A mulher passou-se...  :huh:

Tou com dor de cabeça já...  ^_^

VAMOS A ISTO... espera era isto...

VÃO A ISTO PESSOAL... :D  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 08, 2006, 12:30:37 am
é só isto o desafio? que desilusão....

nem uma cabecinha de um orc para decepar? a minha colecção pede mais....
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 08, 2006, 10:44:34 am
Já podia ter respondido se não tivesse de ir dormir... atrasei-me...  :(

Mas ainda posso recuperar!  :P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elrond of Rivendell em Junho 08, 2006, 04:40:57 pm
Ora deixa cá ver isto  :closedeyes: … as tengwar já estão traduzidas  ^_^ … vamos ao resto… :P  :w00t:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 08, 2006, 05:44:40 pm
:w00t:  :w00t:  :w00t:  :w00t:  :w00t: E já temos a POrta aberta!!!  :w00t:  :w00t:

Foram estes os seguintes HERÓIS a participarem neste Desafio:

- Mormegil  ^_^ Azaghal  ^_^ Aegnor  ^_^ Maharet  ^_^ Arwen, a Estrela Vespertina  ^_^

Cada pergunta valia 2 pontos, se tivesse incompleta 1 ponto, e se não acertassem 0  :P fico muito contente por ver que todos leram bem as Tengwar  :w00t:

O GRANDE VENCEDOR foi o Aegnor  :w00t: com todas as respostas certas, logo seguido da Maharet  :w00t: também com todas as respostas certas, apenas com uma incompleta  :) só referiste um Gelmir ;) a seguir, Azaghal e Arwen  :w00t:  :w00t: e por fim o Mormegil  :w00t: mas todos estiveram MUITO BEM B)

Deixo aqui as respostas do Aegnor  :) alguma dúvida por favor digam ;)

Citar
As tegwar dizem: "sou a gémea daquela que esta gravada no ceu"

1-Onde ficava Hisilóme e o que significa o nome?
Hisilome ficava no norte de Beleriand, cercada pelas montanhas da sombra a oeste, sul e leste. Mais conhecida pelo nome em Sindarin, Hithlum, que significa "Terra da Névoa".

2- Quem foi Gelmir?
Houve dois Gelmir de renome. Um foi Gelmir, filho de Guilin, de Nargothrond, capturado na Dagor Bragollach, morto na Nirnaeth Arnoediad. O outro foi um elfo noldorin do povo de Angrod que foi como
mensageiro de Cirdan a Nargothrond.

3-Porque o Vale de Azanulbizar não tinha arvores?
Porque depois da Batalha ai travada entre os anões e os Orcs os anões derrubaram as arvores para fazer fogueiras para queimar os corpos dos mortos, custume contrario à sua tradição de sepultar em pedra, mas as grandes perdas a isso os obrigaram.

4-Quem foi o autor da narn i hin hurin?
Foi Dirhavel, um homem de Dor-lomin.

5-O que estava escrito na Porta de Mória, que simbolos estavam desenhados e quem escreveu e desenhou esses simbolos?
Estava escrito "Portas de Durin, Senhor de Mória. Fala, amigo, e entra." E em baixo "Eu, Narvi, fi-las. Celebrimbor de Hollin desenhou estes símbolos."
Os símbolos eram uma bigorna e um martelo, encimados por uma coroa com sete estrelas, símbolo de Durin, duas árvores com crescentes de Lua, e no meio da porta brilhava uma estrela com muitos raios, a Estrela da Casa de Fëanor.

6- Telchar foi o maior dos artesãos dos Anões. Quem foi o seu mestre?
O mestre de Telchar foi Gamil Zirak.

7-Qual o mais antigo artefacto existente na terra Media feito pelos homens, e qual a história desse artefacto?
O ceptro de Annúminas, originalmente pertencente aos senhores
de Andunie em Númenor, foi trazido para a terra media por
Elendil apos a Queda, passou pelos Reis de Arnor, de Arthedain
e pelos capitães dos Dunedain até Aragorn o empunhar novamente
como rei de Arnor e Gondor.

8-Qual o nome da espada de Beren erchamion?
Dagmor.

9-Que livro é por vezes designado como "contos de Tavrobel e quem é o seu provavel autor?
Sem certeza, acho que é o Livro Dourado, escrito por Eriol, com as histórias que ouviu em Tol Erëssëa.

10-Qual o destino das Palantir?
As palantir de Annúminas e Amon Sûl perderam-se no mar
quando o barco de Arvedui naufragou. A de Osgiliath perdeu-se
no Anduin durante a Guerra das Familias. A Pedra de Elostirion
foi levada de volta para Aman no fim da 3ª era. A pedra de Anor
e de Orthanc sobreviveram na 4ª Era. O destino da Pedra de Ithil
é desconhecido. Pode ter sido destruida na queda de Sauron mas
as palantir eram feitas de um material resistente e há uma hipotese
de ter sobrevivido.

-----------------------------------------------------------------

Todos os heróis se esforçavam por resolver as questões do Pergaminho. Mormegil, Azaghal, Aegnor, Maharet e Arwen eram os mais empenhados  ^_^  e em breve faziam suas tentativas, lendo as suas Repostas em voz alta defronte da POrta. POr vezes ela abanava muito, mas nunca mais abria  :glare: Já estavam a desanimar  :( Até que o Aegnor leu as suas! E de repente...

- Vejam, está a acontecer algo!  :huh: disse a Maharet
Todos se aproximaram da Porta, muito interessados.

(http://s76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/th_DesenhoPorta2.jpg)

- Estão a aparecer umas letras vermelhos no pergaminho... :blink: - disse Azaghal

- Sim! E um símbolo qualquer... - acrescentou Mormegil

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/SimboloSauruman.jpg)

- Que símbolo estranho! - disse  Arwen!
- Esse símbolo não me é estranho...  :glare: - disse Aegnor - Já vou confirmar umas coisas nos livros. De qualquer forma, já sabemos que temos de fixar esse símbolo: ele será uma "pista" para descobrirmos os outros desafios.
- Repara, Aegnor, as letras vermelhas estão a ficar mais nítidas...  :blink: - disse Maharet.

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/DesafioPortaOrthanc2.jpg)

- ANGURIEL! :blink: - exclamou Aegnor
- IRËF! - disse Arwen  :huh:
- Anguriel é então o nome do artefacto - continuou Mormegil.
- E a outra palavra deve ser a "palavra de poder" que está ligada a esse artefacto. - acrescentou Azaghal.
- Mas não deve ainda estar por ordem  :glare: - disse Aegnor - Saruman falou que no final, depois de termos descoberto todas as Palavras de Poder, ainda tinhamos de resolver um anagrama! Apenas sabemos que a palavra de poder que está ligada à Anguriel tem estas letras: um I, um R, um Ë e um F :glare:
- Acenta-a para não nos esquecermos - aconselhou Maharet. - E vejam, já se consegue abrir a porta... :w00t:
- VIVA! BOA AEGNOR :w00t: - disseram todos - Vamos lá então...  :unsure: o que será que nos espera na Torre de Orthanc???  :huh:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 08, 2006, 07:57:43 pm
sim!!

o que será que nos espera em Orthanc?

será perigoso...
 
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Maharet em Junho 09, 2006, 05:04:27 pm
ora bem, é a minha vez :P

Theoden experimentou empurrar a porta, que desta vez abriu com facilidade. Apesar de ter sido ele a abri-la, foi o último a conseguir entrar, pois as suas ligaduras prenderam-se a uma fresta na madeira.
Entraram dois a dois, olhando em redor. A princípio não se via nada, mas devagarinho foram habituando-se à escuridão. A porta abria para um curto corredor sem qualquer decoração. Depois vinha uma sala redonda, com o desenho de Isengard gravado no chão. Mas quando entraram e olharam para cima viram que não era bem uma sala. Havia duas portas, uma á esquerda e outra á direita e em frente começava uma escada em caracol, que subia ás voltas até ao tecto muito distante. Por vezes a escada parava num pequeno patamar que dava para uma porta e depois continuava.
– Há ali uma tocha – reparou Mormegil. De facto, havia uma tocha no corredor da porta da direita. Mormegil correu a ir buscá-la.
– Isto é um pouco estranho – comentou Bijuca. – Pensava que a torre estava abandonada.
– Talvez alguém tenha ficado aqui preso quando puseram o selo na porta – sugeriu Maharet. – De qualquer das formas, temos que ter cuidado.
– Já agora, alguém sabe o caminho? – Perguntou Theoden.
– Da última vez que aqui estive, a biblioteca era lá em cima – disse Olorin, apontado para o tecto e secretamente pensando que ainda bem que não ali estava o outro Olorin para dizer “Eu é que já aqui estive!”.
– Bem, então… toca a subir! – Disse Eru, dirigindo-se para as escadas. Narmodil correu logo atrás dele com a língua de fora. Todos os outros olharam para cima antes se o seguirem. Era uma longa subida.
Com Mormegil na dianteira segurando a tocha, o grupo começou a subir degrau a degrau. A princípio subiam com energia, gozando uns com os outros como se estivessem a fazer uma corrida. Mas à medida que os andares iam passando, o silêncio foi-se instalando. Agora cada um apenas ouvia o batimento do seu coração em esforço e a sua própria respiração ofegante. As escadas pareciam estender-se para o infinito. O chão já estava bem longe, mas o tecto parecia teimar em não se aproximar.
Por fim, exaustos, pararam para descansar. Escolheram um pequeno patamar com uma porta fechada e sentaram-se nos degraus. Cada um bebeu um gole de água do seu cantil e massajou as pernas. Ninguém falou, estavam todos demasiado cansados. Só se ouvia o respirar peado de Narmodil que também estava cansado. Por fim Azaghal, que era o que estava sentado mais próximo da porta, quebrou o silêncio.
– Estou a ouvir qualquer coisa…
Azaghal, Mormegil e Daedhel, que eram os que estavam no patamar, encostaram os ouvidos á porta e no meio de muitos shhht e shiuuu, ouviram vozes do outro lado da porta.
– Que fazemos? Vamos ver o que é? – Perguntou Daedhel.
– Devíamos despachar-nos… Devem ser orcs. O melhor é continuarmos sem fazer barulho – aconselhou Annawen.
– Além de que não sabemos quantos são – atalhou Evenstar.
– Eu diria que temos mais com que nos preocupar – disse Gwen que, ao ouvir Narmodil rosnar, levantara-se. – Olhem ali em baixo.
Todos olharam para onde ela apontava e viram um grupo de orcs dois patamares abaixo.
– Já nos viram – disse Elrond. – Preparem as armas, eles estão a subir.
Eram oito ao todo, mas quando chegaram ao encontro das espadas dos nossos heróis, já dois tinham caído com um calhamaço nos dentes. Como as escadas eram apertadas, só cabiam dois a dois. Quando os dois últimos viram o que acontecera aos quatro primeiros ao encontrar as lâminas dos nossos heróis  (e os dentes do nosso lobo favorito), desataram a correr escada abaixo. Não foram longe, levando um com um compêndio receitas de culinária dos hobbits e o outro com a flora de Fangorn.
Esperaram durante uns segundos que aparecesse mais algum, Como não, continuaram a subida. Talvez por irem mais animados depois da acção, o caminho pareceu mais fácil e mais curto. Ainda assim, quando finalmente chegaram ao último patamar, todos respiravam ruidosamente. A porta abriu-se para uma pequena sala escura. Haviam mais um vão de escadas.
– Acho que é por aqui – disse Olorin, subindo as escadas. Encontravam-se agora numa antecâmara, a sala da torre mais bonita que tinham visto até então. Uma única passagem dava para a sala onde o trono de Saruman repousava vazio. No chão estava incrustado um desenho que todos repararam ser praticamente igual ao do pergaminho.
– Já me lembro! Este símbolo tem a ver com a astronomia. Penso que existe nesta torre uma sala sem tecto onde antigamente se estudavam os astros.
– Será que também teremos que encontrar essa sala? – Perguntou-se Arwen.
– Uma coisa de cada vez – atalhou Olorin. – Até porque a biblioteca é já na sala seguinte.
Mormegil correu a acender as velas dos lustres de pé. As paredes eram forradas com estantes repletas de livros e pergaminhos enrolados. Ao meio da sala havia uma enorme mesa, coberta de livros abertos e cartas desenroladas. Através de uma pequena janela podia-se ver que estavam muito alto. A noite já se pusera e uma bela lua cheia reinava no céu.
– Que confusão – comentou Evenstar.
– Será que há por aqui algum calhamaço que eu possa usar? – Perguntou-se Maharet.
– Deixa isso para depois – repreendeu-a Olorin. – Temos que encontrar o tal livro.
– Ora como se chamava o livro? Quentulessë Morion não era? – Perguntou Arwen para enquanto começava a ler as lombadas dos livros de uma estante.
– É isso mesmo – confirmou Eru, fazendo o mesmo noutra estante. Em breve todos procuravam pelas prateleiras, murmurando “Quentulessë Morion… Quentulessë Morion…”.
– Cá está! – Gritou Bijuca. Tirou o livro da prateleira de cima e trouxe-o para mesa. Todos se aproximaram para ver. Era um livro muito fino. Na sua lombada quase não se liam as pequenas letras douradas inscritas da capa negra. Na frente a capa era totalmente lisa. Todos sustiveram a respiração e até Narmodil ficou em silêncio quando Bijuca o abriu e se debruçou para ler.
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 09, 2006, 05:10:38 pm
Isto está a ficar interessante...  :w00t:  mais1!!  :P  :D  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 09, 2006, 07:03:18 pm
:w00t:  :w00t:  :w00t: LINDO!!! :w00t:  :w00t:  :w00t: E como sabe bem chegar e ler a continuação da história  :w00t:  B)   :P EXCELENTE TRABALHO, Maheret ;)  ^_^  

Citar
Apesar de ter sido ele a abri-la, foi o último a conseguir entrar, pois as suas ligaduras prenderam-se a uma fresta na madeira.

:lol: Tadinho do Théoden  :P Já vai sendo tempo de se livrar das "ataduras", como se diz em Rohan   :rolleyes:  :P

Citar
disse Olorin, apontado para o tecto e secretamente pensando que ainda bem que não ali estava o outro Olorin para dizer “Eu é que já aqui estive!”.

:evil:

Citar
Cada um bebeu um gole...

Aqui apanhei um susto!!!   :blink:  por momentos pensei se seria um gole do fortificante...  :ph34r: :lol: felizmente era água...  :rolleyes:  :P

Citar
Quando os dois últimos viram o que acontecera aos quatro primeiros ao encontrar as lâminas dos nossos heróis  (os dentes do nosso lobo favorito),

UAU!!!  ^_^ ADOREI!!! B)

Citar
Não foram longe, levando um com um compêndio receitas de culinária dos hobbits e o outro com a flora de Fangorn.

:lol::lol::lol: :evil: Suponho que foram atirados com perícia pela Maharet e Evenstar  ^_^  :P

Citar
Todos sustiveram a respiração e até Narmodil ficou em silâncio quando Bijuca o abriu e se debruçou para ler.

 :huh: Finalmente vamos ficar a saber dessa Profecia...  :unsure:

 :rolleyes: silâncio...  :P :evil:

LINDO ;)
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 09, 2006, 07:07:46 pm
mas que bem.....

agora só falta a continuação....

e o que estaria atrás da porta no patamar onde paramos?

espero que sejam orcs..... adoro orcs [size=8](podem-se cortar aos bocadinhos e como têm uma cabeça achatada dão taças espectaculares), [/size]ao contrário deste animal peludo que nos segue por todo o lado.....  <_<  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: N3kr0 em Junho 09, 2006, 07:08:10 pm
Voçês kerem matar alguém aki, kerem, kerem...

isso é muito pouco :crying:

kero mais :crying:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Maharet em Junho 09, 2006, 07:14:41 pm
Citar
:rolleyes: silâncio...  :P :evil:
 
pronto pronto... ñ kero k t falte nada :P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 09, 2006, 07:58:53 pm
:glare: Com franqueza, Mestre Azaghal!!!  :mad:

Não se meta com o Narmodil, não vá ele ainda "safá-lo" de alguma embrulhada...  :P


---------------------------------------------------------------------------------

Mas Mestre Azaghal estava muito aborrecido!!! Ainda estava a pensar no que estaria atrás daquela porta, e pensava já na altura em que a abriria e enfrentaria uma série de orcs!
-  Adoro orcs - confessou ele - podem-se cortar aos bocadinhos e como têm uma cabeça achatada dão taças espectaculares - disse com um ar entendido - ao contrário deste animal peludo que nos segue por todo o lado.....   :glare: -acrescentou!
- Azaghal!!! - disse a Bijuca, muito zangada - como podes falar assim???  :mad:
- Não digas disparates, Azaghal! - continuou a Maharet - Logo agora que descobrimos o livro...  :glare:
- RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR!!!!!! - rosnou Narmodil, muito zangado! Ele percebia tudo  ^_^
- Pronto, Narmodil, deixa! -  (http://masterbyte.no.sapo.pt/smileys/hug2.gif) disseram Arwen e Gwen, tentando acalmá-lo - Não lhe ligues  :glare:  ele é assim mas é um bom Anão...   :P  apesar daquele tamanho escandaloso, e de andar a cavalo, e de ser amigo dos Elfos :evil: apesar dele negar isso tudo  :rolleyes:  pois como qualquer bom Anão está sempre a resmungar...  :P
- E quase que aposto que ele gosta imenso de ti - acrescentou Gwen - Aquela é a maneira desajeitada dele o dizer...   :glare:  
- Por mim o Narmodil é bem vindo, todos os seres de Eru tem hipotese de salvação e o Narmodil prova-o - disse Aegnor, e Gwen olhou-o muito séria e fez-lhe uma vénia.
- Sábias palavras do mais Nobre Elfo que conheço  :closedeyes:
- Au! Au! - concordou o Narmodil.   :closedeyes:
- Enfim, os Elfos gostam de todos os animais, excepto de aranhas  :crazy:  mas isso é pessoal!  :closedeyes: - continuou o Aegnor - E os lobos são animais fantásticos  ^_^
- Concordo plenamente  ^_^ - disse Arwen.
- E os cavalos também  ^_^  - acrescentou Théoden.
- E a mão que segura o machado está a ficar com comichão!  :glare: - retorquiu Azaghal - Logo se vê durante a aventura, se  considerarei alterar o meu juizo em relação a ele, ou não  :glare:  
- Parem com essa discussão e vamos ler o livro!!! - disse Elrond.    :glare:
- Qual livro??? - perguntou Gwen, que estava zangada e a apetecer-lhe embirrar      :glare:
- Este de capa negra... – respondeu Daedhel irritado, e com o seu mau feitio levava já a mão à espada.    :brutallsabre:
- Negra ou vermelha? - perguntou Gwen agarrando em alguns livros que estavam espalhados pela mesa e preparando-os como arma de arremesso. – Não precisas de livros para estudar para os exames?   :brutallsabre:
- Parem com isso imediatamente!!!   :angry:  - repetiu Elrond - mas que grupo com mau feitio!!!     :glare:
- É que ainda não nos tinhamos cumprimentado como deve ser...   :P – disfarçou Gwen, ao ver que Mestre Elrond estava mesmo zangado – Narmodil, larga os sapatos do Daedhel...  - acrescentou, ao vê-lo de volta da mochila do General de Mordor, e ambos foram rapidamente para o outro lado da mesa temendo uma tempestade!!   :ph34r:
E finalmente lá voltaram todos a concentrar-se no antigo livro Noldorin! 


-------------------------------------------------------------------------------------

 ^_^  E isto vai ficar na história!!!  :P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elenaro em Junho 09, 2006, 10:20:22 pm
Boa...  tou a perder o melhor da festa!!  :crying:  :crying:  :crying: Graças aos exames... :ranting:  :ranting:  :ranting:


De qualquer das maneiras a história está a correr bem!  :D  :D  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 10, 2006, 12:44:34 am
Citar

De qualquer das maneiras a história está a correr bem!  :D  :D
De certa maneira está.

só nao me agrada a companhia dequele animal peludo que se baba quando lhe fazem festinhas..... :P

preferia a companhia de um troll!!! <_<


Senhora Gwen. que história é essa de eu gostar de andar a cavalo, e ser amigo dos elfos.....

para por as coisas em pratos limpos permitam-me umas palavrinhas:

1 - se estou neste grupo foi porque assim quis. amizades à parte

2 - os cavalos são animais perigosos e nao dao jeito nenhum em batalhas. Como diria aquele degenerado do gimli (pelo menos disse uma coisa certa) "vou cortar pescoços a orcs e nao o cabelo a homens!"

3 - Que culpa tenho eu de olhar para o "narmodil" <_< e ver um servo de sauron pronto a morder-me o pescoço.... nao confio em lobos e nao vai ser agora que vou começar.....

4 - se ele me livrar de alguma situação complicada então, e só então considerarei alterar o meu juizo em relação a ele. até lá.....
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Junho 10, 2006, 12:45:55 am
ve la nao faças um "chop chop" acidental ao bichano...
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 10, 2006, 12:54:15 am
nao sei, nao sei....

a mao que segura o machado tem andado com uma comichão!!!! :P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 10, 2006, 01:01:43 am
:rolleyes: Hum...  :rolleyes:  :P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 10, 2006, 06:38:40 pm
GRRR! como podes dizer isso do meu querido Narmodil!!!!! :ranting:

Se ele é um servo de sauron então tu és o próprio Morgoth!  :rolleyes:

Deixa lá, Narmodil, que ele gosta de ti e tem medo de o admitir!  :P  :rolleyes:



A história está a ficar maravilhosa...no próximo evento quero ajudar!!!  :P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Aegnor em Junho 10, 2006, 06:45:55 pm
Por mim o Narmodil é bem vindo, todos os seres de Eru tem hipotese de salvação e o Narmodil prova-o :D No outro dia vi um programa sobre lobos, só dava vontade dos agarrar e abraçar, são animais fantásticos. ^_^ Enfim, os Elfos gostam de todos os animais :D excepto de aranhas :crazy: mas isso é pessoal! :closedeyes:
 :P

A história tá mesmo fantástica, venho o próximo!!! :w00t:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Daedhel em Junho 10, 2006, 08:43:50 pm
Citar
Na sua lombada quase não se liam as pequenas letras douradas inscritas da capa avermelhada.
O livro não era de couro negro... GWEN?? <_<

Tá giro Maharet, mas é "estavam muito alto", não "altos". ;)
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Maharet em Junho 10, 2006, 08:55:51 pm
Citar
Citar
Na sua lombada quase não se liam as pequenas letras douradas inscritas da capa avermelhada.
O livro não era de couro negro... GWEN?? <_<
ooooops! ñ t zangues com a Gwen, k a culpa foi minha! ela disse-m para mudar mas eu eskeci-me :P
vou já alterar
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Théoden em Junho 10, 2006, 09:51:33 pm
Citar
2 - os cavalos são animais perigosos e nao dao jeito nenhum em batalhas.
Discordo completamente!  :angry:

:P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 11, 2006, 10:38:27 am
Citar
Por mim o Narmodil é bem vindo, todos os seres de Eru tem hipotese de salvação e o Narmodil prova-o :D
Sábias palavras do mais Nobre Elfo que conheço  :closedeyes:

- Au! Au!  ^_^ - o Narmodil também gostou!  :P

-----------

Pequena História lá de cima ditada de novo   :P  Aquele bocadinho está a ficar grande :evil:

 :rolleyes: Agora só falta mesmo é o "tal livro"  :ranting:  antes que começemos todos à espadeirada...     :brutallsabre:  :P
--------------------------------
Já agora, a que desafios estão a pensar concorrer?  :) Só para fazermos uma ideia e não irmos todos ao mesmo...  :P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 11, 2006, 01:38:44 pm
por mim participo no desafio do Narya!
 
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Maharet em Junho 11, 2006, 03:35:27 pm
se alguém está a pensar em fazer o desafio no Nenya diga!
ñ é k dps ñ possam mudar de ideias ou k ñ possam concorrer mm k tenham ñ tenham dito k iam, é mm só para m facilitar a história :P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 11, 2006, 03:52:33 pm
Nenya  ^_^  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Junho 11, 2006, 06:54:35 pm
Vilya ou Narya. um que esteja "livre". tanto faz.
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 11, 2006, 07:36:46 pm
POr preferência, o Nenya, claro  ^_^

Só se vir que há muito pessoal a concorrer a esse e pouco a outro desafio, posso mudar de opinião... e concorrer ao Vilya  :)

:evil: Ou ao Narya  :rolleyes: Kidding  :P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Ingwë em Junho 12, 2006, 10:49:59 am
/me bows

excelente trabalho

*wonder: como terá ficado rivendell depois da minha gerência? :D
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Daedhel em Junho 12, 2006, 11:25:41 am
Oh rapaziada decidam-se. :)

O "Narnya"?... Isso são crónicas a mais. :P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 12, 2006, 12:09:50 pm
:lol: n tinha reparado no erro! Ai Mormegil  :evil:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Junho 12, 2006, 01:03:38 pm
lol :D tem razao :D :lol: foi mmo "naquela" :rolleyes: tambem é só uma letra  :glare:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elenaro em Junho 12, 2006, 06:31:21 pm
Por mim qualquer um serve... Não sei se vou ter tempo para isto...  :crying:  :crying:

Malditos exames...  <_<  :ranting:  :ranting:  :hanged:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elrond of Rivendell em Junho 12, 2006, 08:28:41 pm
Citar
posso mudar de opinião... e concorrer ao Vilya  :)

 
É melhor que não mudes de opinião  :glare: … o Vilya foi-me entregue a MIM[/size]  por Gil-galad :bowdown: e por isso PERTENCE-ME[/size]… ok?  :ranting:  :ranting:  :ranting:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 12, 2006, 08:37:39 pm
Citar
Citar
posso mudar de opinião... e concorrer ao Vilya  :)

 
É melhor que não mudes de opinião  :glare: … o Vilya foi-me entregue a MIM[/size]  por Gil-galad :bowdown: e por isso PERTENCE-ME[/size]… ok?  :ranting:  :ranting:  :ranting:
olha um elfo vermelho.....

nunca tinha visto. mas que mau feitio.... <_<

ainda dizem que nós, os anoes, é que somos casmurros... :ranting:

quase que me apetecia ganhar o desafio do Vilya.... :P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 12, 2006, 08:43:06 pm
Conforme disse o próprio Elrond... "mas que grupo com mau feitio!!!" :lol: :P E pelos vistos, a começar por ele...  :glare:

 :huh: Lord Ingwë, eu preferia não falar no estado de Rivendell  :unsure:  principalmente com Mestre Elrond à beira dum ataque de nervos!  :P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 12, 2006, 08:52:00 pm
Voltando ao Topico e a esta maravilhosa aventura....

Depois de "discutir" com a Gwen (discutir no bom sentido) chegamos a uma conclusão que importa referir.

Ao dizer que escolhemos este ou aquele desafio nao impede que participemos noutros. por exemplo: Eu prefiro participar no desafio do Narya mas nada me impede de participar no do Vilya :P ou no do Nenya....

Isto para dizer o seguinte:

1 - Qualquer pessoa pode participar nos desafios todos (e ganhar)

2 - Na eventualidade de haver um só vencedor em vários desafios, essa pessoa deve escolher apenas um dos aneis. Isto porque é perigoso ficarem os aneis juntos (como se verifica)

3 - Ao escolher um dos aneis, o outro passará para o segundo classificado. vou explicar: Imaginem que eu ganho dois desafios o do Narya e do Vylia. e o Elrond ficou em segundo no desafio do Vilya. Eu escolho o Narya, para ficar comigo e o Elrond, como ficou a seguir no desafio do Vilya fica ele com o Vilya.

Alguma dúvida?????
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 12, 2006, 08:56:58 pm
Citar
Depois de "discutir" com a Gwen (discutir no bom sentido) chegamos a uma conclusão que importa referir.

 
 :closedeyes: Apenas resta definir "discutir no bom sentido"  :closedeyes:

Tivemos a treinar para quando encontrarmos inimigos!!! :lol:

 :brutallsabre:  :brutallsabre:   :P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Ingwë em Junho 12, 2006, 09:09:36 pm
Citar
Conforme disse o próprio Elrond... "mas que grupo com mau feitio!!!" :lol: :P E pelos vistos, a começar por ele...  :glare:

 :huh: Lord Ingwë, eu preferia não falar no estado de Rivendell  :unsure:  principalmente com Mestre Elrond à beira dum ataque de nervos!  :P
Será q tenho q me esconder? .... Mas Rivendell ficou tão mais bonito agora q está decorado pelos melhores decoradores de Valinor....
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elrond of Rivendell em Junho 12, 2006, 09:42:16 pm
:blink:  :blink:  :blink: Já não me chega terem-me roubado o meu lindo anel  :crying: , agora ainda tenho elfas, Anões e afins a fazerem-se a ficar com ele quando conseguirmos recuperar os 3 anéis Elficos  :glare: … e ainda me vem sua Senhoria, Lord Ingwë  :angry: (lá porque em Valinhor ouviu nos corredores das mansões de Manwë em Taniquetil que era o Rei supremo dos Elfos  :glare:  :P ), redecorar-me a casa  :crazy: … só espero que não tenha concorrido aqueles programas do people+arts tipo “na tua ausência” ou assim  :blink: …, que têm orçamentos pindéricos e fazer redecorações igualmente pindéricas…   :wacko:
não sei porquê  <_< , mas o meu dom de prever o futuro diz-me que vou ter muitas razões para dar uso… ao pau… :rolleyes:
 :rocket:  :mg:  :laser:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gandalf em Junho 13, 2006, 12:39:33 pm
:rolleyes: Ai, que isto vai tão animado
:mellow: Mas...
:unsure: Não posso,
:crying: Testes e Exames!
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 13, 2006, 12:53:40 pm
:glare: Mestre Elrond!!! Muito preocupado com o Seu Anel  e com a nova decoração da sua casa  :glare: (que nas mãos de Lord Ingwë, não tenho duvidas que ficará lindíssima  :huh:  :unsure: ) em vez de se preocupar em fechar as Portas da Noite??? :ranting: Pois parece que vou ter de agarrar de novo no pau...  :rolleyes:  mas para lhe dar com ele na cabeça!!!   :smash:

FORÇA para o pessoal que está em exames ;)

[size=8]* :unsure: Pelo sim pelo não, eu depois desta aventura vou passar uns tempos com Cirdan nos Portos  B) não sei porquê, algo me diz que é melhor ficar afastada de Rivendell...  :ph34r: *[/size]
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 13, 2006, 02:33:44 pm
Acho que o unico que tem de se preocupar em ficar longe de Rivendell é o Ingwe....

parece-me é que ele, como rei supremo dos elfos, impoe muito pouco respeito....

até ja deixa os seus "lacaios" :rolleyes:  fazer birra por uma qualquer peça de joalheria.... :huh:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 13, 2006, 04:11:48 pm
E la vem o pau ao barulho  :rolleyes:

Ai paizinho, nem eu me aproximo de ti nos proximos tempos!!!! Rivendell passa a ficar fora dos meus guias turísticos...  :lol: Acho que vou para Lothlórien durante um tempo...  :P

E parece que não sou a única... :lol: :lol:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 13, 2006, 10:24:43 pm
Citar
Ai paizinho, nem eu me aproximo de ti nos proximos tempos!!!! Rivendell passa a ficar fora dos meus guias turísticos...  :lol: Acho que vou para Lothlórien durante um tempo...  :P
 
E mais uma que se afasta do Elrond....

Desta vez a própria filha! <_<

Mas que raça mais complicada....

Cada vez mais convenço-me que ser anão é bem melhor :P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: annawen em Junho 14, 2006, 09:37:06 am
O que pra aqui vai!  :D

Não tenho estado com muito tempo mas vou tentar participar.

Ainda estou um pouco a leste em relação aos desafios mas se é para escolher um anel escolho o Nenya.  B)  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Ingwë em Junho 14, 2006, 04:16:42 pm
mas quem disse q rivendell estava em mau estado?? é q depois da minha equipe de decoradores ter passado por lá aquela favela ficou um must :D :D
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elrond of Rivendell em Junho 14, 2006, 04:39:12 pm
favela!!!!!!!!!! favela???????  :ranting:  :ranting:  :ranting:  :ranting:  :ranting:  :laser:  :laser:  :laser:  :mg:  :mg:  :rocket:  :rocket:

é preciso ter descaramento...  <_<  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 14, 2006, 08:49:57 pm
:lol: :lol: :lol:

Ja tou a imaginar o Elrond a correr atrás do Ingwë com o "pau" em riste.....

a única hipótese que eu vejo do Ingwë se safar é o elrond estar vestido com aquelas roupas estranhas com florzinhas que gosta tanto. parece-me que limitam um pouco os movimentos...


:lol: :lol: :lol:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Simbelmynë em Junho 15, 2006, 12:01:46 am
Entretanto, a pequena flor branca descansava sobre a campa de Theodred, quando algo a despertou. Passava-se algo estranho, podia senti-lo na terra sobre a qual crescia, e no vento. Podia sentir a preocupação de Kementári com o possível regresso de Morgoth, pois tendo sido uma das obras da sua criação, tinha em si parte do seu espirito.
Apercebeu-se então da inquietude e ansiedade que pairava no ar, e em todos os montes e vales e animais de Arda. E desejou profundamente que passasse.

-----------

Apeteceu-me escrever. Mas agora tenho que ir dormir, por isso fica assim, pequenino (:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 15, 2006, 12:13:46 am
Mas está MUITO BONITO, Simbelmynë  :) Espero que isso signifique que vais entrar nos próximos desafios (devem sair no fim de semana  :P ) o perigo é grande e toda a ajuda bem vinda ;)

E para treinarmos  :P vamos ver quem consegue ler o que está escrito em Tengwar  :rolleyes:

(espero eu que consiga postar isto... )
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 15, 2006, 12:24:16 am
eu consigo. :P

é para postar ou é só mesmo para treinar.... :huh:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 15, 2006, 11:10:20 am
POdem postar  :P é mesmo para o pessoal treinar :)

Sei lá, posta a 1 e 2, depois logo se vê se alguém tenta mais alguma...  :huh:

Ou então o pessoal pode fazer várias tentativas, cada um postando aquilo que lê :)
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Junho 15, 2006, 02:20:55 pm
1- porta
2- lagosta
3- abriu

eu lembrar  :w00t:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 15, 2006, 02:47:08 pm
ja postaram três...

eu continuo...

4 - Saída
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elrond of Rivendell em Junho 15, 2006, 03:45:23 pm
Citar
a única hipótese que eu vejo do Ingwë se safar é o elrond estar vestido com aquelas roupas estranhas com florzinhas que gosta tanto. parece-me que limitam um pouco os movimentos...
 
Pois não sei Lord Azaghal  :glare: … parece que falas com conhecimento de causa :rolleyes: … quando  também vestes as tuas roupas estranhas com florzinhas que tanto gostas sentes-te de alguma forma com o movimentos limitados???  :unsure:

E já agora, acho que te enganaste na tradução das Tengwar…  :glare:

Para mim a 4ª é Saindo e não Saída…  :closedeyes:

E o 5º é Casa, certo?
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 15, 2006, 05:40:07 pm
Certo, Mormegil e Elrond ;)

Tenham atenção à nasalização, pois neste documento "pelo menos isso" estará de forma correcta  :P quando há nasalização, coloca-se um "til" na "tengwa seguinte", Mestre Azaghal  :) quando a nasalização é no final da palavra, coloca-se a tengwa "Nwalme"  :)

E se repararem, apesar de escrevermos "casa" dizemos... "caza"  :P

Mais uns exercícios para treinar...  :P

Nota: Neste exercício está uma palavra que usa a Tengwa "Amba" (gancho)para a letra V :) eu pessoalmente uso a tengwa Vala :P é a palavra nº 5  :)

A 4ª palavra também não a escrevia assim  :huh: mas isto é um pouco como o Quenya, há várias opiniões...  :P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Maharet em Junho 15, 2006, 07:20:22 pm
1 - cabeça
2 - encostar
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Aegnor em Junho 15, 2006, 08:10:52 pm
3- também

4- dancar - nesta tive duvidas, presumo que seja dançar mas a tengwa lê-se K :unsure:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 15, 2006, 08:14:41 pm
3 - Também

4 - Dançar
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 15, 2006, 09:50:10 pm
Citar
3- também

4- dancar - nesta tive duvidas, presumo que seja dançar mas a tengwa lê-se K :unsure:
:w00t:  :w00t:  :w00t: Mas que alunos EXCELENTES!!! B)

Pois é, Aegnor, em princípio aí devia ter sido usada a tengwa Silme, pois na verdade dizemos "dansar"  :huh: e é curioso que na primeira palavra usaram essa tengwa para "cabesa"  :P mas às vezes acontece, fazemos bem numa palavra, mal noutra...  :ph34r: às vezes é complicado!   :unsure: ficamos com dúvidas sobre "como escrever"  :huh: já me aconteceu num texto ter a mesma palavra escrita de 2 maneiras, e só no fim reparar...  :blink:   :P

Eu no texto em tengwar para o desafio respeitei as "vogais" :) ou seja, escrevo "momento" e não "mumentu" como em princípio escreveria, pois acho que é assim que está correcto em tengwar. Tive receio que isso os baralhasse :blush: mas se soubesse que eram uns tão Grandes Mestres nas Tengwar  ^_^ tinha feito "como deve ser"  :P

Vamos, ainda faltam duas...  :rolleyes:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Simbelmynë em Junho 16, 2006, 12:01:03 am
5- lavanda ?
6- coração

e quero participar num desafio, nao importa qual (:
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 16, 2006, 12:06:55 am
:w00t:  :w00t:  :w00t: CERTO, Simbelmynë  :w00t: Bem, sinto-me orgulhosa!!!   ^_^

Os desafios devem ter postados no fim de semana   :)  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Ithilien em Junho 17, 2006, 02:59:12 am
Eu venho tarde, mas ainda a tempo certo? Também quero participar num dos desafios, qualquer um serve  :D

E benham eles  ^_^  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 18, 2006, 01:21:18 am
:rolleyes:

* :sleep1:  :sleep1:  :sleep1: *
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 18, 2006, 10:54:01 pm
con certeza que o tempo de mede de maneira diferente no mundo dos Tolkienianos....

o fim de semana está a terminar e nada de desafios. :ranting: :ranting:

será que ficaram com medo.....
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 18, 2006, 11:40:13 pm
:blink: Medo???  :mad: Essa palavra não existe no nosso dicionário...  :brutallsabre: a não ser, bem entendido, que seja o laboratório do Daedhel... :unsure:  :ph34r:

Um pequeno problema técnico, que esperamos resolver em breve  :P  :( sejam bons e pacientes...  :rolleyes: :vela:  :P Esperamos resolver isto em breve ;)
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Ithilien em Junho 19, 2006, 12:39:06 am
Não foi especificado o fim-de-semana, deve ser para o próximo :P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 26, 2006, 03:42:48 pm
e mais um fim de semana que passou.... :ranting:


que mal eu pergunte:


Será que se esqueceram que neste momento os Aneis dos Elfos andam algures nas mãos impuras sabe-se lá de quem???


COMO É PESSOAL!! NAO PODEMOS DEIXAR ESCAPAR ESSES "ENERGÚMENOS"

PS: não é só o mestre Elrond que sabe palavras caras. Nós em Belegost também as conhecemos :P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Simbelmynë em Junho 26, 2006, 03:53:12 pm
voces devem querer mesmo que eu use um dicionario  <_<  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Tar-Aldarion em Junho 26, 2006, 08:47:40 pm
é impressão minha ou já se está a chegar ao ponto de atiramos dicionários à cabeça uns dos outros?
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 26, 2006, 09:02:33 pm
bem, falta a Maharet à confusão... livros com pontaria é com ela  ^_^  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Maharet em Junho 26, 2006, 10:40:44 pm
alguém falou em mandar livros a cabeças?? :w00t2:  :w00t2:  :P

isto de facto anda parado... mas há k ver k estas cenas dao trabalho. enfim, kando a mim ñ m importo k tou em fase de exames
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Simbelmynë em Junho 26, 2006, 11:03:15 pm
pois, mas eu tou em casa sem nada que fazer, na tenho jogos decentes, e na posso trabalhar como deve ser no Maya porque a minha placa na presta.

o que é uma boa desculpa para passar metade do dia a dormir  ^_^  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 26, 2006, 11:44:34 pm
Desculpem a publicidade...

Mas vistos que este desafio está em Stand-By (pelo menos para aqueles que estão em época de exames) eu lancei um outro desafio dirigido aos exércitos do Forum (a saber: Middle Earth Alliance e Mordor Dark Legion)

Quem estiver interessado é começar a programar as coisas com os companheiros guerreiros....
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elrond of Rivendell em Junho 27, 2006, 10:34:21 am
Pois, e eu vou de férias já no próximo sábado, durante 3 semana  :closedeyes: … tou mesmo a ver que não vou poder participar  :angry: … :ranting:
Aproveito para deixar aqui um pedido  :rolleyes: :

“Nobre Elfo, Senhor de Rivendell e filho de Eärendil, pede a quem achar um bonito e poderoso anel elfico com uma pedra azul, de seu nome Vilya, o anel do ar, que o devolva ao seu legitimo dono e guardião, segundo a vontade de sua majestade o defunto Rei Gil-galad, ou seja EU…

Quem devolver o anel terá como recompensa uma tiara exclusiva em Mithril com a qualidade reconhecida da Elrond’s Tiaras, bem como um completo makeover em Valinor no conceituado Elbereth hairdresser & spa e um guarda roupa completo de haute couture dos melhores alfaiates de Rivendell. “

 :closedeyes:  :rolleyes:  :P  :D :lol:
 
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Daedhel em Junho 27, 2006, 01:57:00 pm
A culpa foi realmente minha, que tive de refazer o desafio do Vilya e o desafio final, mas com tantos exames nada está ainda a 100%. Eu e a Gwen é que andamos a atirar livros um ao outro.

E tenho mais 2 exames pra semana... :smileyfrustradodagwennomessenger:

:P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 27, 2006, 03:32:35 pm
Uma vez que tu é que estás em exames, parece-me melhor ser só eu a atirar com livros  :rolleyes: para estares bem preparado...  :P

- Au! Au! -  :rolleyes: O Narmodil concorda comigo...  :P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 27, 2006, 09:09:27 pm
- RRRRRR!!! - o Narmodil também está farto de esperar

mas eu não sou tão impaciente...  :P  :rolleyes:
É de ser elfa...
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Elrond of Rivendell em Junho 28, 2006, 04:03:40 pm
e se vocês as duas fossem mas é dar banho ao Narmodil   :angry: e aproveitavam e despachavam o raio do Tesouro dos Elfos que eu já estou a ressacar a falta do meu anel  :crazy:  :ranting:  :ranting:  :ranting:

por este andar já abriram as portas da noite   :angry: e a esta hora o Morgoth já está a tomar chá de tampaxs  usados  :crazy: :puke: na torre da Mellon :eye_b: e a contar as novidades do vazio...  :rolleyes:  :P
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 28, 2006, 07:05:15 pm
Outro elfo vermelho... :rolleyes:  :rolleyes:  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 28, 2006, 07:30:02 pm
:glare: Começa-me a parecer é que vamos os três dar-te banho a ti  :mad: num lago de lama, para ires com a pele bonita para férias...  :P

E Morgoth não passa com essa facilidade toda para o lado de cá  :closedeyes: não é só "deste lado" que há contratempos...  :P a esta hora, alguém em Dol Guldur deve andar desesperado à procura dum pergaminho escrito em tengwar...  :evil:  :P  
Título: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Ithilien em Junho 29, 2006, 10:37:33 pm
Os anéis já devem estar no prego há que tempos. Aconselho um raid pelas lojas de penhores da Terra Média. Aposto que ainda os encontramos por lá  <_<  
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Julho 22, 2006, 03:30:58 pm
Mas...  :glare: que pessoal impaciente!  :mad: Porque não seguem o meu exemplo, que sou sempre calma  :rolleyes:  paciente  :closedeyes: bondosa  :rolleyes: encantadora  :rolleyes: [size=0]enfim, o Daedhel está proibido de postar a dar a sua opinião... [/size] :P

Não duvido que possam encontrar muitos Anéis Élficos por aí  :glare: mas aqueles Três são Únicos   ^_^  e todos nós sabemos onde eles estão...  :crying: mas calma, havemos de os recuperar!  ^_^  ;)  Pois Sauron também anda desesperado à procura dum certo pergaminho... :evil: para tentar conhecer o contra-feitiço dos Elfos  :P

-------------------------------------------------------------

 :vela: Queridos, Adoráveis, Pacientes, Bondosos e Encantadores Tolkienianos :vela: 

Depois de eu e o Daedhel termos praticamente destruído a biblioteca de Saruman e de não termos mais livros para atirar um ao outro, e de ainda o Narmodil lhe ter mordido os sapatos que ele levava de reserva na mochila (:evil:) acabámos por chegar a acordo, e vamos adiar os Desafios para Setembro (apesar de já estarem todos os desafios feitos  ^_^).   O Aegnor e a Maharet, que estão mais ligados  a este Tesouro, também concordam que é o melhor, pois durante o mês de Agosto muito pessoal vai de férias.  :) Por isso, aproveitem para descansar, pois em Setembro a luta vai ser grande  :brutallsabre: e temos de fechar as Portas da Noite!!!  :ph34r: :brutallsabre:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Daedhel em Setembro 11, 2006, 01:29:17 pm
Bem, há quanto tempo!!

Uma folha solta do Livro

Estavam todo de roda do Livro que, quando o abriram, um pergaminho sujo caiu para o chão negro. Era pequeno o suficiente para estar escondido sem se verem as suas extremidades fora das páginas. Mas o que realmente chamou a atenção aos aventureiros foi uma tengwa clássica no topo da página, a vala (um V). Abaixo estava um texto em Comum:

Citar
(http://membres.lycos.fr/clubjdrvienne/Tengwa8.gif)
No Eastfarthing três hobbits são um madeireiro, um agricultor e um shirrif, Oldbuck,
Marchbuck e Brandybuck, mas não necessariamente por esta ordem. Três outros hobbits
são comerciantes de folha de tabaco, Sr Oldbuck, Sr Marchbuck e Sr Brandybuck.

O Sr Marchbuck vive em Stock

O comerciante com o mesmo nome do agricultor vive em Deephallow.

O agricultor vive exactamente a meio caminho entre Deephallow e Stock

O Sr Brandybuck tem para venda exactamente 20 barris de folha de tabaco

O vizinho mais próximo do agricultor, um dos comerciantes, tem
exactamente o triplo do barris de folha de tabaco do agricultor

Oldbuck vence o madeireiro nas adivinhas

Como se chama o shirrif?

E todos disseram em uníssono "o Vilya!" porque com o V no topo parecia que Saruman entregara esse segredo a um shirrif do Shire que o tinha servido. Logo os interessados em procurar o segredo desse anel se concentraram nas pistas em questão...

Regras:

A resposta a ser dada deverá incluir o raciocínio correcto. Vale a resposta correcta mais rápida. O resultado é anunciado daqui a uma semana. Na eventualidade de ninguém entretanto conseguir a solução, vale a resposta mais rápida a partir de então com divulgação imediata e encerramento do desafio.
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Setembro 11, 2006, 04:56:42 pm
Nao querem fazer nada mais dificil, nao?  :ranting: :ranting:

Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Daedhel em Setembro 11, 2006, 05:09:11 pm
Típica resmunguice naugrim... :P
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Théoden em Setembro 11, 2006, 06:17:10 pm
Eu já enviei a minha resposta. :ph34r: Resta esperar, agora. :P
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Setembro 11, 2006, 07:54:10 pm
o que é "shirrif"?
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Daedhel em Setembro 11, 2006, 07:57:53 pm
Está na Enciclopédia de Arda.
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Setembro 11, 2006, 07:59:19 pm
e há 6 hobbits no total?

edit:  :dot: nao consegui relacionar 2 frases, por isso larguei ... espero q o Theoden tenha resolvido bem :D eu acho que é o Oldbuck, pq um shirrif (xerife) soa a alguem q ganha nas adivinhas :D
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Daedhel em Setembro 11, 2006, 08:03:10 pm
Sim, são seis.
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Setembro 11, 2006, 08:21:34 pm
- Vocês sabem... tudo isto fez-me lembrar o pergaminho que eu e a Arwen encontramos na biblioteca em Dol Guldur!  :huh: - um pergaminho escrito em Tengwar... e com esse símbolo, que tem a ver com o estudo de astronomia. Poderá estar relacionado?
- Au! Au! - latiu o Narmodil, como se concordasse.
- Talvez... - disse o Daedhel - Saruman disse que um dos esconderijos tinha sido violado, possivelmente por um dos Nazgul...
- Então, esse pergaminho pode ser um dos desafios que Saruman codificou e que revela uma palavra do contra-feitiço para fechar as Portas da Noite??? - perguntou Arwen.
- É bem provável - disse Theoden - O que seria óptimo: assim, tiramos ao inimigo uma pista que tinha em seu poder. Onde está esse documento, Gwen???
Gwen já revolvia os bolsos, e por fim tirou um pergaminho azul com o estranho símbolo desenhado na parte superior direita.
- Ei-lo!   :blink:

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/PergaminhoNarya11.jpg)

Está escrito em Tengwar Modo Português. Tenho aqui uma Tabela para ajudar na leitura; verão como é muito fácil  :) A primeira linha parace-me...  :huh:
"Tenho a cor de Borgil..."   :blink:

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/TabelaTengwarPortugues.jpg)
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Aegnor em Setembro 11, 2006, 09:57:17 pm
Todos olhavam admirados para a estranha charada encontrada no Livro. Até que Théoden perguntou:
- Mas este é o desafio do Vilya. A Gwen encontrou um. Mas onde está o outro???
E Azaghâl, que tinha estado a ver as fundações da torre, disse:
- Sabem aquele símbolo estranho, que Saruman disse termos de procurar??? Há um lá em baixo, numa porta que dá para as catacumbas...
- Então o último dos desafios deve estar escondido nessas catacumbas! Vamos ver - disse o Aegnor e outros gritaram: - também vou...
- Eu também vou - disse a Gwen, depois de olhar horrorizada para aquela charada, e o Narmodil latiu concordando.

Nas catacumbas encontram a porta com aquele estranho simbolo e abrindo-a encontram apenas uma pequena sala. Só lá está uma mesa e nela um pergaminho, abrindo-o os hérois encontram o outro desafio. No topo lê-se Nenya, mas o resto é preenchido com grelhas, números e frases ou palavras. Aegnor reconhece imediatamente o que é:
- São palavras cruzadas! Um passatempo inventado pelos Noldor e muito famoso em Aman, não pensei que Saruman fosse amante destas coisas!
Ao lado do pergaminho está uma pena trabalhada e um tinteiro com tinta. Nas instruções diz que o pergaminho só deve ser preenchido com aquela pena e com aquela tinta "especial". Se o desafio for feito correctamente o segredo aparecerá.
Os hérois decidem então fazer tentativas individuais antes de escreverem no pergaminho, não fossem estragar alguma coisa...




Instruções para este desafio:
O desafio encontra-se em baixo, está num ficheiro .zip como foi feito para o outro forum, neste já não funcionava como eu queria, por isso tive que mudar umas coisas. Espero que toda a gente consiga aceder ao desafio, problemas digam.
O funcionamento é simples, carregam numa linha e aparece-lhes a pista e é só escrever. O botão check puzzle diz-lhes os erros e quantas palavras faltam, no fim devem carregar nesse botão para verem se não falta nada e depois fazer um Print Screen da pagina e enviar-me a imagem para confirmar que o desafio foi completado, peço desculpa pelo trabalho que vai dar mas não encontrei outra maneira de fazer isto.
Hérois ao trabalho!
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Setembro 11, 2006, 10:42:15 pm
peço desculpa, mas nao percebo a estruturação, assim do nada caem logo 3 desafios apos tanto tempo de jejum... ha alguma relacao e/ou ordem a seguir?
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Setembro 11, 2006, 10:48:27 pm
eu tenho a impressao que pudemos participar nos tres desafios. mas tb tenho a impressao que podemos so participar num deles....

Os "mentores" que se pronunciem!
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Setembro 11, 2006, 11:05:08 pm
 :) Vou deixar aqui as palavras que o fëa de Saruman disse no laboratório do Daedhel!  :ph34r:

“Sim, é o meu fëa e foi-me permitido voltar, pois tenho algo importante para vos dizer.
 Há muito tempo, quando ainda estudava a tradição dos Anéis do Poder, descobri um antigo livro Noldorin, com o título “Quentulessë Morion” – “Lenda do Regresso do Escuro”, que fala duma estranha Profecia:  os Três Anéis Élficos juntos com um quarto objecto  tinham o poder de abrir as Portas da Noite, havendo assim o perigo de Morgoth voltar. Então, os Elfos criaram um contra-feitiço para inverter essa magia: uma frase poderosa, composta por quatro palavras, em que cada uma  está  ligada a um dos objectos. Temendo que estas informações caíssem nas mãos erradas, codifiquei essa frase na forma de quatro Desafios, que estão escondidos em Isengard; depois de resolvidos, cada um  revela uma palavra do contra-feitiço que fecha  as Portas da Noite. O primeiro desafio codifiquei na Porta de Orthanc: terão de o resolver  para entrar na torre e ler o antigo livro Noldorin;  ficarão também a conhecer o simbolo que terão de procurar para descobrirem os outros desafios. Quando conhecerem todas as quatro palavras, terão de resolver um anagrama para a frase ficar na ordem correcta e assim ser eficaz. Há no entanto um problema: um dos esconderijos foi violado, penso que por um dos Nazgul. Terão de calcular qual é essa palavra, a única que está na mão do inimigo.
Pois os Três Anéis Élficos desapareceram, não é assim? Vê-se pela forma como as estrelas se movem no céu, o momento da profecia aproxima-se! Se não querem que o Inimigo Negro volte e as Trevas dominem a Terra Média,  vão a Isengard e resolvam os desafios. Vão, o tempo urge!”


Já resolvemos (o Grande Aegnor  :w00t:) o desafio da porta de Orthanc, e já temos uma palavra ligada a um dos objectos... Anguriel... IRËF!  :blink:

Temos agora estes 3 desafios para resolver, e cada um nos dirá o nome dum artefacto e a palavra "mágica" que está ligada a ele, pelos Elfos  :) Depois, temos de resolver um anagrama com estas 4 palavras, de forma a saber qual é a ordem correcta da frase, o "contra-feitiço" criado pelos Elfos para fechar as Portas da Noite  :ph34r:

Talvez não fosse má ideia reler a história...  :rolleyes: (até eu acho que o vou fazer...  :wacko:).

Todos os elementos do fórum que assim o desejarem, podem participar e tentar a sua sorte, dum dos desafios (à sua escolha), ou em todos  :)

Só eu, o Daedhel e o Aegnor é que não podemos participar nos ... "nossos"  :P E já fiz a minha tentativa para o desafio Vilya, vamos a ver...  :wacko: :ph34r: :P

 :unsure: O perigo é grande!!!  :ph34r: FORÇA, PESSOAL!   :brutallsabre: Temos de fechar as Portas da Noite!  :brutallsabre:

Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Evenstar em Setembro 12, 2006, 07:33:58 pm
Depois do belo chamamento que a Gwen fez  :P, cá estou eu para tentar ver se consigo resolver algm dos desafios.

Só uma questão, na charada do Daedhel , é só uma questão de lógica?
(não sei se é uma pergunta que não deve ser feita mas tou tão cansada, que está tudo a processar muito lentamente...lol) :assob:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Setembro 12, 2006, 08:03:09 pm
 :ph34r: Sim!  :unsure: :ph34r:

Não estou a atinar é com o desafio do Aegnor...  :wacko:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Simbelmynë em Setembro 12, 2006, 08:12:40 pm
:ph34r: Sim!  :unsure: :ph34r:

Não estou a atinar é com o desafio do Aegnor...  :wacko:

sao palavras cruzadas :P so tens que fazer o download do ficheiro, clicar com o botao direito do rato e fazer "Extrair ficheiros" ou qql coisa do genero (:

btw, nas ultimas duas palavras do pergaminho, a vogal nao devia ter acento?
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Setembro 12, 2006, 08:26:05 pm
 :huh: È provável que tenhas razão... bem, mas ficou assim  :rolleyes: Levem em consideração que foi feito numa altura em que estava a trabalhar aos fins de semana...  :wacko: e que o fiz "à pressa", pensando que era para postar rapidamente. Mas percebe-se, espero?  :)

Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Níniel em Setembro 12, 2006, 08:34:59 pm
Aquela charada do Daedhel é muito jeitosa, pois é. Ainda só cheguei a uma pequena conclusão, mas hei-de pegar nisto de novo pa ver se consigo resolver.
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Simbelmynë em Setembro 12, 2006, 09:55:18 pm
:huh: È provável que tenhas razão... bem, mas ficou assim  :rolleyes: Levem em consideração que foi feito numa altura em que estava a trabalhar aos fins de semana...  :wacko: e que o fiz "à pressa", pensando que era para postar rapidamente. Mas percebe-se, espero?  :)



tudinho =P
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: annawen em Setembro 12, 2006, 11:13:34 pm
Já enviei uma mensagem ao Daedhel com a minha resposta.
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Setembro 13, 2006, 11:25:46 am
Eu decidi so participar no desafio do Aegnor. :assob:

Ja lhe mandei a imagem. :mellow:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Setembro 17, 2006, 06:45:23 pm
ja enviei as minhas respostas ao desafio da Gwen (à propria)
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Setembro 17, 2006, 06:58:58 pm
 :ph34r: Bem... o que fazemos, Daedhel, Aegnor???  :unsure:

Sei que o Daedhel já tem algumas respostas, eu já tenho uma  :P  e como está io deasafio Nenya???  :)

Como o fórum esteve em baixo, damos mais uns dias  para o pessoal participar???  :huh:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Setembro 17, 2006, 08:45:55 pm
:ph34r: Bem... o que fazemos, Daedhel, Aegnor???  :unsure:

Sei que o Daedhel já tem algumas respostas, eu já tenho uma  :P  e como está io deasafio Nenya???  :)

Como o fórum esteve em baixo, damos mais uns dias  para o pessoal participar???  :huh:

A senhora Gwen nao é uma pessoa atenta! pois não?

Eu decidi so participar no desafio do Aegnor. :assob:

Ja lhe mandei a imagem. :mellow:

Postei isto no dia em que o forum foi abaixo......
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Setembro 20, 2006, 08:18:31 pm
 :glare: Claro que eu sou atenta!!! Estás a querer insinuar, subtilmente (como todos os Anões  :rolleyes:) que eu sou distraída???  :ranting:

 :P

O prazo para resolver os Desafios termina nesta sexta-feira, dia 22  :)
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Setembro 21, 2006, 12:15:09 am
depois convem avisarem quem ganha, para eu puder oferecer os Banners!

PS: A senhora Gwen, para alêm de distraída, é muito má a disfarçar a "má disposiçao" :P
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Setembro 21, 2006, 07:35:05 pm
 :glare:  Mestre Azaghal é uma pessoa um bocadinho (uma coisinha de nada...) distraído, não é???    :rolleyes:

 :glare: Oferecer banners???  :glare: Nós temos as Portas da Noite para fechar, e o Senhor fala em oferecer banners???  :ranting:

*  :evil: *

Os prémios só serão entregues SE conseguirmos fechar as POrtas da Noite...  :ph34r: porque senão...  :ph34r: as Trevas reinarão na Terra Média e certamente não seremos nós a usar esses LINDOS artefactos   :crying:

 :glare: Pois se os Anéis ainda estão em Dol Guldur, naquela misteriosa sala dos tronos, como se pode ver pelo desenho que lá encontramos na biblioteca  :glare: Olhem eles ali!!!  :crying: é com o poder desses 4 artefactos e de uma frase poderosa ligada a eles que alguém está a tentar abrir as Portas da Noite...  :ph34r: e é para inverter essa magia, que temos de descobrir o contra-feitiço que os Elfos criaram, a poderosa frase que inverterá o processo...  :unsure:

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/saladetrono1.jpg)

Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Setembro 21, 2006, 11:42:15 pm
Ups :P

Devo admitir o meu erro.  :assob:

Pelo menos eu sei que erro. agora estes elfos de orelhas pontiagudas que tem a mania que sabem tudo podiam fazer o mesmo!
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Aegnor em Setembro 23, 2006, 09:35:31 pm
Segue agora a história de como o desafio do Nenya foi resolvido e qual foi o segredo revelado:

Os heróis dividem-se nos desafios e nas catacumbas ficam Aegnor, Azaghal e Arwen, a Estrela Vespertina.
Aegnor não participa, limita-se a dar umas dicas de como fazer o desafio e a Gwen, de vez em quando, aparece por ali com o Narmodil atrás, para desespero de Mestre Azaghal.
- Mas vocês não páram um bocadinho???  :ranting: - pergunta ele zangado.
- Estou nervosa! - responde Gwen - Como está a correr isso?
- Podia estar a correr melhor, se não estivessem sempre a interromper...  :ranting:
- RRRRRRRRRRRRRRRR - fez Narmodil, e Mestre Azaghal reconsiderou o seu mau génio.
- Vamos, Narmodil, vamos ver como a Simbelmynë e o Mormegil se estão a sair do seu desafio! -  :glare:
E lá foram os dois de novo, mas não sem antes o Narmodil ter dado uma lambidela à Arwen, que o abraçou   :hug:
Azaghal e Arwen concentraram-se novamente  no desafio. Passado algum tempo um grito ecoa pelas cavernas:
- Aha! Acabei - disse Azaghal - os Anões vencem outra vez!
- Pois é Mestre Anão - disse Aegnor - parece que é vossa a honra de escrever no pergaminho.
- Também já acabei - disse Arwen, a Estrela Vespertina.
- Vamos comparar as respostas. Não pode haver enganos! Muito bem, Princesa - disse Aegnor - Penso que todas as respostas estão certas. Mas Mestre Azaghal terminou primeiro... penso que deve ser ele a tentar!
- Claro que sim! - respondeu Arwen -  Mas vamos lá, quero saber qual é o segredo do pergaminho. O importante é que as nossas pesquisas deram o mesmo resultado.

Então Azaghal, com todo o cuidado, pega na pena e mergulha-a no tinteiro, a tinta é prateada e cintila com estranhos tons à luz das velas. Cautelosamente ele vai preenchendo as grelhas. Quando ele vai escrever a última letra todos retêm a respiração, mal ele a escreve o pergaminho começa a mudar, a maior parte das linhas e letras desaparecem e as que permanecem brilham intensamente e movem-se para formar a palavra LACA.
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Setembro 23, 2006, 10:36:17 pm
Mormegil e Simbelmynë pegaram no pergaminho encontrado em Dol Guldur, e na Tabelinha das Tengwar.
- Vou fazer este. Gosto muito da escrita Tengwar. – disse Simbelmynë.
- Eu também. Tentamos os dois – disse Mormegil, e ambos se sentaram no chão da biblioteca e começaram a traduzir o pergaminho.
- Vamos fazer o trabalho separadamente e no final comparamos para ver se o resultado é o mesmo. – Propôs Mormegil.
Assim fizeram e passado pouco tempo tinham ambos traduzido o pergaminho.
- É mais fácil do que pensava – disse a Simbelmynë. – Vamos comparar.
Ambos viram que tinham traduzido a mesma coisa.

Tenho a cor de Borgil
Ardente como joia de fogo
Servi aquele que a sua flama
Em véus cinzentos ocultou

Sou coroa poderosa
De jóias sem igual
Uma por cada um
Daqueles que te condenam

Sou um espírito de fogo
Devoto a Laurelin
Conduzo brilhante nave
Na distante Ilmen

Nobre e sábio elfo
Que lia no coração
Em segredou me entregou
Foi um bom guardião

Terra entre dois rios
No sopé de grandes névoas
Terra do azevinho
Onde fomos forjados

Amantes da música e do mar
Somos os mais suaves cantores
E este nome damos a nós próprios

- Então está certo com certeza. São um género de adivinhas. Agora temos de ver se acertamos nas respostas – disse Mormegil.
- Vamos fazer de novo trabalho separado, e comparar os resultados no fim.
E concentraram-se ambos nas charadas.
- A primeira é o Narya, de certeza. Até porque sabemos que estes desafios dizem respeito aos Anéis. Vamos ver as restantes.
- Já terminei – disse o Mormegil. - Mas continua Simbelmynë, para ver se as tuas respostas são iguais.
- Também já terminei. – disse a Simbelmynë. - Eis as minhas:

-> Narya, o anel vermelho ou anel de fogo, que foi dado a Gandalf, o Cinzento

->Coroa de Melkor, que tinha os 3 silmarils (um por cada um dos que o condenaram: Feänor, Finarfin e Fingolfin)

->Arien, Maia do fogo, escolhida para conduzir a nave que levava o fruto da Laurelin, Anar.

->Círdan, que entregou Narya a Gandalf

->Eregion, onde foram forjados os anéis élficos

->Teleri. agora o nome que são a si próprios penso que seja Falamari ou Eglath

- Hum!!!  :huh: – Mormegil olhava atentamente as respostas da Simbelmynë -  Não concordo com duas… a Coroa Poderosa não me parece que seja a de Morgoth… repara, é a coroa “daqueles que te condenam”… pensei na Valacirca, a coroa de sete poderosas estrelas e sinal de condenação para Melkor. E também nos Teleri, lembrei-me que eles se chamavam a si próprios Lindar, os Cantores… Eis as minhas respostas:
- Narya
- Valacirca
- Arien
- Círdan
- Eregion
- Lindar.

- Bem, vamos tentar das duas maneiras – acrescentou Simbelmynë – assim temos duas hipóteses…
E assim fizeram. Simbelmynë escreveu a lápis as suas respostas, em frente de cada adivinha… mas nada aconteceu.
- Tenta agora tu, Mormegil – disse – espero que tenhas sorte!
Um pouco nervoso, Mormegil escreveu cuidadosamente as suas respostas.
- Acho que acertaste, Mormegil  :w00t: – disse Simbelmynë – repara, está a acontecer qualquer coisa…  :huh:
- Estão a aparecer umas letras vermelhas… mas ainda indistintas…  :blink:
- Como vai isso? – perguntou Gwen, que andava sempre dentro e fora da sala, muito nervosa.
- Acho que acertámos este! Está a acontecer qualquer coisa ao pergaminho.
Todos olhavam atentamente e o Narmodil, que andava tão agitado com a Gwen, apareceu de repente e latiu. Atrás dele vinham  Arwen,  Mestre Azaghal e  Aegnor, todos com um ar muito satisfeito.
- Este já está resolvido – disse Mestre Azaghal. -  É o desafio Nenya, e a palavra é LACA!
- Não deve ser essa a palavra, mas apenas as letras que a compõem – acrescentou Arwen – Não te esqueças que ainda falta resolvermos o anagrama.
- Sim, é verdade – disse Mestre Azaghal. – Nem sei como conseguimos, Arwen, com esse animal e a Gwen sempre a entrar e a sair…  :glare:
Gwen olhou para ele  e ia a dar qualquer resposta torta, quando  Aegnor disse:
- Reparem, as letras do pergaminho estão a ficar mais nítidas. Já temos dois desafios resolvidos…
Todos olharam interessados.

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/PergaminhoNarya2.jpg)

- Sempre é o Narya  :w00t: - disse Simbelmynë - e as tuas respostas estavam correctas, estão a aparecer com a cor de fogo!  :huh:
- E na parte esquerda do pergaminho, as iniciais das respostas! Vejam: VACEL!!!  :huh: - observou Mormegil.
- São então essas as letras que compoem a palavra que os Elfos ligaram ao Narya! - disse Daedhel, acabando de entrar e olhando interessado - Os outros ainda estão de volta do desafio Vilya. Já temos então as palavras da Anguriel: IRËF, do Nenya: LACA  e do Narya: VACEL. Eu estou preocupado é com o anagrama; onde está???  :ranting: Não o vejo em lado nenhum!  :angry:
- Au! Au! - concordou o Narmodil.
- Vai procurá-lo... - disse Gwen - Leva o Narmodil contigo e vejam se descobrem algo. Precisamos do anagrama para colocar as letras das palavras da forma correcta.  :huh: E agora vou dar um palpite no desafio Vilya  :P
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Simbelmynë em Setembro 27, 2006, 09:49:21 pm
ja mandei a minha resposta ao desafio do Vilya. a ver se esta certa :P
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Outubro 28, 2006, 01:53:05 am
 :) O  importante mesmo é participarmos, aprendermos e divertirmo-nos  :) Serás uma das Grandes Heroínas que vão a Dol Guldur, Simbelmynë!   :) (não tenho a certeza se esta é uma boa notícia...   :unsure:  :ph34r: :lol:)  

Este post é para informar que o Tesouro dos Elfos vai ficar parado mais um tempo. O Daedhel neste momento não tem disponibilidade para o jogo, e queria que nós continuassemos sem ele... mas nós começamos isto em conjunto, a estrutura da história foi imaginada por ele e é juntos que a vamos terminar ;) Depois de falar com todos mais envolvidos no jogo e história, fomos unânimes nisso   ^_^  Até o Narmodil!!!  :P

- Au! Au!   ^_^

Por isso pessoal, aproveitem estes momentos para descansar, afiar as espadas e machados, porque depois...  :unsure: temos de recuperar os Aneis e a Anguriel, e fechar as Portas da Noite!  :ph34r:

E volta logo, Daedhel  :hug:

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
 :( O meu computador avariou-se, perdemos o disco rígido (e tudo o que tinhamos gravado  :crying: )... e um trabalho que já tinha feito para este jogo...   :unsure: ... bem... umas... "palavras lunares"  :P que havemos de descobrir mais à frente...  :P escritas por Sauron no verso do Pergaminho do Narya  :huh: :unsure: :ph34r: São as suas reflexões sobre qual será a palavra que os Elfos "ligaram" ao Narya... e as palavras que ele próprio "ligará" aos artefactos para os seus propósitos!  :ph34r:

Vou ter de repetir esse tabalho... e começei-o hoje, tal como estava... em Português. E de repente passou-me uma ideia pela cabeça... e se o fizesse em Tengwar, Modo Português???  :huh: Como perferem??? Gostariam de ler mais um documento nesse modo... ou nem por isso???  :unsure:  :ph34r:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Simbelmynë em Maio 03, 2007, 02:39:07 pm
por mim (:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Maio 04, 2007, 12:21:03 am
 :crying: Já não tenho tempo!!! Tinha decidido dedicar o mês de Maio a este projecto, já quase passou a 1ª semana e ainda nem lhe toquei  :crying:

Mas tive outra ideia!!!  :w00t: Gostavam de decifrar um documento escrito em Runas, passa-lo para sindarin???  :) Depois, eu traduzo o sindarin   :closedeyes: Mas podia ser um "mini-desafio" engraçado  :) Além disso, servirá para se irem habituando, pois mais à frente "algo me diz" que teremos de decifrar as inscrições duma porta, tambem escrito em runas   :rolleyes: :grin:

E os banners  :crying: perdi os banners do Elrond, restam ainda os de Mestre Azaghal  :crying: Isto não está mesmo nada fácil, diria mesmo que Sauron, para já está a ganhar  :ranting: mas ele que nos aguarde!!!  :brutallsabre: Não sabe com quem se meteu, os TOLKIENIANOS!!!    ^_^  :hug: :hug:

Hantalë, Simbelmynë  :hug:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Simbelmynë em Maio 04, 2007, 02:37:40 pm
passar das Runas para o Sindarin, que depois tu traduzes? pode ser : D
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Maio 04, 2007, 05:24:26 pm
 
:crying: Isto não está mesmo nada fácil, diria mesmo que Sauron, para já está a ganhar  :ranting: mas ele que nos aguarde!!!  :brutallsabre: Não sabe com quem se meteu, os TOLKIENIANOS!!!    ^_^  :hug: :hug:

Ele nao vencerá!  :brutallsabre: nem que tenhamos de ir ao fim do mundo  :ranting: ninguem se mete conosco nao é Gwen?  :hug:

boa ideia :D por mim tudo bem. se precisares de ajuda para organizar é so dizeres
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 01, 2007, 09:08:11 pm
(http://forum.valinor.com.br/images/smilies/icon_joy.gif) E cá vamos nós de novo!!!  :w00t: :w00t: Armas a postos, pessoal, é desta que vamos fechar as Portas da Noite    :brutallsabre:

Pois é, vamos ao arranque final do Tesouro dos Elfos  B) mas vamos voltar um pouco atrás na história, pois um dos desafios será... decifrar o antigo livro Noldorin, que tem a Profecia dos Elfos  :ph34r:

A seguir, postaremos os desafios que já fizemos aqui (o do Anel Vilya, Nenya e Narya) para a história ficar seguida e o pessoal não se sentir... ainda mais perdido!!!  :wacko:

Um pequeno resumo da história  :closedeyes: os Grandes Tolkienianos descobriram que roubaram os Três Anéis dos Elfos e a Espaga Anguirel, que, secretamente,  estava à guarda dos Elfos de Mirkwood. Mas entretanto apareceu o espírito (fëa) de Saruman, dizendo que havia um antigo livro Noldorin que tinha uma estranha Profecia: que os 3 anéis e a Anguirel, juntos e usados para esse fim, tinham o poder de abrir as POrtas da Noite, numa tentativa para que Morgoth pudesse regressar  :ph34r:

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/saladetrono1.jpg?t=1180729188)

Temendo isso, os Elfos criaram um "contra-feitiço", uma frase poderosa composta por 4 palavras, em que cada palavra estava ligada a um dos artefactos; e essa frase, na ordem correcta, tinha o poder de inverter o processo e fechar as portas da Noite. Mas Saruman, ao descobrir tudo isto enquanto estudava a tradição dos Anéis, temeu que o contra-feitiço dos Elfos caísse em mãos erradas (pois nem mesmo ele desejava a volta de Morgoth), codificou essa frase na forma de 4 desafios e escondeu-os em Isengard (todos eles já resolvidos, felizmente para todos nós, habitantes da Terra Média). Mas ainda falta descobrir o anagrama, que porá a frase na ordem correcta  :wacko: (e para falar com franqueza ainda falta fazer o anagrama, que Eru me ajude  :ph34r:) Mas vamos a isto e deixemo-nos de tretas!!!   :brutallsabre: :brutallsabre: :brutallsabre:

Já descobrimos que é em Dol Guldur que estão a tentar abrir as Portas da Noite (aquele desenho é da Sala do Templo em Dol Guldur)  :ph34r: Mas neste momento  a acção passa-se no cima da torre de Isengard, na grande biblioteca de Saruman, e o desafio é decifrar o antigo livro Noldorin, que está escrito... em Runas  :ph34r: Pensa-se que o documento está em Sindarin  :unsure: mas do Sindarin para Português traduzo eu (vou fazer um brilharete  :vela:)

Vamos então à história!!! (http://forum.valinor.com.br/images/smilies/icon_joy.gif)

-----------------------------------------------------------------

Mormegil correu a acender as velas dos lustres de pé. As paredes eram forradas com estantes repletas de livros e pergaminhos enrolados. Ao meio da sala havia uma enorme mesa, coberta de livros abertos e cartas desenroladas. Através de uma pequena janela podia-se ver que estavam muito alto. A noite já se pusera e uma bela lua cheia reinava no céu.
– Que confusão – comentou Evenstar.
– Será que há por aqui algum calhamaço que eu possa usar? – Perguntou-se Maharet.
– Deixa isso para depois – repreendeu-a Olorin. – Temos que encontrar o tal livro.
– Ora como se chamava o livro? Quentulessë Morion não era? – Perguntou Arwen, enquanto começava a ler as lombadas dos livros de uma estante.
– É isso mesmo – confirmou Eru, fazendo o mesmo noutra estante. Em breve todos procuravam pelas prateleiras, murmurando “Quentulessë Morion… Quentulessë Morion…”.
– Cá está! – Gritou Bijuca. Tirou o livro da prateleira de cima e trouxe-o para a mesa. Todos se aproximaram para ver. Era um livro muito fino. Na sua lombada quase não se liam as pequenas letras douradas inscritas da capa negra. Na frente a capa era totalmente lisa. Todos sustiveram a respiração e até Narmodil ficou em silêncio quando Bijuca o abriu e se debruçou para ler.


Mas Mestre Azaghal estava muito aborrecido!!! Ainda estava a pensar no que estaria atrás daquela porta fechada onde tinham ouvido barulho, e pensava já na altura em que a abriria e enfrentaria uma série de orcs!
-  Adoro orcs - confessou ele - podem-se cortar aos bocadinhos e como têm uma cabeça achatada dão taças espectaculares - disse com um ar entendido - ao contrário deste animal peludo que nos segue por todo o lado.....   :glare:  -acrescentou!
- Azaghal!!! - disse a Bijuca, muito zangada - como podes falar assim???    :crazy:
- Não digas disparates, Azaghal! - continuou a Maharet - Logo agora que descobrimos o livro...     :glare:
- RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR!!!!!! - rosnou Narmodil, muito zangado! Ele percebia tudo    ^_^
- Pronto, Narmodil, deixa! -  :hug:   disseram Arwen e Gwen, tentando acalmá-lo - Não lhe ligues   :glare:   ele é assim mas é um bom Anão...   :rolleyes:   apesar daquele tamanho escandaloso,  de andar a cavalo e de ser amigo dos Elfos     :grin: apesar dele negar isso tudo, pois como qualquer bom Anão está sempre a resmungar...   :glare: 
- E quase que aposto que ele gosta imenso de ti - acrescentou Gwen - Aquela é a maneira desajeitada dele o dizer...   :glare:   
- Por mim o Narmodil é bem vindo, todos os seres de Eru tem hipotese de salvação e o Narmodil prova-o - disse Aegnor, e Gwen olhou-o muito séria e fez-lhe uma vénia.
- Sábias palavras do mais Nobre Elfo que conheço     :closedeyes:
- Au! Au! - concordou o Narmodil.   :closedeyes: 
- Enfim, os Elfos gostam de todos os animais, excepto de aranhas   :crazy:   mas isso é pessoal! - continuou o Aegnor - E os lobos são animais fantásticos   ^_^
- Concordo plenamente  ^_^   - disse Arwen.
- E os cavalos também    ^_^  - acrescentou Théoden.
- E a mão que segura o meu machado está a ficar com comichão!   :crazy:  - retorquiu Azaghal - Logo se vê durante a aventura, se  considerarei alterar o meu juízo em relação a ele, ou não   :glare:   
- Parem com essa discussão e vamos ler o livro!!! - disse Elrond.  :crazy:
- Qual livro??? - perguntou Gwen, que estava zangada e a apetecer-lhe embirrar  :crazy:     
- Este de capa negra... – respondeu Daedhel irritado, e com o seu mau feitio levava já a mão à espada.  :brutallsabre:   
- Negra ou vermelha? - perguntou Gwen agarrando em alguns livros que estavam espalhados pela mesa e preparando-os como arma de arremesso. – Não precisas de livros para estudar para os exames?   
- Parem com isso imediatamente!!! - repetiu Elrond - mas que grupo com mau feitio!!!   :ranting: 
- É que ainda não nos tínhamos cumprimentado como deve ser...   :P   – disfarçou Gwen, ao ver que Mestre Elrond estava mesmo zangado – Narmodil, larga os sapatos do Daedhel...  - acrescentou, ao vê-lo de volta da mochila do General de Mordor e dos seus sapatos de reserva, e ambos foram rapidamente para o outro lado da mesa temendo uma tempestade!!   :ph34r: 
E finalmente lá voltaram todos a concentrar-se no antigo livro Noldorin, abrindo-o!


(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/NarnMorionRunas.jpg?t=1180728144)

- Vejam… deve ser a profecia que Saruman falou – disse Maharet. – Mas está escrito em Runas.  :blink:
- Parece as Runas de Doriath – observou Arwen, interessada – E sendo assim, o texto deve estar em Sindarin. Que achas, Gwen?
- É bem possível – respondeu ela, que andava a estudar essa língua – tenho aqui a tabela das Runas, querem tentar decifrar? Verão que é muito fácil.  :)  Entretanto eu vou procurar um dicionário por aqui – acrescentou, olhando para as grandes estantes da biblioteca – Saruman com certeza tinha alguns, e agora bem vamos precisar. Fiquem com a tabela das Runas e vão tentando decifrar, enquanto eu procuro o dicionário...


(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/cirithdedoriath.jpg?t=1180728362)

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As respostas deverão ser enviadas para a minha Caixa de Mensagens, até... Domingo, às 18 horas   :)

Fica uma imagem de Dol Guldur... para verem como o perigo é GRANDE!  :ph34r:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 02, 2007, 09:09:56 pm
sempre a safares-te de traduzir, Gwen :lol:

bem, vou ver isto, nao pude ver dia 1  :blush:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Anguirel em Junho 02, 2007, 10:09:31 pm
Bem...
Eu já tentei... :evil:



 :bye1:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 03, 2007, 10:51:48 am
Eu também, so espero fazer uma revisão hoje, e depois envio
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 03, 2007, 07:59:14 pm
Bem... o prazo foi alargado até amanhã à tarde  :)
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 04, 2007, 10:55:19 am
ontem acabei por nao mandar, porque o meu pai esteve a trabalhar a tarde toda no PC

quando chegar a casa envio.... :hug:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 04, 2007, 09:24:28 pm
Todos se preparavam para começar a decifrar o texto, quando ouviram passos apressados nas escadas. Rapidamente empunharam as suas armas,  Maharet agarrou em dois grossos livros, um em cada mão e o Narmodil rosnava. Mas pouco depois surgiu, para surpresa de todos, não um inimigo como esperavam, mas o Anguirel  B)
- Finalmente dei com vocês! - disse ele sorridente, apesar do esforço de subir todas aquelas escadas.
- Anguirel! - exclamaram todos satisfeitos.  :w00t:
- Mas que boa surpresa - disse Arwen - Narmodil, é um amigo.
- Recebi a vossa mensagem pelo palantir a pedir reforços, e aqui estou! - explicou Anguirel - Mas afinal o que se passa???  :blink:
Em breve estava a par dos acontecimentos, pois todos contavam as novidades.
- Temos de resolver uma série de desafios, para descobrir o contra feitiço que os elfos criaram - explicou Mormegil - E para já temos este texto, escrito com as Cirith de Doriath; é com certeza a Profecia dos Elfos.
- Pensamos que está em Sindarin e a Gwen foi procurar um dicionário. - continuou Simbelmynë
- Bem, há já algum tempo que estudo as Runas e com essa tabela vai ser muito fácil decifrar o texto - afirmou Anguirel - posso fazer a transcrição para a folha seguinte, que está em branco.
Todos concordaram prontamente, sabendo que o Anguirel era um Mestre nas Runas. Arwen, que gostava muito de línguas antigas sentou-se ao pé dele e ajudava em tudo o que podia, muito interessada; e aos poucos iam decifrando o texto para outra folha, com a bonita letra do Anguirel.
- Repara, há aqui uma palavra em que tenho dúvidas - disse Anguirel à Arwen - temos aqui "nedh" e "ned", qual será a diferença?  :blink: Será que estamos a decifrar bem o texto???
- Acho que sim - respondeu Arwen, tranquilizadora - o primeiro "nedh" é a preposição "em, no" mas com um sentido abstracto; e outro "ned" tem um sentido temporal. Agora tenho a certeza: o texto está em Sindarin. Só espero que a Gwen encontre um bom dicionário.
 Passado pouco tempo estava todo o texto decifrado.


(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/NarnMorion.jpg?t=1180987223)

- Já está! – exclamou Anguirel – penso que seja isto, mas não percebo nada do que está escrito.
- Vamos esperar que a Gwen se entenda, ou ficamos na mesma – disse Theoden, desanimado.
Gwen apareceu com um grande livro e parecia satisfeita.
- Conseguiram? – perguntou. - Anguirel???  Mas que bom que te juntaste a nós!   :hug:
- Decifrar o texto foi fácil. Agora é o mais complicado – argumentou Maharet.  :unsure:
- Calma! Encontrei este dicionário muito bom, e tenho os meus apontamentos e as tabelas de mutações na mochila. Vamos conseguir.
Em breve estava de volta do texto e do grande dicionário. Os outros iam espreitando, interessados, e a bela dama Arwen dava uma boa ajuda. Ao fim de algum tempo voltou-se para eles parecendo satisfeita:
- É de facto a Profecia dos Elfos; e pelo que consegui perceber é  qualquer coisa mais ou menos como isto:


Esta é a Lenda Antiga
do regresso do Filho Escuro.
Pois entre aqueles que o pelejam
um sonhou com o seu regresso
e foi mais do que um sonho.

Através do seu mais fiel
e terrível servidor,
Gorthaur, o Cruel,
e do poder de artefactos
criados na Elficidade.
Três Belos Anéis,
com magia cantados,
puros, inconspurcados,
e por isso apotentados.
A essência dos Elfos, os seus sonhos,
em três artefactos. Para isso os quererá,
para de volta trazer, o que em escuridão,
tudo desejará prender.
Para isso os faremos, mesmo sem saber!
Mas entrelaçados estarão, feitiços de poder,
tecidas palavras de encantamento,
que tudo poderão desfazer.
E usará também, a que foi forjada do
metal vindo dos céus. Mas a sua gémea,
guardada está na luz das jóias de Varda,
a Guardiã do Mundo que defende Arda,
nas mãos daquele que regressará,
e a morte um dia lhe dará!


-------------------------------------------------------------------------------------------

Os participantes deste desafio foram o Anguirel e Arwen, sendo o Anguirel o vencedor pois enviou primeiro o texto  :)

Na verdade este desafio foi só "uma gracinha"  :grin: para se habituarem às Runas. A partir daqui, vamos repetir os "capítulos" dos Desafios, um por dia (para todos os interessados poderem seguir sem dificuldade), mas só para a história ficar seguida, pois estes Desafios já estão resolvidos  :) Quando for a altura de outro desafio, eu aviso!!!  :evil:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 04, 2007, 09:43:19 pm
- Acho que sim - respondeu Arwen, tranquilizadora - o primeiro "nedh" é a preposição "em, no" mas com um sentido abstracto; e outro "ned" tem um sentido temporal. Agora tenho a certeza: o texto está em Sindarin. Só espero que a Gwen encontre um bom dicionário.

Os outros iam espreitando, interessados, e a bela damaArwen dava uma boa ajuda.

 :grin:

desta vez tive uma participação mais produtiva...nas outras so perguntava  :assob: nao me posso mostrar ignorante
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 05, 2007, 08:53:36 pm

Os outros iam espreitando, interessados, e a bela damaArwen dava uma boa ajuda.

 :grin:


 :grin: modificação feita...  :lol:

---------------------------------------------------------------------------------------

E continua a história, desta vez com o Desafio Vilya   ^_^ (já resolvido   :) ) - os próximos capitulos é apenas para a história ficar seguida  :closedeyes: e para nos dar "mais tempo"  :vela:



Estavam todos de roda do Livro ouvindo a estranha Profecia quando  um pergaminho sujo caiu para o chão negro. Era pequeno o suficiente para estar escondido sem se verem as suas extremidades fora das páginas. Mas o que realmente chamou a atenção aos aventureiros foi uma tengwa clássica no topo da página, a vala (um V). Abaixo estava um texto em Comum:

Citar
(http://membres.lycos.fr/clubjdrvienne/Tengwa8.gif)
No Eastfarthing três hobbits são um madeireiro, um agricultor e um shirrif, Oldbuck,
Marchbuck e Brandybuck, mas não necessariamente por esta ordem. Três outros hobbits
são comerciantes de folha de tabaco, Sr Oldbuck, Sr Marchbuck e Sr Brandybuck.

O Sr Marchbuck vive em Stock

O comerciante com o mesmo nome do agricultor vive em Deephallow.

O agricultor vive exactamente a meio caminho entre Deephallow e Stock

O Sr Brandybuck tem para venda exactamente 20 barris de folha de tabaco

O vizinho mais próximo do agricultor, um dos comerciantes, tem
exactamente o triplo do barris de folha de tabaco do agricultor

Oldbuck vence o madeireiro nas adivinhas

Como se chama o shirrif?

E todos disseram em uníssono "o Desafio Vilya!" porque com o V no topo parecia que Saruman entregara esse segredo a um shirrif do Shire que o tinha servido. Logo os interessados em procurar o segredo desse anel se concentraram nas pistas em questão...

Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 06, 2007, 02:50:35 pm

Os outros iam espreitando, interessados, e a bela damaArwen dava uma boa ajuda.

 :grin:


 :grin: modificação feita...  :lol:

quando duas elfas se unem e juram lealdade, o resto do pessoal está tramado  :lol:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 06, 2007, 09:31:34 pm
 :lol: :lol: :lol:
Mas continuando  B)

- Vocês sabem... tudo isto fez-me lembrar o pergaminho que eu e a Arwen encontramos na biblioteca em Dol Guldur!  :huh: - um pergaminho escrito em Tengwar... e com esse símbolo, que tem a ver com o estudo de astronomia. Poderá estar relacionado?
- Au! Au! - latiu o Narmodil, como se concordasse.
- Talvez... - disse o Daedhel - Saruman disse que um dos esconderijos tinha sido violado, possivelmente por um dos Nazgul...
- Então, esse pergaminho pode ser um dos desafios que Saruman codificou e que revela uma palavra do contra-feitiço para fechar as Portas da Noite??? - perguntou Arwen.
- É bem provável - disse Theoden - O que seria óptimo: assim, tiramos ao inimigo uma pista que tinha em seu poder.
- Onde está esse documento, Gwen??? - perguntou Mormegil.
Gwen já revolvia os bolsos, e por fim tirou um pergaminho azul com o estranho símbolo desenhado na parte superior direita.
- Ei-lo!   :blink:


(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/PergaminhoNarya11.jpg)

Está escrito em Tengwar Modo Português. Tenho aqui uma Tabela para ajudar na leitura; verão como é muito fácil  :) A primeira linha parace-me...  :huh:
"Tenho a cor de Borgil..."
   :blink:

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/TabelaTengwarPortugues-1.jpg?t=1181161850)

Todos olhavam admirados para a estranha charada encontrada no Livro e para o pergaminho. Até que Anguirel perguntou:
- Mas esta folha solta é o desafio do Vilya. O pergaminho é outro desafio e já resolvemos o da Porta. Mas ainda falta um para a frase estar completa: são quatro palavras, uma para cada artefacto.. Onde estará o outro desafio???  :blink:
E Azaghâl, que tinha espreitado as fundações da torre, disse:
- Sabem aquele símbolo estranho, que Saruman disse termos de procurar??? Há um lá em baixo, numa porta que dá para as catacumbas...
- Então o último dos desafios deve estar escondido nessas catacumbas! Vamos ver - disse o Aegnor e outros gritaram: - também vou...
- Eu também vou - disse  Gwen, depois de olhar horrorizada para aquela charada, e o Narmodil latiu concordando.


Assim os heróis dividem-se e enquanto uns ficam no alto da torre a tentar resolver aqueles dois desafios, outros foram pelas escadas abaixo à procura do que faltava.


-----------------------------------------

Este também já está resolvido   ^_^

Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Junho 07, 2007, 12:52:33 am
Citar
Este também já está resolvido ^_^

Ah pois está! E devo ter algures o rascunho! Magnífica caligrafia da Gwen :)
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 07, 2007, 07:10:54 pm
Segue a história, desta vez com o Desafio feito pela Aegnor  :) Devia estar muito engraçado, um género de palavras cruzadas  B) mas nunca o consegui ver, devia ser com algum programa que eu não tinha. Uma pena  :crying: os participantes foram Mestre Azaghal, e Arwen, a nossa querida Estrela Vespertina  ^_^


Nas catacumbas encontram a porta com aquele estranho símbolo e abrindo-a encontram apenas uma pequena sala. Só lá está uma mesa e nela um pergaminho, abrindo-o os heróis encontram o outro desafio. No topo lê-se Nenya, mas o resto é preenchido com grelhas, números e frases ou palavras. Aegnor reconhece imediatamente o que é:
- São palavras cruzadas! Um passatempo inventado pelos Noldor e muito famoso em Aman, nunca  pensei que Saruman fosse amante destas coisas!
Ao lado do pergaminho estava uma pena trabalhada e um tinteiro com tinta. Nas instruções diz que o pergaminho só deve ser preenchido com aquela pena e com aquela tinta "especial". Se o desafio for feito correctamente,  o segredo aparecerá.
Os hérois decidem então fazer tentativas individuais antes de escreverem no pergaminho, não fossem estragar alguma coisa...  :ph34r:


Nas catacumbas ficam Aegnor, Azaghal e Arwen, a Estrela Vespertina, a tentarem resolver o Desafio do Nenya.
Aegnor não participa, limita-se a dar umas dicas de como fazer o desafio e a Gwen, de vez em quando, aparece por ali com o Narmodil atrás, para desespero de Mestre Azaghal.
- Mas vocês não páram um bocadinho???  :ranting:  - pergunta ele zangado.
- Estou nervosa! - responde Gwen - Como está a correr isso?
- Podia estar a correr melhor, se não estivessem sempre a interromper...    :glare:
- RRRRRRRRRRRRRRRR - fez Narmodil, e Mestre Azaghal reconsiderou o seu mau génio.
- Vamos, Narmodil, vamos ver como os outros se estão a sair dos seus desafios!   :glare: - ordenou Gwen 
E lá foram os dois de novo, mas não sem antes o Narmodil ter dado uma lambidela à Arwen, que o abraçou   :hug: 


Azaghal e Arwen concentraram-se novamente  no desafio. Passado algum tempo um grito ecoa pelas cavernas:
- Aha! Acabei - disse Azaghal - os Anões vencem outra vez!  ^_^
- Pois é Mestre Anão - disse Aegnor - parece que é vossa a honra de escrever no pergaminho.
- Também já acabei - disse Arwen, a Estrela Vespertina.  ^_^
- Vamos comparar as respostas. Não pode haver enganos! Muito bem, Princesa - disse Aegnor - Penso que todas as respostas estão certas. Mas Mestre Azaghal terminou primeiro... penso que deve ser ele a tentar!
- Claro que sim! - respondeu Arwen -  Mas vamos lá, quero saber qual é o segredo do pergaminho. O importante é que as nossas pesquisas deram o mesmo resultado.


Então Azaghal, com todo o cuidado, pega na pena e mergulha-a no tinteiro, a tinta é prateada e cintila com estranhos tons à luz das velas. “Parece mithril” pensa Mestre Azaghal, enquanto cautelosamente  vai preenchendo as grelhas. Quando ele vai escrever a última letra todos retêm a respiração, mal ele a escreve o pergaminho começa a mudar, a maior parte das linhas e letras desaparecem e as que permanecem brilham intensamente e movem-se para formar a palavra LACA.

Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 07, 2007, 08:42:39 pm
como eu me lembro de imenso tempo a queimar pestanas, tudo para quase no fim, ter de sair do pc, e reescrever tudo no dia a seguir... :lol:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 08, 2007, 09:40:46 pm
E mais um Capítulo...  :) a partir daqui, os Capítulos são novos  ^_^

--------------------------------------------------------------------------------------------------

Mormegil e Simbelmynë pegaram no pergaminho encontrado em Dol Guldur, e na Tabelinha das Tengwar.
- Vou fazer este. Gosto muito da escrita Tengwar. – disse Simbelmynë.
- Eu também. Tentamos os dois – disse Mormegil, e ambos se sentaram no chão da biblioteca e começaram a traduzir o pergaminho.
- Vamos fazer o trabalho separadamente e no final comparamos para ver se o resultado é o mesmo. – Propôs Mormegil.
Assim fizeram e passado pouco tempo tinham ambos traduzido o pergaminho.
- É mais fácil do que pensava – disse a Simbelmynë. – Vamos comparar.
Ambos viram que tinham traduzido a mesma coisa.

Tenho a cor de Borgil
Ardente como joia de fogo
Servi aquele que a sua flama
Em véus cinzentos ocultou

Sou coroa poderosa
De jóias sem igual
Uma por cada um
Daqueles que te condenam

Sou um espírito de fogo
Devoto a Laurelin
Conduzo brilhante nave
Na distante Ilmen

Nobre e sábio elfo
Que lia no coração
Em segredou me entregou
Foi um bom guardião

Terra entre dois rios
No sopé de grandes névoas
Terra do azevinho
Onde fomos forjados

Amantes da música e do mar
Somos os mais suaves cantores
E este nome damos a nós próprios


- Então está certo com certeza. São um género de adivinhas. Agora temos de ver se acertamos nas respostas – disse Mormegil.
- Vamos fazer de novo trabalho separado, e comparar os resultados no fim.
E concentraram-se ambos nas charadas.
- A primeira é o Narya, de certeza. Até porque sabemos que estes desafios dizem respeito aos Anéis. Vamos ver as restantes.
- Já terminei – disse o Mormegil. - Mas continua Simbelmynë, para ver se as tuas respostas são iguais.
- Também já terminei. – disse a Simbelmynë. - Eis as minhas:

-> Narya, o anel vermelho ou anel de fogo, que foi dado a Gandalf, o Cinzento

->Coroa de Melkor, que tinha os 3 silmarils (um por cada um dos que o condenaram: Feänor, Finarfin e Fingolfin)

->Arien, Maia do fogo, escolhida para conduzir a nave que levava o fruto da Laurelin, Anar.

->Círdan, que entregou Narya a Gandalf

->Eregion, onde foram forjados os anéis élficos

->Teleri. agora o nome que são a si próprios penso que seja Falamari ou Eglath


- Hum!!!  :huh: – Mormegil olhava atentamente as respostas da Simbelmynë -  Não concordo com duas… a Coroa Poderosa não me parece que seja a de Morgoth… repara, é a coroa “daqueles que te condenam”… pensei na Valacirca, a coroa de sete poderosas estrelas e sinal de condenação para Melkor. E também nos Teleri, lembrei-me que eles se chamavam a si próprios Lindar, os Cantores… Eis as minhas respostas:
- Narya
- Valacirca
- Arien
- Círdan
- Eregion
- Lindar.


- Bem, vamos tentar das duas maneiras – acrescentou Simbelmynë – assim temos duas hipóteses…
E assim fizeram. Simbelmynë escreveu a lápis as suas respostas, em frente de cada adivinha… mas nada aconteceu.
- Tenta agora tu, Mormegil – disse – espero que tenhas sorte!
Um pouco nervoso, Mormegil escreveu cuidadosamente as suas respostas.
- Acho que acertaste, Mormegil  :w00t: – disse Simbelmynë – repara, está a acontecer qualquer coisa…  :huh:
- Estão a aparecer umas letras vermelhas… mas ainda indistintas…  :blink:
- Como vai isso? – perguntou Gwen, que andava sempre dentro e fora da sala, muito nervosa.
- Acho que acertámos este! Está a acontecer qualquer coisa ao pergaminho.
Todos olhavam atentamente e o Narmodil, que andava tão agitado com a Gwen, apareceu de repente e latiu. Atrás dele vinham  Arwen,  Mestre Azaghal e  Aegnor, todos com um ar muito satisfeito.
- Um já está resolvido – disse Mestre Azaghal. -  É o desafio Nenya, e a palavra é LACA!
- Não deve ser essa a palavra, mas apenas as letras que a compõem – acrescentou Arwen – Não te esqueças que ainda falta resolvermos o anagrama.
- Sim, é verdade – disse Mestre Azaghal. – Nem sei como conseguimos, Arwen, com esse animal e a Gwen sempre a entrar e a sair…  :glare:
Gwen olhou para ele  e ia a dar qualquer resposta torta, quando  Aegnor disse:
- Reparem, as letras do pergaminho estão a ficar mais nítidas. Já temos dois desafios resolvidos…
Todos olharam interessados.

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/PergaminhoNarya2.jpg)

- Sempre é o Narya  :w00t: - disse Simbelmynë - e as tuas respostas estavam correctas, estão a aparecer com a cor de fogo!  :huh:
- E na parte esquerda do pergaminho, as iniciais das respostas! Vejam: VACEL!!!  :huh: - observou Mormegil.
- São então essas as letras que compoem a palavra que os Elfos ligaram ao Narya! - disse Daedhel, acabando de entrar e olhando interessado - Os outros ainda estão de volta do desafio Vilya. Já temos então as palavras da Anguriel: IRËF, do Nenya: LACA  e do Narya: VACEL. Eu estou preocupado é com o anagrama; onde está???  :ranting: Não o vejo em lado nenhum!  :angry:
- Au! Au! - concordou o Narmodil.
- Vai procurá-lo... - disse Gwen - Leva o Narmodil contigo e vejam se descobrem algo. Precisamos do anagrama para colocar as letras das palavras da forma correcta.  :huh: E agora vou dar um palpite no desafio Vilya  :P
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 09, 2007, 06:08:00 pm
Aegnor, Mormegil, Azaghal, Arwen, Elrond, Bijuca, Eru, Evenstar, Anguirel  e Olorin ficaram a falar na sala da torre, satisfeitos por já estarem três desafios resolvidos. Noutra sala, Maharet, Théoden, Annawen, Simbelmynë e Gwen ainda andavam às voltas com o desafio Vilya. Decidiram experimentar resolver o desafio separadamente e comparar os resultados no fim. Olhavam atentamente para a folha e Gwen estava zangada.
- Só mesmo aquele malvado do Saruman para fazer uma charada destas!! Que confusão!  Mas penso que sei quem era o tal Shirrif…  :glare:
Maharet foi a primeira a terminar, logo seguida do Théoden. Simbelmynë, Annawen e Gwen em breve terminaram também  e todos compararam os resultados, vendo que era o mesmo.
- Só pode ser o Oldbuck. – disse Maharet - Senão vejamos: O Sr Marchbuck vive em Stock e o comerciante com o mesmo nome do agricultor vive em Deephallow.
Portanto, o agricultor não pode se chamar Marchbuck, segundo a afirmação 1.

- O agricultor vive exactamente a meio caminho entre Deephallow e Stock. - acrescentou Gwen  :blink:

- e o Sr Brandybuck tem para venda exactamente 20 barris de folha de tabaco - continuou Annawen.

- O vizinho mais próximo do agricultor, um dos comerciantes, tem exactamente o triplo do barris de folha de tabaco do agricultor. Pela afirmação 3, o vizinho não pode morar nem em Stock (não pode ser o Sr. Marchbuck, portanto - afirmação 1) e nem em Deephallow - disse Théoden, pensativo - Por outro lado, o Sr. Brandybuck não pode ser esse vizinho, pois 20 não é triplo exacto de número algum. Mas então o vizinho é o Sr. Oldbuck, e o Sr. Brandybuck é o que mora em Deephallow, e portanto o nome do agricultor é Brandybuck - afirmação 2.  :closedeyes:

-  Oldbuck vence o madeireiro nas adivinhas - continuou Simbelmynë - Portanto, o madeireiro não pode se chamar Oldbuck. Mas ele também não pode se chamar Brandybuck, pois este é o agricultor. Então seu nome é, necessariamente, Marchbuck.  :blink:

- E a última pergunta: Como se chama o shirrif? - terminou  Maharet - Como o agricultor se chama Brandybuck e o madeireiro Marchbuck, o único nome que resta para o shirrif é Oldbuck.  ^_^

- Deve estar certo – opinou Theoden e os outros concordaram  – uma vez que todos chegamos à mesma conclusão.
- A Maharet deve experimentar, pois foi ela quem terminou primeiro – disse Annawen.
- Sim, e ela tem uma letra muito bonita – acrescentou Simbelmynë.  :)
- E o Daedhel? – perguntou Maharet – ele andava só fora e dentro da sala...
- Foi procurar o anagrama com o Narmodil  – informou Gwen, andando de um lado para o outro – Estavam os dois muito agitados! –  todos olharam para ela e depois disfarçadamente uns para os outros, mas não disseram nada - já temos três das quatro palavras da frase que inverterá o processo: mas temos de saber qual a ordem, para o contra-feitiço funcionar. Vamos então ver se acertámos neste desafio também...
Maharet escreveu cuidadosamente o nome do shirrif do Shire: “OLDBUCK” e todos sustiveram a respiração. Na folha começa a formar-se umas letras azuis, cada vez mais nítidas:

Citar
VILYA
NIËROM
(http://membres.lycos.fr/clubjdrvienne/Tengwa8.gif)
No Eastfarthing três hobbits são um madeireiro, um agricultor e um shirrif, Oldbuck,
Marchbuck e Brandybuck, mas não necessariamente por esta ordem. Três outros hobbits
são comerciantes de folha de tabaco, Sr Oldbuck, Sr Marchbuck e Sr Brandybuck.

O Sr Marchbuck vive em Stock

O comerciante com o mesmo nome do agricultor vive em Deephallow.

O agricultor vive exactamente a meio caminho entre Deephallow e Stock

O Sr Brandybuck tem para venda exactamente 20 barris de folha de tabaco

O vizinho mais próximo do agricultor, um dos comerciantes, tem
exactamente o triplo do barris de folha de tabaco do agricultor

Oldbuck vence o madeireiro nas adivinhas

Como se chama o shirrif?

- Viva! Boa, Maharet  :w00t: Sempre é o Desafio do Vilya e a palavra de poder que está ligada a esse anel tem esses letras:  NIËROM -  :blink: - disse Annawen
- Já temos todas as palavras de poder! - acrescentou Maharet - Agora resta-nos esperar que o Daedhel e o Narmodil encontrem o anagrama!!!





Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 10, 2007, 07:20:31 pm
o Narmodil encontra de certeza  ^_^
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 10, 2007, 08:42:51 pm
 :ph34r: E continua a aventura!!! E desta vez, temos mais um "pequeno" Desafio  ^_^ FORÇA, PESSOAL  :brutallsabre: temos de decifrar aquela frase para conseguirmos abrir a porta e descobrir o anagrama!!!   :blink:

-------------------------------------------------------------------------------------

Entretanto, Daedhel e Narmodil desciam rapidamente as escadas da torre de Isengard.
- Nem me quero lembrar que vamos ter de subir isto outra vez! – resmungou Daedhel.
- Au! Au! – concordou Narmodil num tom de desânimo.
- Espero que os outros consigam resolver o desafio Vilya. Agora só nos falta essa palavra. E que a Gwen pare de andar de um lado para o outro!  Ela estava agitada, não estava?
- RRRRRRRR – rosnou Narmodil em resposta. 
- Hum!!! Percebi!!! Não se pode dizer nada contra a Gwen que ficas aborrecido! Mas fica sabendo que não me roerás mais nenhuns sapatos: mandei vir botas de aço de Angband!
O Narmodil deu-lhe uma lambidela na mão, parecendo arrependido.
- Não penses que me enganas!! Já reservei a encomenda pelo meu palantír. A partir de agora, só botas de aço!!   :glare:
O Narmodil olhou para ele de lado, passando mentalmente em revista todas as coisas que tinha encontrado dentro da mochila do General de Mordor. Por fim, achou que não precisava de se preocupar: sempre haveria alguma coisa para roer, caso fosse estritamente necessário!

Continuaram os dois a descer, até chegarem a um patamar com uma porta fechada.
- Foi aqui que ouvimos barulho quando vínhamos a subir – disse Daedhel, encostando o ouvido à porta. Não se ouvia nada – Estou tentado em ver o que há no outro lado… que te parece?
- Au! Au!!!! –concordou Narmodil.
Com dois fortes pontapés abriu a porta. Pegou na sua espada e olhou atentamente.
Havia um corredor muito estreito e escuro que dava uma curva pronunciada para a esquerda; avançaram cuidadosamente até que ouviram barulho e pararam.
- Xiu! Vem aí alguém… - segredou Daedhel e ambos se prepararam para o embate!
Na parede viram a sombra de dois grandes Uruk-hais que se aproximavam… esperaram até eles darem a volta e lançaram-se sobre eles, o Daedhel atacando um e o Narmodil o outro. Em breve estavam ambos fora de combate.
- Estes já não chateiam mais – disse  Daedhel, fazendo uma festa ao Narmodil, que também parecia satisfeito – bom trabalho!
Continuaram até que foram dar a uma sala estreita que  tinha apenas uma parede com estantes até ao tecto, e mais nada.
- Mas isto não tem saída???  :blink: – e andaram os dois pela pequena sala, mas não havia mais nada. Daedhel olhou atentamente para as estantes, reparando que um livro parecia ter mais uso que todos os outros, pois o cabedal da capa estava gasto. Resolveu empurrá-lo e ouviu um barulho, como um qualquer mecanismo em funcionamento. Afastou-se, e viu aquela parte da estante a mover-se lentamente, primeiro para fora e depois para o lado, deixando ver uma passagem.
- Hum!!! O que temos aqui? Onde irá dar esta passagem? Vamos investigar?
O Narmodil deu um latido concordando. Passaram  pela abertura, e viram que estavam numa espécie de caverna que descia bastante… havia um carreiro estreito junto à parede, mas ao lado via-se um profundo precipício que terminava num estranho lago esverdeado, que parecia borbulhar.
- Temos de avançar com cuidado… aquele lago não me inspira confiança, parece ácido. Não podemos cair lá abaixo! Penso que isto vai dar às minas… um caminho secreto que Saruman utilizava quando lhe convinha.
Foram descendo cuidadosamente por aquele carreiro, mas mais à frente tiveram uma desagradável surpresa… o caminho terminava abruptamente, para continuar mais à frente.
- Vamos ter de saltar, Narmodil – disse  Daedhel, preocupado. – Penso que conseguimos… o que achas?
Narmodil latiu duma forma confiante e tomando balanço ambos saltaram para a continuação do carreiro.
- Foi mais fácil do que parecia – e continuaram descendo cuidadosamente. Por fim chegaram ao fundo daquela passagem... o lago borbulhava e formava um vapor com um forte cheiro ácido, mas havia várias plataformas que o atravessavam e levavam a uma passagem que terminava numa grande porta de pedra.
- Temos de passar para o outro lado sem cair nesta água – disse Daedhel olhando desconfiado para aquelas plataformas que não pareciam muito seguras.
O Narmodil rosnou.
- Que se passa? Há alguma armadilha?
O Narmodil saltou, não para a primeira mas para a segunda plataforma e depois olhou para ele.
- Hum! Compreendo! Nem todas são seguras… muito bem. – E saltava só para as que o Narmodil escolhia. Assim chegaram ao outro lado e junto da porta Daedhel viu o símbolo que Saruman indicara gravado nela, e também várias runas.
- Então é aqui que está escondido o anagrama… e pelo que tudo indica, vamos ter de decifrar estas Cirith para conseguir abrir a porta. Vamos chamar os outros! A esta hora já devem ter resolvido o desafio! Envio-lhes uma mensagem pelo palantír e vamos esperá-los junto à porta do patamar, para lhes ensinarmos o caminho. Vamos!

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/PortaRunas.jpg?t=1181504497)

----------------------------------------------

As respostas devem ser enviadas para mim por Mensagem Privada :) A frase deve estar na língua original e traduzida para português  ;) na página anterior a esta está a tabelinha das Runas, que usamos para decifrar a Profecia  :) BOA SORTE!   :hug:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Junho 11, 2007, 12:04:54 am
uma duvidazinha: aqueles pontos nao aparecem na tabela... são o que? separações de palavras? :blush:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 11, 2007, 12:07:48 am
 :) sim, esses pontinhos separam as palavras, como podem ver nas runas que estão nas capas dos livros.

E não se esqueçam também da nossa Querida e Maravilhosa Istya  :rolleyes: a MELHOR ENCICLOPÉDIA TOLKIENIANA DO MUNDO  :wub: que até tem... dicionários ;)

FORÇA PESSOAL!!!   :brutallsabre:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 11, 2007, 05:05:45 pm
ja respondi  ^_^
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 11, 2007, 09:08:32 pm
 :) Já temos a POrta aberta  :w00t2: :w00t2: pois tivemos três jogadores e todos com as respostas certas  :w00t2: :w00t2: :hug: Sinto-me muito orgulhosa, o nosso grupo não só sabe traduzir Runas como já sabe Sindarin  ^_^

Devia apresentar o próximo capitulo hoje  :blush: que já está mais ou menos "alinhavado" mas, devido a algumas sugestões no nosso almoço de hoje  :devil: terei de fazer algumas alterações à história...   :sly:  Amanhã ou o mais tardar 4ª feira, será postada a continuação...   :) e o último desafio, o anagrama  :ph34r: (que ficou um bocado "tosco", tou já a avisar...  :ph34r:)
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 12, 2007, 11:32:04 am
weee acertei  ;)

se precisares de...sugestoes  :evil: ajudo-te a escrever
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 12, 2007, 09:53:11 pm
 :devil:


Estavam todos parados em frente à porta de pedra e olhavam para as cirith.
- Saruman escondeu bem o anagrama – notou Bijuca – ainda bem que descobriram este caminho, Daedhel e Narmodil.
- Não são Runas dos Anões – afirmou Mestre Azaghal e o Narmodil latiu, concordando.
- Gosto daquele símbolo do estudo de Astronomia – exclamou Simbelmynë sonhadora – È bonito.  :wub:
- Tenham cuidado, não vá o Narmodil queimar as patinhas nessa água ácida – avisou Mormegil  :rolleyes:
- O Narmodil nunca cairia naquela água!!!  :glare: – afirmaram Gwen e Arwen - Bem, com a tabelinha vai ser fácil decifrar  o que está escrito, mas se esta porta funcionar como a de Mória, não servirá apenas decifrar as runas, temos de saber o que está escrito.
- E é com certeza Sindarin – acrescentou Arwen, fazendo festas ao Narmodil.
- Quer dizer que temos de traduzir o Sindarin? – perguntou Aegnor.  :blink:
- Ainda bem que é uma frase pequena – notou Eru.
- A nossa “velha” Istya dava jeito agora – comentou Maharet - fizemos bem em trazer o dicionário. – e olhou apreciadoramente para o grande calhamaço que tinham trazido da biblioteca de Saruman.
- Bem, mas vamos ao trabalho – continuou Anguirel – a porta não vai abrir só por estarmos a olhar para ela.
- Sim, vamos a isto! – continuou Mestre Elrond – odeio este cheiro ácido do lago.
- A tabelinha das Runas? – perguntou Evenstar.

Em breve estavam  de roda da tabela e do dicionário, menos a Gwen que ficou preocupada com o comentário do Mormegil e resolveu ficar ao pé do Narmodil. Anguirel, Arwen e Simbelmynë, que se estavam a tornar exímios na arte de tradução, decifravam com toda a atenção as runas e consultavam o dicionário de sindarin com grande mestria.  ^_^

- Já está – disseram os três, depois de terem conferenciado um pouco - o que traduzimos foi “Pedo sílad a minno”  - “Fala brilha e entra”.  :closedeyes:
- E agora, o que fazemos? – perguntou Aegnor.
- É um segredo simples – disse Olorin – se for como as portas de Mória, é só dizer a palavra “Sílad” – “Brilha”.
Anguirel, Arwen e Simbelmynë  colocaram-se em frente à porta e disseram muito sérios e com voz clara “SÌLAD”. Todos observavam atentamente. Viram o símbolo ficar muito brilhante e a porta começou a abrir lentamente.
- Boa Anguirel, Arwen e Simbelmynë!! Viva, conseguimos!!  :w00t: :hug:

Todos ficaram contentes e o Narmodil deu uma lambidela a cada um.
Avançaram ansiosos por se livrarem do cheiro ácido do lago, mas encontravam-se agora num corredor que continuava a descer e num dos lados viram que aquela água ácida continuava a acompanhá-los, correndo como um pequeno regato.
- Não a pisem ou queimam os pés - recomendou Daedhel.
- Tomem conta do Narmodil – disseram ao mesmo tempo Anguirel e Mormegil, e Mestre Azaghal não acrescentou nada mas deitou um tal olhar ao nosso querido lobo favorito, que Gwen e Arwen  foram logo para o pé dele.
Todos caminhavam cuidadosamente, ansiando já pelo ar livre. De súbito chegaram a um largo patamar com uma grande porta de pedra. Estava aberta e o regato passava por ela.
Pararam  à entrada daquela grande gruta, observando.
Era quase circular e um imponente e íngreme rochedo erguia-se no centro, largo e negro até uma grande altura. A sua escarpa afiada como negras lâminas ameaçava desfazer os mais incautos, apesar de estreitos degraus terem sido esculpidos a toda a volta da rocha. Lá muito ao cimo, por uma abertura, viam-se brilhar as estrelas de Varda e uma solitária Lua cheia.
A toda a volta da camâra tinham sido esculpidos grandes balrogs com as suas misteriosas asas de sombra; e um fosso com aquela água ácida rodeava todo o misterioso rochedo negro, mas a meio havia uma pequena plataforma.
- E agora? – preguntou Maharet – que fazemos? Isto não tem saída?  :blink:
- Parece-me que temos de subir este “acidente positivo” – disse Anguirel com um ar muito entendido e a Gwen e o Narmodil olharam para ele muito admirados.
 – Subir o quê???   :blink:
- Au???   :blink:
- O “calhau” – esclareceu Mormegil – Reparem, se saltarmos para a plataforma a meio do fosso depois podemos saltar para aquela saliência ali no rochedo.. e depois há alguns degraus toscos e estreitos, estão a ver?
- Sim – disse Simbelmynë – temos de escalar o rochedo, parece a única solução; o cimo parece ser plano.  E não podemos cair ao fosso.  :unsure:
- Com certeza esta é uma saída das minas – continuou Maharet – pois lá em cima vê-se o céu.
- É provável – concordou Daedhel – Temos vindo sempre a descer, por isso agora ao subirmos o rochedo, devemos ficar ao nível do solo.
Arwen e Gwen observavam preocupadas o difícil carreiro para subir o… “acidente positivo” (segundo alguns), ou “calhau"… (segundo outros)… enfim, o rochedo!  :closedeyes:
- Será que o Narmodl consegue subir? – peguntaram ansiosas, mas ele latiu de forma confiante e deu uma lambidela a cada uma.
- Então, eis o que temos a fazer – continuou Théoden – saltar para a plataforma a meio do fosso e depois para aquela saliência quase em frente, no rochedo, subindo depois aqueles degraus toscos até ao cimo. Espero que o anagrama esteja lá.  :mellow:
- Tenham cuidado e não caiam ao rio  - voltou a recomendar Daedhel – Eu posso ir primeiro!
- Eu vou a seguir – continuou Elrond – e depois pode ir o Mormegil, a Arwen e a Gwen, e o Narmodil certamente as seguirá. Depois vão a Maharet, Simbelmynë, Bijuca, Annawen, Eventsar e por fim Théoden, Eru, Anguriel, Aegnor e Mestre Azaghal. Encontramo-nos lá em cima.
Todos concordaram e o Daedhel saltou para a plataforma a meio do rio e depois para a saliência do rochedo. Mas assim que pisou a plataforma  a porta atrás deles fechou-se com estrondo e da boca das esculturas dos balrogs começou a sair aquela água ácida.
- Bolas! – exclamou Daedhel – isto está armadilhado. –  e olhou preocupado para a água que caía, aumentando rapidamente o nível do fosso – Temos de ser rápidos, MUITO RÀPIDOS!
- Vamos continuar como combinámos – disse Aegnorl –  Não podemos perder tempo.Temos de nos despachar ou os últimos serão apanhados nesta água ácida – e Elrond saltou para a plataforma e depois para o rochedo. O Daedhel já subia para dar espaço ao seguinte e Elrond começou também a escalada, enquanto Mormegil já saltava e olhou para trás antes de começar a subir:
- Vamos, Arwen, depressa! – recomendou, e iniciou a subida.
Arwen saltou e a seguir a ela Gwen, olhando ansiosa par trás. Seguiu-se Maharet e Narmodil, que saltaram ao mesmo tempo e depois os outros, que assim que chegavam ao rochedo iniciavam a escalada para os que estavam atrás tivessem espaço para saltar.
A água não parava de subir, mas com a pressa Mormegil escorregou e apesar de tentar agarrar-se a alguma saliência, continuava a escorregar e teria caído naquela água ácida…  se não fosse o corajoso Narmodil, que deu um salto e o agarrou pelo cinto, num acto de grande bravura!  ^_^
- Ufa! Foi por um triz! Obrigado Narmodil – agradeceu.
Assim, ficou apenas com o ombro um bocado esfolado e gemeu ao iniciar de novo a escalada… mas ao ver o olhar do Daedhel  resolveu não se queixar mais!  :ph34r:
- Que corajoso e valente é o Narmodil!!! – não puderam deixar de observar Arwen, Gwen, Maharet, Simbelmynë, Annawen e Evenstar! :wub:
Felizmente não houve mais incidentes de maior, tirando o Anguirel que, com a pressa na escalada colocou mal um pé e perdeu um sapato, que caiu no ácido e se desfez de imediato, todo queimadinho e a fumegar!!! Lá teve de continuar a subir, agora descalço de um pé e com bastante dificuldade, pois o “incidente positivo” (ou “calhau”, segundo outros) estava quente e tinha umas pedrinhas que picavam o pé! “Ai, está quente!!!”  ia dizendo o Anguirel enquanto subia – “Au, pica!!!”   

A água não parava de subir e já mal se via a plataforma quando Mestre Azaghal, que fechava o grupo, saltou. Iniciou imediatamente a subida com a água quase a apanhá-lo.
- Depressa, Azaghal, depressa!!! – ouvia os outros a dizer já no cimo do rochedo, mas nem perdia tempo a olhar para trás, com o ácido mesmo no seu encalço. Finalmente chegou ao cimo e todos se mostraram satisfeitos por estarem novamente juntos; até o Narmodil deu um latido de Boas-Vindas ao ver o Mestre Anão, apesar da barba fumegar e cheirar a sebo queimado...  :mellow:
- Não vos cheira a sebo queimado? – perguntou ele, ainda a recompor-se. - e estão a olhar para onde???  :glare:
- Para nada, para nada...  :rolleyes: - disseram todos cruzando os olhares e num momento de descontração desataram a rir! Até o Narmodil parecia divertido com a situação, enquanto Mestre Azaghal comentava:
- Maldito ácido!!! - ainda nao reparara que tinha a barba a arder e quando olhou para baixo para se certificar que continuava inteiro viu uma farripa de fumo. - E essa maldita água, continua a subir??? - continuou, admirado por a Arwen, Gwen, Simbelmynë e Maharet estarem a soprar para a sua barba.
 - Não, parou quando chegou ao nível das esculturas – disse Maharet continuando a soprar para as barbas do Mestre Anão, que finalmente pararam de fumegar – mas parece que estamos aqui presos.  :unsure:
Na verdade assim parecia pois o cume do rochedo elevava-se acima da água mas estavam rodeados por ela, como numa ilha. Do outro lado via-se um largo caminho com uma abertura que seguia para o exterior, vendo-se as estrelas e a Lua; mas o ácido barrava-lhes o caminho.
Todos observaram o rochedo: era amplo, quase circular e um pequeno varandim rodeava-o. Quase ao centro havia um pedestal com algo que brilhava à luz das estrelas e da Lua; todos se aproximaram, curiosos, apesar do Anguirel ir a coxear um bocadinho… “ai, as pedrinhas… au, está quente! ”  e voltou-se para o Daedhel:
 - Tens de me dar o contacto de Angband, para também encomendar umas botas de aço!  :wacko:
- Vejam, o anagrama! – disse Annawen ao ver uma folha branca.
- Sim – continuou Gwen – Reparem, tem 4 palavras mas só algumas letras nelas: no entanto penso que serão suficientes para pormos as letras na ordem correcta  e reconhecermos, não só as palavras que estão ligadas aos artefactos, como a frase de poder do contra-feitiço do Elfos.
- Sabemos que as palavras estão em Quenya – continuou Arwen – no entanto, há algo escrito a rodear o anagrama…  :blink:
- Também tem 4 símbolos – observou Anguirel – cada um deve ser uma “pista” para as palavras…
- A palavra de poder que está ligada ao Vilya tem as seguintes letras: N – I – Ë – R – O – M – esclareceu  Maharet
- A palavra de poder da Anguirel tem as seguintes: I – R – Ë – F – continou Aegnor.
- A do Nenya tem as letras: L – A – C – A – informou Azaghal, com a sua barba ligeiramente chamuscada.
- E a do Narya tem as letras: V – A – C – E – L – finalizou Mormegil, ainda a esfregar o ombro.

- Então vamos tentar resolver o anagrama – propôs Théoden – Estamos aqui presos, mesmo… preocupamo-nos com a saída depois. Que dizem???
Não podiam mesmo fazer mais nada, por isso todos concordaram, sentando-se com as tabelinhas e os dicionários e olhando atentamente para o anagrama…  :blink:


(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/Anagrama.jpg?t=1181680428)



Respostas ao anagrama para a minha Caixa de Mensagens...  :devil:

E o nosso grupinho está O MÀXIMO!!!  :w00t2: :w00t2: :w00t2: Já está o anagrama resolvido  ^_^ Tivemos 2 brilhantes participações, da Simbelmynë e da Arwen  :hug: :hug:
 :w00t:

Somos tão inteligentes!!!  ^_^  Sauron que se cuide...  :evil: ou lá quem for  :rolleyes: (bolas, agora falei de mais...  :lol:)
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 13, 2007, 08:28:05 pm
Estavam todos concentrados no misterioso Anagrama.  :mellow:
- Penso que os símbolos são um género de “pistas” para as palavras… e para os artefactos – opiniou Elrond.
- A escrita que rodeia o Anagrama está metade em Runas e a outra metade com as Tengwar modo Beleriand – observou Daedhel.
- Uma palavra tem uma “chama” por cima… penso que essa será a palavra de poder ligada ao Narya, o Anel de Fogo, não acham? – perguntou Mormegil.
- Outra tem o “Sol” – continuou Mestre Azaghal, pensativo – “Sol”… “Luz”… é provável que essa esteja ligada ao Anel Branco, o Nenya.
- A seguinte tem uma caveira … é com certeza a palavra de poder ligada à poderosa espada Anguirel. – disse Aegnor.
- E a última tem a “Lua” – finalizou Maharet – que poderá significr “Noite”, ou “Escuridão”. Deve ser a palavra ligada ao Anel Azul, o Vilya.
Simbelmynë e Arwen, que tinham muito jeito para este género de charadas, estudavam atentamente o anagrama e consultavam os dicionários de Quenya e Sindarin.

- Penso que já descobri – disse a Simbelmynë e todos se sentiram entusiasmados – o anagrama está escrito em Quenya, e a primeira palavra é “VELCA” que significa “Flameja, ou Arde” e está ligada ao Narya. A segunda é “CALA”, “Luz”, e está ligada ao Nenya. A terceira palavra é “FIRË”, “Morre” e está ligada à espada Anguirel; e a última “MORNIË”, “noite, ou escuridão”, e está ligada ao Vilya. Assim, a frase seria:”Arde, ou flameja luz! Morre noite, ou escuridão!”
Todos experimentaram mentalmente preencher as “grelhas” com as letras e viram que a Simbelmynë tinha razão.
- Penso que acertaste! – disse Anguirel e todos concordaram, sentindo-me muito entusiasmados.  :w00t:
- È isso de certeza! – reforçou Arwen, que muito atenta lia as runas e as tengwar que rodeavam o anagrama – sabem o que está escrito a toda a volta??? “Lacho calad! Drego morn!” É Sindarin, mas o significado é o mesmo que a Simbelmynë disse: “Flameja Luz! Morre Noite!”  :)
- O grito de guerra dos Edain do Norte! – observou Gwen emocionada – Adoro essa frase; e não consigo pensar numa com maior poder.
- E mais indicada para fechar as Portas da Noite – acrescentou Annawen.
Todos se sentiam emocionados e por fim Gwen disse:
- É isso com certeza. Preenche as grelhas, Simbelmynë, com uma das minhas canetas de mithril.
Um pouco nervosa Simbelmynë preencheu cuidadosamente as grelhas com as letras que faltavam;  VELCA  -  CALA!  -   FIRË   -  MORNIË!

Quando terminou todo o anagrama brilhou intensamente e pareceu arder diante deles…  :blink: e quando se desfez sentiram todo o rochedo tremer e no pedestal surgiram 4 pedras escritas em Sarati… ao mesmo tempo, também um bloco de pedra ia saindo do rochedo, passando por cima do ácido e formando uma passagem que levava até ao caminho para a saída.
- A maquinaria de Saruman - pensaram todos, mas Théoden, muito prático, exclamou:
- VIVA!!! JÁ PODEMOS SAIR DAQUI! –  e sentiram-se muito aliviados.
- Mas temos de levar estas “pedras” escritas em Sarati – disse Daedhel – é este o “contra-feitiço” dos Elfos para fechar as Portas da Noite.
- Sim, essa bela frase escrita com as Sarati de Rúmil, o mais antigo e poderoso sistema de escrita – continuou Gwen, e só de olharem para as pedras sentiam que emanava delas um grande poder.
- E o melhor seria haver quatro portadores, um para cada “pedra” – opiniou Arwen e o Narmodil deu um latido, concordando.
- Os Portadores podem ser aqueles que venceram os desafios dos Anéis – continuou Aegnor – Mormegil, leva a Sarati que está ligada ao Narya;

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/PedraSaratiVermelho.jpg?t=1181762393)

Mestre Azaghal leva a que está ligada ao Nenya;

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/PedraSaratiBranco.jpg?t=1181760776)

a Simbelmynë, que resolveu o anagrama, leva a Sarati da Anguirel;

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/PedraSaratiAnguriel.jpg?t=1181760856)

e a Maharet leva a Sarati que está ligada ao Vilya.

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/PedraSaratiAzul.jpg?t=1181762325)

Todos concordaram e Mormegil, Azaghal, Simbelmynë e Maharet embrulharam cuidadosamente as pedras e guardaram-nas nas suas mochilas… e feito isso, foram todos por aquela “ponte” que tinha saído do rochedo e correram para fora das minas…
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 13, 2007, 08:31:50 pm
hehe eu ate pareço uma grande mestre a ler runas e a decifrar sindarin  :grin: as aparencias iludem  :rolleyes:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Simbelmynë em Junho 13, 2007, 08:43:38 pm
hehe eu ate pareço uma grande mestre a ler runas e a decifrar sindarin  :grin: as aparencias iludem  :rolleyes:

ahah somos duas  :laugh:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 13, 2007, 08:46:14 pm
 ^_^ Não iludem NADA!!!  ^_^ Estiveram ambas MUITO BEM!!!    ^_^ :w00t2: :hug: :hug:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 13, 2007, 08:49:08 pm
 :hug: :hug:

eu e a simbelmynë temos de escrever um calhamaço digno da maharet sobre "como fingir ser elfa em 10 liçoes"  :lol:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Simbelmynë em Junho 13, 2007, 11:36:25 pm
mas eu sou uma flor =P
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 13, 2007, 11:56:16 pm
mas eu sou uma flor =P

mais uma vez!

as "iludencias aparudem" :lol:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 14, 2007, 01:38:42 pm
eu sei, e assim provas a nossa teoria  :grin:

pronto pronto, entao "como fingir ser um elfo ou um vegetal em 10 liçoes"  :rolleyes:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 14, 2007, 01:51:06 pm
 :rolleyes: Está muito gracioso o Mestre Anão...  :rolleyes: fica-lhe bem a barba chamuscada...  :lol:

- AuAuAu!!!  :evil:

- Então, Narmodil, comporta-te!!!  :rolleyes:

* :evil: :evil: *
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 14, 2007, 02:36:01 pm
então nao fica?  :evil: vai ser a nova tendencia para a moda Outono-Inverno (sem rendinhas, por falta de mestre Elrond  ;))
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 14, 2007, 05:08:42 pm
Passaram pela “ponte” que saíra do rochedo e correram pelo túnel que se lhe seguia, ansiosos pelo ar livre. Todos se sentiram aliviados quando chegaram ao círculo de Isengard; estava uma noite bonita, sem vento, a Lua cheia iluminava o céu e as estrelas cintilavam.
Sentaram-se um pouco, cansados depois de tantas peripécias mas aliviados por terem conseguido escapar das minas. Subitamente ficaram todos muito sérios.
- Já temos o contra-feitiço dos Elfos, a frase de poder que fechará as Portas da Noite – começou Daedhel – E sabemos que é a partir de Dol Guldur que as estão a tentar abrir. É para lá que iremos, agora.
- E não podemos perder tempo – reforçou Anguirel, e todos olharam para Norte. Havia um grande negrume na direcção da Floresta que parecia obliterar toda a luz nessa direcção; e só de olharem para ela sentiram um frio percorre-los.   :ph34r:
- Ainda estou a pensar nas “pedras” com a frase escrita em Sarati - disse Arwen – lembram-me o desenho da Sala do Templo que encontrámos na biblioteca em Dol Guldur. Também havia umas pedras com essa escrita em cima de cada altar, não era???
- Sim.. tens razão! Até Mestre Azaghal reparou que também o inimigo tinha uma frase de poder – disse Maharet – Onde está esse desenho??
Gwen remexia já na sua mochila e em breve o encontrou.
- Aqui está ele – e todos voltaram a observar o misterioso salão.  :blink:

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/saladetrono1-1.jpg?t=1181820282)

- Sim, de facto cada pedestal tem uma palavra de poder a dar-lhe força – notou Maharet – mas não pode ser o contra-feitiço dos Elfos, pois esse encontrámos nós.
- É certamente uma frase de poder que o inimigo arranjou para servir os seus fins – observou Anguirel, e todos tentavam ler as sarati do desenho quando Bijuca exlamou:
- Há qualquer coisa na parte de trás da imagem! Vejam!  :blink:
Voltaram a folha e observaram admirados… no verso do desenho algo brilhava e ia-se tornando mais nítido à medida que a Lua iluminava  a folha.
- São letras lunares!  :w00t: – disse Arwen – letras secretas, escritas com tinta de prata e que só são visíveis quando a lua brilha sobre elas!
Sentiram-se todos muito entusiasmados e observaram atentamente o texto que estava escrito nessas letras mágicas.

(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/PalavrasLunares.jpg?t=1181819843)

- O inimigo sabe que os Elfos criaram um contra-feitiço! – disse Annawen.   :mellow:
- Sim, ele teve o desafio do Narya em seu poder - argumentou Maharet - ele sabia do contra-feitiço.
- E tentou adivinhar as palavras que estavam ligadas a cada um dos artefactos – continuou Azaghal – Quem quer que seja é um feiticeiro poderoso; e sabe que, tendo adivinhado mais de metade das palavras, o contra-feitiço dos Elfos já não funcionaria.
- Mas ele enganou-se numa palavra – reparou Mormegil – ele leu o pergaminho que trouxeram de Dol Guldur, o desafio que tinham roubado a Saruman; mas errou a primeira adivinha.
- É verdade – disse Simbelmynë – a resposta à primeira adivinha era Narya, o Anel de Fogo. “Tenho a cor de Borgil, Ardente como jóia de fogo” :) e o inimigo ao ver a referencia à estrela Borgil, pensou que a resposta era a constelação de Menelmacar.
- E calculou, erroneamente, que a palavra de poder ligada ao Narya começasse por M, e como o Narya reacende os corações, pensou que fosse Melmë, amor. – continuou Gwen – enganou-se… e assim não tem mais de metade das palavras de poder certas! O conta-feitiço os Elfos ainda pode funcionar!! (http://forum.valinor.com.br/images/smilies/icon_joy.gif)
- Reparem na frase de poder que ele arranjou para abrir as Portas da Noite - disse Elrond, e todos se sentiram abatidos. - Morte à luz, à lei, ao amor - :mellow:
- Pois não lhe valerá de nada!  – afirmou Théoden – nós iremos deitar os seus planos maléficos por terra!!!  ^_^
- É isso mesmo! – reforçou Aegnor – eis o que temos a fazer: ir já para Dol Guldur e encontrar esse misterioso salão; ainda bem que trouxeram um mapa de lá, Arwen e Gwen.
- Quando o encontrarmos, temos de tirar as sarati dos pedestais com a frase que o inimigo fez e que dão um poder nefasto aos objectos; e colocar as ”nossas” sarati, com  a frase de poder dos Elfos – concluiu Daedhel.
- O “contra-feitiço” – disse Gwen – o grito de guerra dos Edain do Norte!   :)
E todos olharam muito sérios para o negrume que vinha da Floresta Tenebrosa; mas, decididos, puseram-se a caminho, gritando a uma voz:
 
“Lacho calad! Drego morn!”  :brutallsabre:

Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 14, 2007, 05:57:59 pm
Vamos à batalha!!!  :brutallsabre:

Começo a achar-me muito util nestas historias, Gwe  :grin:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 14, 2007, 08:13:27 pm
quer dizer.....

Deixam o anão para o fim e ainda gozam com ele.....

Vocês nem imaginam o que custou saltar para o "conjunto de sedimentos milenares que se acumularam de forma aleatória para criar uma forma esbelta e, no entanto, caótica" a que vocês chamaram de "acidente positivo" e "calhau".....

Se esse vosso animal de quatro patas, visivelmente mimado, fosse mesmo corajoso, teria sido o ultimo e apenas saltaria quando todos os membros desta improvável irmandade estivessem a salvo no "topo" do "calhau"

podia ser que assim tivessemos uma refeição quente em vez desses bolos élficos sem sabor algum......


Acho que já sinto falta de uma batalha.... estou a tornar-me rezingão.....
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 14, 2007, 08:30:07 pm
 :blink: Refeição quente...  :blink: bolos sem sabor algum???  :blink: OS NOSSOS BOLOS????   :ranting: 

 :devil: ISTO NÃO FICA ASSIM!!!  :devil:


( :blink: bolos sem sabor algum...  :ranting: refeiçoes quentinhas...   :blink: ou será esturricadas???  :evil:)



* - Au!!! Au!!! -   :glare:
- Não te preocupes, Narmodil...  :hug: para grandes rezingões...  :sly: grandes jejuns!!!  :evil:
- Auauauauaua!!!  :evil: *
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Junho 14, 2007, 11:38:31 pm
O Saruman tem uma caligrafia muito familiar.... :evil:

- RAWWWWWWWWWRRRR - rosnou Narmodil, muito suspeito.
- Quieto, saco de pulgas! - protestou Azaghal, acariciando o seu machado!
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 14, 2007, 11:40:28 pm
 :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :assob: :assob:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 14, 2007, 11:43:53 pm
Pois como disse noutro tópico... "Eru fotografa direito por fotos tortas!!!" :devil:

Aguardemos, placidamente, o que esta aventura ainda nos guarda...  :rolleyes:

( - Au! au!!!  :evil:
- Xiu!!!  :evil:)
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Junho 14, 2007, 11:44:54 pm
( - Au! au!!!  :evil:
- Xiu!!!  :evil:)


isso foi um ladrar ainda relativo à "suspeição" anterior  :ph34r:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 15, 2007, 11:41:42 am
O Narmodil COZINHADO???  :wacko: se alguem se atreve  :ranting:

os Anões assam mais depressa...  :devil:
e se o Narmodil está bem mimado, o senhor Azaghal está com ciumes...talvez uma festinha atras da orelha, nao?  :evil:

 :lol:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Simbelmynë em Junho 16, 2007, 12:04:19 am
Vocês nem imaginam o que custou saltar para o "conjunto de sedimentos milenares que se acumularam de forma aleatória para criar uma forma esbelta e, no entanto, caótica" a que vocês chamaram de "acidente positivo" e "calhau".....

que depois por processos de cimentação, como a precipitação de substancias dissolvidas na agua que passava nos poros dos sedimentos, se transformou numa rocha sedimentar detritica consolidada.


<3

ou então era um maciço granitico.
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 16, 2007, 12:36:36 am
 :devil: Pois a história seguirá o seu curso... sem ligar às más línguas!!!  :devil: (por enquanto...  :evil: )

------------------------------

Estavam todos juntos numa escura sala de Dol Guldur, observando atentamente o mapa e tentando ver qual o melhor caminho que deviam seguir.
- Parece-me que a sala que procuramos deve ser esta, no cimo da fortaleza; é circular como a do desenho e reparem, parece que não tem tecto… - reparou Aegnor.  :mellow:
- Faz lembrar uma réplica em ponto pequeno do templo de Sauron em Numenor… - observou Maharet.
- Há dois caminhos que vão lá ter, seguindo desta sala. – notou Simbelmynë.
- Este passa por demasiadas salas para o meu gosto! Estamos com pressa! Vamos pelo outro caminho, parece mais resguardado. – sugeriu Daedhel.
- Au! Au! – fez o Narmodil, como se concordasse.
- Então está decidido, por aqui. – disse Mormegil.
- Que pena ainda não termos encontrado ninguém! O meu machado reclama por sangue – acrescentou Azaghal.
- Na verdade, estás a ficar muito rezingão!  :glare: – notaram Gwen e Arwen, mas Théoden acrescentou, tranquilizador:
- Tem calma, Azaghal, ainda agora entrámos!
Espreitaram pela porta da sala e não se via ninguém.
- Vamos! – e lá seguiram cuidadosamente. Atravessaram um corredor e chegaram a uma escada em caracol, toda de pedra, começando a subir. No primeiro patamar havia um corredor que seguia para a esquerda e voltaram a consultar o mapa.
- Não, ainda não é este… é no patamar de cima. – observou Anguirel.
- Reparem, vem aí alguém! – disse Arwen.  :blink:
- Finalmente! – exclamou entusiasmado Mestre Azaghal.  :w00t:

Todos olharam e pelo corredor aproximavam-se uns seres…  mas como eram estranhos!   :blink:  Pareciam antigos guerreiros mas tinham o corpo em decomposição, e estavam ligados, mas era como se as ligaduras servissem para esconder a carne putrefacta. Andavam muito devagar e alguns tinham um machado, outros uma espada, apesar das lâminas estarem esverdeadas; e o que restava das armaduras tinham um aspecto muito antigo e degradado. Ficaram todos admirados a olhar para eles, e o pelo do Narmodil estava eriçado. As criaturas avançavam lentamente para eles.
- Mas o que é aquilo? – perguntou Annawen.  :blink:
- Mortos-vivos! – esclareceu Daedhel – Sauron era chamado o Necromante, não é assim?
- Que fazemos??? – perguntou Arwen.
- Temos de lhes cortar a cabeça, é a única forma de acabar com eles – esclareceu Elrond e todos avançaram. Em breve se deu uma batalha curiosa... aqueles antigos guerreiros eram lentos, mas atacavam com perícia e quando conseguiam acertar-lhes parecia que ficavam na mesma...  com um golpe da sua espada, Gwen arrancou o braço a um, mas ele continuou a atacá-la como se nada fosse com o outro braço... isso por momentos deixou-a confusa e ele conseguiu acertar-lhe no ombro. Imediatamente  sentiu-se muito tonta e a ver tudo desfocado...  :wacko:  continuou mas com grande esforço.
- A cabeça, Gwen! Arranca-lhe a cabeça! – avisou Théoden  :brutallsabre:
E assim continuaram! Mestre Azaghal estava muito aborrecido, pois os estranhos guerreiros tinham a mania irritante de se desviarem quando ele tentava acertar-lhes!
- Ah! Não se desviem, seus cobardes!  :ranting: – clamava ele, manejando o seu machado. A batalha ainda demorou um bocado, até terem conseguido arrancar a cabeça a todos! Sentaram-se no chão, pois nenhum deles se sentia bem.
- Sinto-me tão estranha... – disse Arwen.  :wacko:
- Eu também! Mal tenho forças para ficar de pé – acrescentou Simbelmynë. Todos se sentiam na mesma.  :wacko:
- Deixem-me ver as feridas... – disse Daedhel, aproximando-se. Ficaram todos muito pálidos!  :mellow:
- Pois, tal como eu temia! As feridas não são graves, mas as lâminas estavam envenenadas. Têm de tomar um antídoto! – e abriu a sua malinha de primeiros socorros.
- Achas mesmo necessário, Daedhel?  :unsure: – começou Mormegil, que ainda se lembrava do gosto horrível do fortificante.
- Claro que sim!   :glare: Parem de refilar só por causa dum golinho de remédio!!! – o Daedhel estava mesmo zangado, e temendo que ele ainda se lembrasse de mais algum tratamento ficaram calados e não o contrariaram mais.  :ph34r:
Todos beberam um gole do antídoto e era na verdade uma mistela horrorosa!  :puke:
- BRRR!  :puke:– fez Azaghal – Não podemos comer agora um daqueles deliciosos bolinhos de mel  :wub:  para tirar este horrível sabor???  :rolleyes:
- Não, temos de poupar as provisões!  :glare: – responderam logo Gwen, Arwen, Maharet, Simbelmynë e Annawen, firmemente! - E também têm de chegar para o Narmodil - acrescentou Arwen.
- Bolas, agora fiquei a sentir-me pior! – afirmou Elrond, que tinha sido o primeiro.  :puke:
- Pois, mas já estão com melhor cor!  :glare: – retorquiu Daedhel. E era verdade. Aos poucos, começavam a sentir as forças voltar, apesar do gosto horroroso que ainda sentiam na boca.
- Mas tu estás muito pálido, Daedhel – reparou Gwen – também foste atingido!
O Daedhel ficou ainda mais pálido!  :mellow:
- Eu? Não dei por isso...  :unsure:
- Sim, repara, aí no braço...
- Bolas! Foi um golpezinho pequeno...  :grin:
- É melhor tomares também o antídoto! :mad: – aconselharam todos firmemente.
Na verdade o Daedhel estava a começar a sentir os efeitos do veneno. Assim lá se convenceu, e muito contrariado e com grande sacrifício engoliu uma porção do medicamento.
- BRRRRRR!  :puke:– não conseguiu deixar de dizer, e fez uma careta! – Tenho de inventar uns remédios com sabores, mas que coisa horrível!  :wacko: Talvez com sabor a banana ou morango…
- Mas isso era uma grande ideia!  :w00t: – aprovaram todos, animados! Já que por vezes corriam o risco de ser tratados por ele, ao menos que os medicamentos soubessem um bocadinho melhor... 

Descansaram um pouco e depois continuaram a subir as escadas. No patamar de cima partia outro corredor e seguiram por ele, cuidadosamente… chegaram à entrada duma grande sala que tinha como portas uma grade de um lado e do outro… estavam levantadas, mas o Narmodil parou.
- Isto não me agrada nada – disse Simbelmynë, e todos sentiram o mesmo. Observaram cuidadosamente mas parecia uma sala normal. Era grande e larga, iluminada por dois archotes, um de cada lado da parede.
- Segundo o mapa, o caminho para a sala do templo é por aqui – observou Anguirel.
- Não se vê nada de especial – acrescentou Arwen. – Que fazemos?  :unsure:
- Vamos atirar primeiro com qualquer coisa – e a Maharet tirou um livro da sua mochila e atirou-o para dentro da sala. Não aconteceu nada.
- Vamos arriscar – disse por fim Mormegil – Mas estejam atentos!
Entraram cuidadosamente na sala mas parecia que não acontecia nada. Já mais calmos, continuaram a avançar, apesar do Narmodil ir com a cauda baixa. Iam a meio quando passaram por cima dum grande mosaico que pareceu ceder um bocadinho… e imediatamente ambas as grades se fecharam, ficando presos na sala!
- Bolas!  :crazy: – resmungou Daedhel - Temos de ver como se abrem as grades, há uma maneira de certeza!
Andaram à volta da sala com cuidado, tentando descobrir alguma coisa, até que Théoden disse:
- É impressão minha ou as paredes estão a juntar-se???  :blink:
Todos observaram e verificaram que o Theoden tinha razão!
- Tem de haver uma maneira de abrir a porta…  :crazy:  - resmungou Azaghal - ou de parar o avanço das paredes!
 E todos olharam à volta, desesperados. As paredes continuavam a avançar, era agora bem visível, e a sala estava a ficar cada vez mais estreita!
- Reparem! Há um botão ali em cima, quase ao pé do tecto – reparou Anguirel – Será aquilo???
- Maharet, depressa, um livro! – disse Elrond.
A Maharet tirou apressadamente um calhamaço da mochila e fez pontaria ao botão. Acertou à primeira, e todos respiraram aliviados… mas por pouco tempo!
- As paredes estão a avançar mais depressa! – exclamou ela.  :blink:
Aquilo desanimou-os bastante, mas de repente o Narmodil latiu e todos olharam.
- Reparem, aquele mosaico do chão está a mover-se! – avisou Annawen.
Assim era e todos correram para lá. O mosaico deslizava lentamente e em breve se via um buraco e o início dumas escadas. Estava muito escuro… o Mormegil e o Aegnor agarraram nos archotes da parede, cada vez mais próximas, e começaram a descer.
- Vamos, não percamos tempo!

Não havia outra solução. A sala estava agora muito estreita, e todos foram pelo alçapão, descendo as escadas. Mormegil ia à frente para iluminar o caminho, e o Aegnor ficou nas escadas até todos terem passado. Azaghal foi o último a descer, mas sem saber como deixou cair o seu machado, que ficou na sala.
- Bolas! O meu machado preferido!  :crazy: – resmungou,  e preparava-se para o ir buscar mas reparou que já não conseguia sair… as paredes, naquele momento, estavam quase juntas.
- Esquece o machado Azaghal, paciência! – disse Aegnor.
Ele ainda olhava para cima, mas era impossível voltar, já quase “não havia sala”. Ficou muito triste: o seu machado ia ficar esmagado!!!

Mas então o Narmodil deu uma corrida pela escada acima, agarrou o machado com a boca e voltou! Mesmo a tempo!  ^_^  As paredes por cima do alçapão acabavam de se juntar com estrondo! Parou junto de Azaghal com o machado na boca; este olhou-o admirado e agarrou o seu machado com solenidade.
- Obrigado, não esquecerei o teu gesto!  :closedeyes:
- Vamos, temos de ir em frente. Onde será que isto vai dar??? – perguntou Elrond
- O mapa? Será que este caminho vem assinalado? – quis saber Théoden
Todos olharam mas apenas estavam assinaladas as salas de cima.
- É um caminho secreto. Não vem no mapa. – disse Gwen
- Esperemos ao menos que haja saída! – desejou Annawem
- Bem, não temos outro remédio senão continuar! É impossível voltar à sala agora. – concluiu Maharet.

Assim seguiram pelo corredor, dois a dois, bastante desanimados. Era muito escuro e húmido, e custava a respirar ali, como se o ar fosse rarefeito. Passado algum tempo chegaram a uma parte mais ampla, e puderam juntar-se todos, olhando admirados para o que tinham em frente.
- Um labirinto!  :blink:
- E pelos vistos é ENORME! – reparou Annawen  :wacko:
- E com certeza com muitas surpresas desagradáveis! – acrescentou Anguirel.  :crazy:
- Nunca daremos com a saída! Vamos perder-nos. – concluiu Elrond
- Tenho um bocado de giz no bolso, dos meus trabalhos de costura: podemos ir marcando o caminho, e voltar aqui se nos enganarmos, experimentando outra direcção – disse Arwen.
- Temos de tentar… - disse Aegnor firmemente, vendo o desanimo de todos  - Vamos, comecemos por este corredor da direita.  ^_^
“Venham pelo da esquerda” – a mensagem chegou tão inesperadamente que Gwen se assustou.
“Quem és tu, afinal? Onde estás?” – perguntou silenciosamente, mas apenas voltou a ouvir “Pela esquerda, e o Narmodil também olhava para esse corredor como se tivesse ouvido algo.
- Vamos antes por este corredor – disse Gwen por fim, sem saber bem o que dizer aos outros.
- Porquê? – perguntaram todos.
- Não sei explicar. Mas o Narmodil parece querer ir por aqui – e o Narmodil olhou para ela e abanou a cauda.
- Bem, por aqui então. Não sabemos mesmo o caminho! – disse Simbelmynë.
Avançavam lentamente e a Gwen e o Narmodil iam à frente, junto do Mormegil que levava a tocha. Sentia a presença daquela misteriosa personagem cada vez mais próxima, e agarrou na sua espada; o Mormegil olhou para ela admirado.
- Passa-se alguma coisa?
“Não te vou fazer mal” – Gwen ouviu nitidamente a voz na sua cabeça e sentiu uma dor… conhecia aquela voz… e de repente recordou-se, como se um véu estivesse a ser levantado. Viu-se ainda pequena e havia tanto sangue à sua volta, e aquela figura negra que a olhava, emanando um terror enorme. Mas de repente alguém pousara uma mão no seu ombro e dissera:
- “Não a mateis! Deixai que seja treinada por nós” - e depois ouviu-o pela primeira vez na sua mente: “Não te vou fazer mal” -  e ela soube que era verdade. Há medida que avançavam pelo corredor surgiram outras recordações; lembrou-se das longas horas de treino para erguer uma barreira na sua mente e criar imagens que não eram reais: “Ele nunca poderá descobrir o que na realidade fazemos aqui, Gwenya. Tenta novamente, estás desconcentrada”. Lembrou-se que tocava na Pedra Elvëa do seu colar sempre que estava triste, e das palavras que ele dissera quando lho entregara : “Foram os teus pais que a fizeram para ti. É uma jóia  própria do nosso povo: para que a luz de Varda esteja sempre no nosso coração.”
“Também tens uma, Mestre”.  :)
“Sim – dissera ele sorrindo – mas nunca a mostres aqui.”
E recordou a noite em que forjara a sua espada à luz das estrelas com as antigas palavras de poder; e colocara os símbolos na lâmina e murmurara os encantamentos na língua que não esquecera e continuava a amar “ Nai sina macil áva nehta i melë i cala” (Que este lâmina nunca mate aqueles que amam a luz). Tocou nos símbolos da lâmina, ainda os sentia. “Mesmo que me volte contra eles, esta espada não os matará.”
O corredor deu uma curva e de repente pararam, esbarrando uns nos outros. Diante deles estava alguém encapuçado com um manto negro, apenas se vendo as suas mãos muito brancas e uns olhos brilhantes. Todos empunharam as suas armas e preparavam-se para se lançar sobre ele, mas Gwen voltou-se e barrou-lhes o caminho, juntamente com o Narmodil.
- Não! Ele é nosso amigo! E ajudou-nos a sair daqui.
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Junho 16, 2007, 05:14:13 am
e eu a pensar que era desta que íamos ter panqueca de narmodil <_<
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Simbelmynë em Junho 16, 2007, 03:36:25 pm
e o machado continua inteiro :(
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Junho 16, 2007, 03:47:56 pm
mmmmmmm panqueca de narmodil.... :dribble: :assob:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 16, 2007, 08:16:07 pm
da proxima, ordeno ao Narmodil que deixe o teu machado ser esmagado...pobre e mal agradecido  :glare:

giz de trabalhos de costura?? acho que o papá Elrond ainda serviu para alguma coisa  :laugh:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Anguirel em Junho 22, 2007, 01:18:19 pm
Eu acho que o Narmodil devia ter ficado com a cauda entalada nas paredes  :evil:  :vela:
 :assob: :assob: :assob: :assob: :assob: :innocent: :innocent: :innocent: :innocent: :grin:



 :bye1:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Junho 23, 2007, 04:14:49 pm
  :devil: começo a pensar que alguns dos heróis ainda vão descalços para a Grande Festa final...   :rolleyes: ou pior!!!   :evil:

Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Junho 23, 2007, 06:50:19 pm
Eu acho que alguns se descuidam e nao chegam à festa final  :devil:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: N3kr0 em Julho 10, 2007, 10:22:11 pm
 ^_^ Se algo tiver mal a culpa é da mamae Gwen  :lol:  mt pressão pa postar  :assob:  :vela: mas finalmente cá tá  :toast:

onde tá o meu cache  :unsure: haverá adaptação po cine... um epico... de 15 minutos?  :mellow:




-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Ficaram todos tão admirados e confusos que por momentos não tiveram reacção.
Mas depressa recuperaram e tomaram um ar feroz, preparando-se para investir contra o inimigo.
- Mas que vos aconteceu? – perguntou Théoden olhando Gwen e Narmodil, incrédulo.
- Saiam os dois da frente. – ordenou Daedhel com voz firme. – JÁ!
- Sabia que não podia confiar nesse “monte de pêlo” – disse Mestre Azaghal, manejando o seu machado de forma perigosa. – Desvia-te, Gwen!
- Ele ajudou-nos a fugir daqui da outra vez – explicou Gwen, sentindo-se a tremer mas continuando a barrar-lhes o caminho – Foi ele que desligou
as armadilhas. Não teríamos conseguido sem ele. Viu Arwen perplexa, mas todos os outros reagiam e preparavam-se para o ataque, até que
Narmodil avançou para a misteriosa personagem de manto negro e sentou-se ao seu lado. Este pousou calmamente a mão direita em cima do lobo,
o rosto ainda escondido pelo capuz, e finalmente falou com uma voz profunda:

- Eu pensava duas vezes se estivesse no vosso lugar. Têm grande urgência em chegar à Sala do Trono; e também eu desejo que lá cheguem a tempo.
Se vos quisesse fazer mal já o teria feito há muito. E, acreditem, precisam da minha ajuda para passar este labirinto.
- E tu ajudas-nos, não é?  – perguntou Mormegil com uma voz terrível, e pronto para avançar sobre ele. – Ajudas-nos a chegar lá ou levas-nos para a “boca do lobo”???
- Ele não é como vocês imaginam – afirmou Gwen, sentindo-se aflita com o ar feroz de todos mas não cedendo – Ele ajuda os prisioneiros a fugir,
sempre o fez. – depois olhou para o Narmodil, sentado direito junto dele – Ele é teu, Khamasharz???
- Já quase tinha esquecido o meu nome – respondeu a misteriosa figura e Gwen sentiu toda a dor que o envolvia – Sim, ele foi treinado por mim,
mandei-o ter convosco quando me apercebi da vossa presença aqui dentro, para vos ajudar – e tirou o capuz, olhando-os muito sério. Tinha o cabelo branco,
longo até aos ombros, o seu rosto estava desfigurado por uma terrível cicatriz mas ainda era belo – Mas não há tempo a perder, acreditem!
E já estamos aqui parados há demasiado tempo. Vão ter de confiar em mim.
Narmodil latiu, como a concordar mas depois olhou para trás e rosnou.
- Não há tempo a perder – reforçou Khamasharz levantando a mão esquerda e uma vara pareceu materializar-se na sua mão. - Vamos!
Todos se sentiam confusos e desconfiados e Gwen parecia muito triste.
- Ele sempre lutou contra as forças negras, tanto quanto lhe era possível. Fez gorar muitos planos das trevas e muitos prisioneiros fugiram graças a ele;
nós, inclusive. Vamos ter de confiar nele.
- Temos grande urgência em chegar à sala do Templo – observou Anguirel – alguém para nos guiar por este labirinto seria bom.
- Ok! Damos-lhe o benefício da dúvida – disse por fim Aegnor, muito sério – Que ele nos guie, então.
Todos concordaram e seguiram o estranho necromante por um corredor escuro e húmido, e ao chegarem a uma bifurcação voltaram à esquerda.
Sentiram-se arrepiados, pois começaram a caminhar sobre ossadas e as paredes do túnel eram cravadas com caveiras de criaturas das trevas que
pareciam contorcer-se, pois plantas nasciam nas paredes saindo pelas orbitas, formando estranhos desenhos ao longo das paredes, rituais de antigas
batalhas que pareciam ter vida e foram envolvidos por gritos fantasmagóricos.
- Eles já não vos fazem mal – afirmou Khamasharz, indicando as caveiras com um movimento da cabeça – estão mortos, mas amaldiçoados;
os seus espíritos não conseguem sair daqui e vêem-se prisioneiros nas esculturas das paredes, por isso gritam de pavor.
Caminhavam em silêncio com as armas preparadas, Gwen, Arwen, Maharet, Smbelmynë e Annawen seguiam logo atrás de Khamasharz,
e Narmodil foi ter com elas e deu-lhes uma lambidela na mão, como para as tranquilizar. Théoden, Azaghal, Mormegil, Aegnor, Elrond, Anguirel
e Daedhel fechavam o grupo. Por fim chegaram a uma estranha caverna de onde partiam muitos túneis. Era iluminada por uma estranha luz
azul e havia um silêncio mórbido. Todos pararam, observando a gruta atentamente e o Narmodil rosnou baixinho.
- Está tudo demasiado calmo – reparou Khamasharz – Tenham cuidado e preparem-se para o pior, há estranhas criaturas neste labirinto.
– De seguida fez um gesto com o seu bastão, uma escultura de metal em forma de caveira de dragão formou-se em volta da sua mão,
serpenteando para baixo até à outra extremidade onde apareceu uma lâmina envolta numa chama negra.
Avançaram cautelosamente, e iam mais ou menos a meio quando se sentiu uma ventania devastadora e várias criaturas surgiram de todos os lados,
atacando-os ferozmente. Pareciam um misto de morcegos, dragões ou balrogs em miniatura; o grupo não pode contá-los, não paravam de aparecer
e lançaram-se num ataque feroz ao grupo. As espadas de Elrond e Aegnor pareciam fumegar de tanto uso e escorriam sangue enquanto abatiam uns
atrás de outros; Daedhel saltou sobre um dos monstros mergulhando a espada no crânio até o punho, vendo-se o gume a sair pela garganta aberta
da criatura, que guinchava; Arwen, Maharet, Simbelmynë e Annawen mantinham-se juntas, costas contra costas, disparando rajadas de flechas
rápida e mortalmente, apontando-as às gargantas dos monstros que caiam, com as pontas das flechas a saírem pela nuca.
Gwen foi ferida por um num braço e deixou cair a sua espada, mas Azaghal atirou-lhe um dos seus machados e ela esventrou a criatura, que caiu de imediato.
Viu Azaghal decapitar vários enquanto cantava um hino de guerra dos Anões; Mormegil, ao ver que Gwen estava ferida e que mais duas criaturas
se lançavam sobre ela, decepou-os violentamente com a sua Gurthang e ela conseguiu recuperar a sua espada, pois não estava habituada ao machado.
“Hantalë” murmurou, e voltaram à refrega. Khamasharz usava a sua arma ora como uma espada, ora como uma lança trespassando vários
com uma velocidade assassina; Théoden e Anguirel brandiam as suas espadas ensanguentadas e cravavam-nas ferozmente em todos os que apareciam
à sua frente; Narmodil lançava-se às suas gargantas, só os largando quando tombavam. A refrega foi forte e em breve os monstros fugiram a gritar
esganiçadamente, assustados com a violência da defesa dos heróis. Felizmente todos estavam incólumes (excepto alguns “arranhões”, o braço de Gwen
que Daedhel ligou apressadamente e Mestre Azaghal, que coxeava ligeiramente). Estavam exaustos da batalha e apetecia-lhes descansar um pouco;
mas Khamasharz não permitiu.
- Temos de aproveitar! – afirmou – Não temos tempo a perder. Afastaram-se mas voltarão; e serão ainda mais! Vamos!
Correram pela caverna, seguindo Khamasharz, olhando uns para os outros para se certificarem que estavam todos bem. Viraram para um túnel
que subia sistematicamente, as paredes eram cravadas com esculturas quase reais de humanos, elfos e até orcs, entre outras criaturas,
que pareciam pedir ajuda esticando os braços, expressões de agonia e sofrimento nos seus rostos; parecia que deambulavam por um pesadelo
e até o Narmodil estava constrangido, e ao olharem mais atentamente viram que não eram simples esculturas, mas corpos embalsamados que
decoravam as paredes. Um fumo negro vindo do chão parecia entrar para os seus corações e enche-los de desespero.
- Evitem respirar este fumo – disse-lhes Khamasharz – é uma espécie de hálito negro.
Daedhel procurou apressadamente na sua mochila e deu a todos uma folhinha de athelas; todos se sentiram melhor ao aspirar a sua doce e
fresca fragância, que parecia animá-los. Daedhel também deu uma a Khamasharz, que a aceitou agradecendo; e Gwen sentiu que todos o estavam
a aceitar no grupo. Continuavam a subir, até que chegaram a um precipício; três pontes atravessavam-no, indo ter ao outro lado onde se via uma
grande porta gravada com a figura negra de Sauron e duas imponentes figuras de pedra, veladas com mantos negros, uma de cada lado.
- A Sala do Templo! - disse Maharet.
- Temos três pontes… por qual iremos? – Perguntou Simbelmynë.
- Sinto algo estranho – afirmou Arwen – como se estivéssemos a ser observados.
Todos sentiam o mesmo, como se por perto houvesse algum espírito de maléfica vigilância, que observava e preparava-se para os atacar.
- Aquelas estátuas… parecem guardar a Porta do Templo. – disse Anguirel.
- Sim – disse Khamasharz – São as estátuas vigilantes de Dol Guldur. Esperam que escolhemos uma ponte, para depois a destruírem.
Todos se sentiram muito desanimados. Khamasharz olhava as estátuas atentamente.
- Vão pela ponte do meio. Sejam rápidos a passar. Eu tentarei neutralizar os seus poderes enquanto atravessam e irei depois.
Sentiam-se muito tensos, mas não havia outra solução. Correram pela ponte evitando olhar para o abismo, mas sentiam no ar como uma
barreira, algo que lhes dificultava o avanço; Gwen olhou para trás e viu Khamasharz de braços erguidos com o seu bastão, de onde saía uma luz
azul que parecia avançar e como que lhes abrir o caminho. Ao chegarem ao outro lado, Khamasharz baixou atravessou então, correndo também
pela ponte… mas não podia correr e combater as sentinelas, de forma que ia mais ou menos a meio quando a ponte começou a ruir.
Ágil como era, não foi difícil para que conseguisse evitar a queda para o abismo, mas não teve hipóteses para seguir na direcção dos outros
e voltou novamente para trás com um salto. Ficou calmamente a olhar para cima.
- Afastem-se, não tentem lutar contra eles, vou usá-los.
Olharam todos para cima e nada viram, apenas o escuro da caverna.
Antes que alguém pudesse fazer algo, Khamasharz levantou devagar a sua vara, mas antes que pudesse agir… uma luz forte iluminou o tecto,
alguém do grupo tinha usado algo para iluminar.
- NÃO. – Khamasharz, gritou mas já era tarde demais
- Afastem-se… eles têm que vir a mim… escondam-se rápido.
Ninguém estava a perceber o que se estava a passar até que Gwen gritou.
- Ali… ALI… as paredes estão a mexer-se.
Um grito devastador vindo do tecto da gruta mandou todos ao chão, criaturas com enormes asas desciam gritando, preparadas para desfazer
tudo á frente, ninguém conseguiu contá-las. E não havia tempo para tal. Três foram directas a Khamasharz, outras tantas foram para o grupo.
- As asas… desfaçam as asas. – Khamasharz gritava do outro lado.
O grupo rebentou num ataque contra as criaturas, pareciam todos coordenados, mas pareciam também não acertar em nada, a cada facada,
cada perfuração nas criaturas pareciam criar mais das mesmas, vindas de trás e não de cima.
Khamasharz esperou até ao ultimo instante para passar por cima de uma delas que vinha na sua direcção, um ou dois mortais rápidos, ao mesmo
tempo que sacou das suas pernas, duas grandes facas e com elas em movimento tão rápidos que parecia escrever algo em cima da criatura,
ao cair do outro lado, a criatura esbarrou-se contra a parede de trás, começou num berrar diferente daquele que se tinha ouvido de inicio,
este era claramente de agonia, a criatura virou-se para Khamasharz e este estava de pé a olhar para o grupo, que nesse momento respirou uns
segundos pois todas as criaturas estavam a olhar também para ele, as que estavam de lado para Khamasharz, estava paradas e pareciam confusas, assustadas.
- AS ASAS… ataquem as asas…
- Mas estão a vir mais e mais… como… - Gwen gritava enquanto o combate retomou, o grupo rodava para que o combate não pesasse tanto.
- Rodem, continuem a rodar. – Alguém gritava enquanto as espadas e machados surgiam vindas de dentro do círculo, acertando quase sempre
em qualquer criatura que se aproximasse.
- NÃO… - Khamasharz gritava ainda de pé parado, á espera que uma das criaturas decidisse avançar.
- As asas são amaldiçoadas, fazem-vos ver mais do que na realidade enfrentam.
No preciso momento em que as duas criaturas que cercavam Khamasharz saltam, quando estão em cima dele ao mesmo tempo para lhe desferir
um golpe duplo, o seu braço direito aparece por trás segurando o bastão ao mesmo tempo que o braço esquerdo segura pela sua frente a espada,
um barulho que pareceu absorver todo o som que estava de momento naquela parte da gruta, as criaturas que estavam em cima do grupo pararam
e nem os seus gritos se conseguia ouvir, o próprio grupo levou as mãos aos ouvidos, aqueles que conseguiram pelo menos.
- AGORA – Uma voz alta e pesada vinda de cim, alertou o grupo.
- Ataquem e lancem-nos para o abismo. – Khamasharz reapareceu em cima de uma outra criatura que aparentemente só ele teria visto, estava em
cima dele, teria usado a escuridão do tecto da gruta para esperar um ataque final, parecia maior que as outras, as suas asas estavam viradas para baixo
nas outras criaturas que tinham ficado surpresas no mesmo lugar, a maior estava prestes a tocar no chão, quando Khamasharz desfez dois golpes ao
mesmo tempo com o bastão e espada, perfurando na vertical a as duas asas, ao mesmo tempo que o fazia nas criaturas que tinham ficado em baixo.
O grupo fez o mesmo, e quatro criaturas caiam gritando com as asas desfeitas, algumas mesmo levando-as consigo nas garras, assim que Khamasharz
as viu a cair, ainda em cima da criatura moribunda, segundos depois do golpe, correu e saltou para o abismo com elas, pisando-as rapidamente enquanto
caiam, usando-as como ponte, percorrendo os ainda longos metros que separavam um lado da gruta para o outro, estava a meio agora, Azaghal lançou-se
sobre as criaturas que ainda teimosamente resistiam, cravando o machado na garganta e rodou na horizontal segurando ainda o machado que na ponta
levava um delas, parou abaixado e puxou violentamente o machado ficando ainda com um pedaço da criatura preso mas o resto saltou rodando sem
sentido no ar até que entrou para o abismo, no momento em que Azaghal vê Khamasharz no seu campo de visão, usando a criatura que estava quase
em queda, para conseguir chegar finalmente ao lado deles.
Khamasharz olhou para trás agora perto do grupo.
- Vamos… rápido, aqueles gritos são gritos de guerra e de pedidos de ajuda ao mesmo tempo. Isto vai encher não tarda.
- Não sei como fizeste aquilo mas gostei… - Azaghal olhou para Khamasharz sorrindo.
Khamasharz olhou para Azaghal e baixou a cabeça em sinal de respeito, sempre sem sorrir, avançou então passando por todo o grupo.
- Chegámos, finalmente! Temos de ser rápidos a entrar.
Todos olharam para a enorme porta e juntos empurraram-na.
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Maharet em Julho 11, 2007, 04:54:51 pm
eu cá acho que dava um optimo filme :D (de meia hora no máximo :lol:)
já a aventura toda dava para um grande epico de 3 ou 4 horas :P
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Julho 11, 2007, 09:38:35 pm
 :blink: Um épico de 15 minutos??? Mas... o NOSSO ÉPICO É ETERNO!!!   :D :w00t2: :w00t2:

Necro, está DEMAIS!!!   :w00t2: :w00t2: :w00t2: LINDO, EMOCIONANTE, cada vez mais perigoso...  :ph34r: Essa última batalha final, aliás todo o capitulo  :unsure: está FANTÀSTICO!!!  :w00t: :w00t2: :w00t2:  :hug:

HANTALË
  :hug: :hug:

Ai Meu Eru, chegamos finalmente à terrível Sala do Templo de Dol Guldur, sobrevivendo a todos os terríveis perigos do labirinto...  :brutallsabre: que nos irá acontecer agora???  :ph34r:

Ei... e não havia uma imagem, Necro???  :assob:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: N3kr0 em Julho 12, 2007, 11:50:58 pm
Alguém tirou uma foto enquanto tavamos á luta  :w00t2: :lol:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Julho 12, 2007, 11:59:49 pm
mas já havia máquinas  :blink:? a mim parece uma pintura! e quem foi? fizeram todos pose?  :sly:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Julho 13, 2007, 12:14:14 am
Pose???  :glare: pois olha bem para a "cena"...  :wacko: eu com o machado que o azaghal me passou ( :lol: hantalë, Mestre Azaghal!  :lol:) isto foi mesmo antes de apareceres tu com a tua Gurthang, Mormegil  :lol:  :grin: (como qualquer pessoa vê...) o Daedhel em cima dum dos monstros enfiando  a espada no crânio até o punho,  :brutallsabre: tu (Khamasharz) a usares a tua arma ora como uma espada, ora como uma lança trespassando vários montrsos  :ph34r: Mestre Azaghal decepando vários enquanto cantava o seu hino de guerra dos Anões... LINDO!!!!!   :w00t2: :w00t2: :w00t2: :hug:
é verdade que não se vê Maharet, Simbelmynë e Annawen  disparando rajadas de flechas rápida e mortalmente; nem as espadas de Elrond e Aegnor fumegando  :brutallsabre: nem Théoden e Anguirel cravando ferozmente as suas espadas em todos os que apareciam  :brutallsabre: e o  Narmodil lançamdo-se às suas gargantas,   :devil: mas o imagem está O MÀXIMO!!!  :w00t2: :w00t2: :w00t2: LINDO, N3kr0!!!!!  :w00t2: :w00t2: :hug:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: N3kr0 em Julho 13, 2007, 12:37:55 pm
Imagem é original do livro "Promise of the WitchKing" (Promesa do Rei-Bruxo) do Grande R.A.Salvatore, autor de outras grande
obras conhecidas como - Icewind Dale Trilogy; The Dark Elf Trilogy entre muitos outros, ele é escritor de fantasia
para o mundo de Forgotten Realms (Dungens & Dragons) acho k todos conhecem. :dribble:

Juro que não copiei a ultima parte dessa imagem :unsure: apesar de ter criaturas com asas :crazy: aliás só reparei que eram criaturas com asas
quando fiz o upload, a Gwen é que me indicou essa imagem, e achei engraçado porque parecia mesmo o encontro final perto da porta.  :mellow:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Julho 13, 2007, 08:23:15 pm
 :unsure: Ah é a batalha final???  :blush: pensava que fosse a batalha naquele labirinto...  :lol:

Bem, mas seja como for aí estamos nós  :ph34r: :lol:

E essa imagem foi arranjada por ti   :grin:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Julho 28, 2007, 10:32:46 am
grande capítulo e imagem  :bowdown:

claro que fiquei estática e nao tentei atacar o "sensei" da Gwen  :laugh: se o Narmodil diz que é amigo, então é!   ;)

Maharet, Arwen, Annanwen e Simbelmynë em grande estilo  :lol:
e Khamasharz em grande cena de acção

é o nosso épico sim senhor!  ^_^ parabéns N3kr0
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: N3kr0 em Julho 29, 2007, 12:14:39 am
Citar
parabéns N3kr0

 :blush: :brutallsabre: :toast:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Julho 29, 2007, 12:20:46 am
venha mais :ranting:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Julho 29, 2007, 02:37:20 pm
Pois... é a vez do Daedhel  :ranting:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Julho 29, 2007, 10:01:26 pm
benham eles benham eles quantos sao?  :lol:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Julho 30, 2007, 11:06:47 am
 :ph34r: Algo me diz que não são muitos...  :ph34r: mas muito fortes!!!  :ph34r:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Julho 30, 2007, 11:40:06 am
uuuuh  :ph34r:
 :brutallsabre:  :brutallsabre:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Dezembro 15, 2007, 03:22:15 pm
...  :ph34r:
-----------------------------------

Empurraram todos a enorme porta de pedra, gravada com a figura negra de Sauron, e entraram na sala do templo em Dol Guldur. O que viram cortou-lhes a respiração.  :ph34r:
Era um salão imponente, oval, de rocha escura que se elevava a grande altura, coroado por uma abóbada de prata mas com uma abertura no meio, um grande círculo que deixava ver as estrelas de Varda. Tal como o desenho representava, havia três tronos, dois mais pequenos e um maior, ricamente trabalhado; e à frente de cada trono um altar com um dos Anéis Élficos e uma palavra escrita em Sarati. A meio da sala estava um quarto altar, onde Anguirel, a espada feita do metal das estrelas, flutuava apontada ao céu da noite.
Sentados nos tronos mais pequenos estavam duas figuras com mantos azuis que pareciam em transe... olhavam fixamente para os Anéis à frente dos seus tronos, o Narya e o Nenya, enquanto balbuciavam um qualquer ritual. Junto ao altar central estava alguém alto com um longo manto negro, olhando as estrelas; voltou-se lentamente quando os sentiu entrar. Era um corpo estranho, que parecia atormentado e movia-se como se fosse uma marioneta; alguma coisa ali não era natural, como se o fëa que o habitava não pertencesse áquele hröa. O terror que emanava fazia gelar o sangue: mas todos se mantiveram firmes e o Narmodil rosnava baixinho. O ser olhou-os demoradamente e todos sentiram como uma escuridão cair sobre eles; e aos poucos os seus sentidos ficavam entropecidos e parecia que só viam aqueles olhos profundos, que sufocavam... “ele está a tentar dominar as nossas mentes” – sentiram todos, e imediatamente ergueram a barreira da negação, que poder algum podia ultrapassar.
- LOUCOS! – disse por fim uma voz sepulcral de enorme poder – Vieram, numa tentativa de travar o regresso do Senhor da Escuridão? Mas isso já não é possível: mais de metade das palavras de poder que estão ligadas aos artefactos estão correctas e assim pude moldar à minha vontade a palavra do Vilya e dar à frase o sentido que pretendia! Mesmo que tenham descoberto o contra-feitiço dos Elfos, não podem inverter a magia: e Arda será nossa, finalmente! Já não podem impedir a volta de Bauglir, que em escravidão e trevas reinará!  :devil:
- Sauron? – perguntou Daedhel, agarrando firmemente a sua espada – Como conseguiste voltar?
- Tomando o corpo de Herumor! – e deu uma gargalhada arrepiante – que durante muito tempo usou as artes da necromancia para passar de corpo para corpo, escravizando os seus habitantes. Mas eu precisava dum corpo para fazer o meu trabalho... – continuou sinistramente. Por momentos pareceu a todos ver na cara daquele ser uma expressão de pavor, como se dentro dele e por breves instantes se revelasse outro ocupante, aprisionado, impotente, escravizado nas suas próprias artes.
- E aqueles quem são? Alatar e Pallando? – inquiriu Aegnor, olhando as duas figuras já em transe com mantos azuis.
- Sim, precisava deles para o ritual; não foi difícil corrompê-los, depois de tanto tempo no Oriente. E agora chegou o momento tão esperado: Três Anéis Élficos, Três Maiar e a Anguirel, a única espada capaz de rasgar os céus e abrir as Portas da Noite. E com o poder do ritual as trevas descerão e a Guardiã do Mundo ficará cega e incapaz de defender Arda do regresso do seu inimigo! Já ninguém nos pode deter! Ficaremos invulneráveis com o poder do ritual; e só falta sentar-me para a sequência estar completa. Vocês... podem esperar! Pois nem esperança nem fuga será agora possível... nem mesmo com ajuda! – e olhou sombriamente para o Nekr0, que continuava silencioso – para vocês só a morte ou escravidão sob o inferno das trevas! Aproveitem estes últimos momentos... para se lamentarem!

Todos sentiram um aperto no coração enquanto Sauron se dirigia lentamente para o seu trono; sentou-se, olhando fixamente para o Vilya e entrando também em transe, criando uma barreira de forças que os protegia, enquanto dizia as palavras do ritual; e as vozes de Alatar e Pallando também se ouviam agora, cada vez mais altas:

Repetimos os nossos votos!
O Juramento que fizemos
Ao Senhor da Escuridão!
“Morte à luz, à lei, ao amor!
Amaldiçoada seja lua e estrelas no céu!
Possa a eterna escuridão
que espera lá fora em vagas frias
afogar Manwë, Varda e o Sol!
Possa tudo em ódio começar,
e tudo em mal terminar,
nos suspiros do grande Mar!"


Os Aneís élficos brilharam intensamente e de repente ganharam uma luz, azul, vermelha e branca respectivamente, que convergiram para a Anguirel e parecendo entrar nela, que flamejava cheia de poder; todos olharam preocupados para o céu e viram avançar as sombras, uma escuridão que tapou o brilho das estrelas, e tudo era negro no céu.
- Depressa, não podemos perder tempo! – disse Aegnor, preocupado – temos de trocar a frase de poder deles pela nossa, usar o contra-feitiço criado pelos Elfos.
- E temos de ser rápidos ou será tarde demais! – acrescentou Théoden.
Todos se sentiam muito tensos. Rapidamente, aproximaram-se dos altares e tiraram as palavras de poder que Sauron tinha ligado aos artefactos: “Morte à luz, à lei, ao amor” – o início do Juramento a Morgoth.
- Felizmente Sauron enganou-se na palavra do Narya, ou já não seria possível inverter a magia – disse Gwen, enquanto retiravam as sarati do inimigo de cima dos pedestais. Arwen observava o céu e de repente disse: “Oh! Depressa!”-  e todos olharam assustados pela abertura do templo.
A luz que saia da Anguirel parecia abrir um buraco no céu, mais escuro do que a escuridão, e todos sentiram no ar um poder maligno, uma sombra de maldade que parecia trespassar tudo... sentiam avançar uma força e um terror inomináveis! Para lá das Portas da Noite, no Vazio Eterno, via-se um rosto escuro com uns olhos que pareciam fogo mas desfigurado por uma terrível cicatriz; olhava ansioso para o lado de cá, esperando ter espaço suficiente para passar.
- Morgoth! – disse Anguirel – e ainda tem a cicatriz que Thorondor lhe fez!
- Não podemos perder tempo -  avisou Daedhel, e Mormegil colocou rapidamente a Palavra de Poder que tinha ganho no Desafio do Narya em cima do altar onde o anel repousava – VELCA   - murmurou;  Azaghal fez o mesmo no altar do Nenya, murmurando CALA;  seguiu-se Simbelmynë que fez o mesmo no altar da Anguriel – FIRË   – disse; e por último Maharet colocou a Palavra de Poder no altar do Vilya – MORNIË! E então todos juntos, olhando o céu da noite, gritaram bem alto: “VELCA CALA! FIRË MORNIË!” – “FLAMA LUZ! MORRE NOITE!”

Nesse momento a luz que saía dos Anéis vacilou, e pareceu a todos que se criava um vácuo entre eles e a Anguirel, onde antes estava a barreira de forças criada por Sauron... era uma sensação estranha, que não sabiam explicar, como se algo ali se tivesse invertido. De repente sentiram algo atravessar esse vácuo e passar pela espada em direcção ao vazio, e assustaram-se quando viram sob o trono do Narya um corpo mirrado, sem vida, envolto num manto azul.  :blink: Sentiram o mesmo na trajectória do Nenya para a Anguriel e viram acontecer o mesmo... e olharam para o corpo de Sauron, no trono maior!  :blink: Viram-no abrir os olhos e estes estavam cheios de espanto... ia dizer qualquer coisa, mas o seu fëa foi sugado nessa altura para a espada Anguriel e daí enviado para o vazio eterno, passando pelas Portas da Noite, ainda abertas. No seu trono, tal como nos outros, apenas ficou um cadáver ressequido envolto no manto negro.

- Que aconteceu? – perguntou Arwen, que tinha a mão sobre o Narmodil – eles foram sugados?  :blink:
- Sim – disse Daedhel – À medida que invertemos o poder dos Anéis, deve ter-se criado um vácuo entre eles e a Anguirel, que fez com que os seus fëar fossem sugados para o vazio eterno.
- Bem, ficam na companhia de Melkor! – acrescentou Azaghal – Que se divirtam todos por lá! Só espero é que as Portas da Noite se fechem agora!
Olharam pela abertura e viram avançar sobre a escuridão a brilhante Menelmacar, a Espadachim do Céu, eterna Guardiã do Mundo, e cada estrela cintilava intensamente como se flamejasse. E as estrelas que formavam a espada Anglachel colidiram com a luz que saía da Anguirel, sua gémea, travando-a; formou-se um campo de forças de luz, que crescia e ia fechando as Portas da Noite, e todos ouviram um ribombo que cresceu até se transformar num estrondo quando as Portas da Noite foram novamente fechadas. Sentiram a fortaleza estremecer e então a Anguirel caiu no chão, finalmente liberta do seu poder; e aos poucos foram ficando visíveis cada vez mais estrelas no céu, até que por fim viram a estrela de Eärendil passar luminosa e radiante, como um sinal que tudo voltava a estar em ordem, e todos se sentiram emocionados ao observar a sua luz argêntea.
- Aiya Eärendil, Elenion Ancalima. :)
- Conseguimos! Fechamos as Portas da Noite! – disse Maharet, mas com voz incrédula como se ainda lhe custasse a acreditar.
Aegnor apanhou cuidadosamente a Anguirel e entregou-a a Simbelmynë para que a entregasse aos Elfos de Mirkwood, seus guardiões; e Mormegil, Azaghal e Maharet também guardaram os Três Anéis dos Elfos. Mas ouvia-se um ruído vindo debaixo da terra e a fortaleza continuava a tremer, como se o poder que se tinha formado ali fosse demasiado forte para as suas estruturas; todos se sentiam preocupados e o Narmodil ladrava.
- Temos de sair daqui, e rapidamente. – aviou Elrond
- Tem calma, Narmodil, vamos já embora. – disseram Arwen e Gwen, tentando acalmá-lo.
- Haverá prisioneiros? Sauron com certeza tinha alguns! – preocupu-se Anguirel
- Claro! – respondeu Khamasharz – Sei onde são as masmorras, irei lá num instante.
- Iremos todos! – disse Daedhel - estamos nisto juntos! Vamos, não percamos mais tempo.
E saíram a correr da Sala do Templo, olhando uma última vez pela abertura que se desmoronava; e todos se sentiram aliviados ao ver que a Estrela de Eärendil ainda brilhava no céu, como a dar-lhes esperança.

Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Dezembro 15, 2007, 05:40:44 pm
Finalmente vamos concluir o Tesouro dos Elfos  ^_^
 
o pior já passou... mas ainda falta resgatar os prisioneiros de um edificio instável  :ph34r:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Dezembro 28, 2007, 08:24:47 pm
Espero que consigamos!!!  :ph34r: Com o edífício a ruir não vai ser fácil  :unsure:

Estou ansiosa e muito curiosa com o próximo capitulo, é que desta vez não vou ser eu a escrever  :vela:

YAH!!!  :brutallsabre: FORÇA AÍ, HERÓIS!!!   :brutallsabre: Felizmente temos o Narmodil connosco  B) Acho que esta está a ser a maior e a mais perigosa das nossas aventuras  na Terra Média  ^_^ (até agora, pelo menos  :grin: ) mas as outras também estão muito engraçadas  :lol:  às vezes leio-as e são  muito divertidas  :lol:

Só tive pena, nesta Caçada, nunca ter conseguido ver o Desafio do Aegnor  :crying: por aquilo que alguns elementos contam estava muito bom. Mas nunca o consegui ver, deve ter usado um programa que eu não tenho  :crying:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Dezembro 28, 2007, 09:15:34 pm
Algo me diz, melda Gwen, que esta não será a última aventura  :D de vez em quando tambem faço isso, reler os contos que por ca andam para me por bem disposta  :lol:

E chegou o capítulo  ^_^ espero que gostem

vamos la ver como nos safamos  :ph34r:

(faltam as letras verdes e os smileys  :evil: )
----------------------------------------------------------------------

Corriam por um escuro túnel em direcção às masmorras.

- Cuidado com as cabeças! Não é seguro caminhar sob este tecto. – disse Khamasharz que indicava o caminho.
Gwen e Arwen seguiam logo atrás com o Narmodil a seu lado. A confiança do grupo aumentava à medida que o mal que contaminava o ar começava a dissipar-se.
- Já não sinto malignidade - sussurrou Gwen
- Sim. Agora há apenas sofrimento e ausência de esperança. Mesmo assim este lugar dá-me calafrios - comentou Arwen pesarosa
Narmodil tinha as orelhas baixas. Mais atrás, a Maharet enfiava o nariz num calhamaço e olhava-o cuidadosamente, evitando pensar no que encontrariam. Também ela sentia a dor dos prisioneiros, algures por ali.
Azaghal segurava o seu machado, batendo com o lado cego na palma da mão, e mantia o «espião warg» (como ele próprio tinha chamado ao nosso querido Narmodil   ) debaixo de olho. Ao seu lado, Aegnor aturava com ar aborrecido uma palestra de Anguirel sobre a arte da caligrafia.
- Pois pois, tudo isso é muito bonito, Senhor "até-a-Gwen-consigo-pôr-a-escrever-mais-ou-menos", mas acredito que temos uns prisioneiros para salvar.
O Narmodil com o seu ouvido apurado rosnou ameaçadoramente.
O resto da companhia seguia atrás, falando mais descontraidamente.
Passado um bocado chegaram a um bloco de pedra que travava o avanço do grupo. A rocha era preta e polida, mas não se via uma maneira fácil de a afastar. Azaghal investiu contra ela, mas o seu machado ressaltou e soltou-se-lhe das mãos, caindo no chão com um grande retinido. Nem um arranhão naquele material negro.
- Raios! E agora, como vamos passar? – perguntou Azaghal preocupado
- E se a Gwen cantasse? – sugeriu esperançado Théoden com os olhos a brilhar ante tão maravilhosa expectativa.
- Por amor de Eru, estamos nós aqui numa embrulhada e queres-me por a Gwen a cantar?! – exclamou Azaghal, mal humorado por não poder cortar umas cabeças
- Qualquer coisa mas não me façam subir outro calhau!! - resmungou Simbelmynë
- Vê-se logo que não percebes nada disto. Não é um acidente vertical desta vez – afirmou Anguirel com um ar sabedor
- Está mesmo bloqueado - disse Elrond, dando um pontapé na pedra.
- Isso é obvio para todos, mestre das rendinhas… - respondeu Arwen, revirando os olhos
- Pelos vistos não…. – Gwen tentava conter o riso
O tecto começava a fraquejar e toda a fortaleza tremia. Aqui e ali caíam pequenos pedaços, mas era um aviso: a estrutura não aguentaria muito mais tempo. Todos pararam de discutir e concentraram-se em resolver o problema.
-Tem de haver uma maneira. Saruman saberia disto de certeza. Os prisioneiros têm de entrar por algum lado - raciocinou Théoden, e ninguém criticou o seu sotaque desta vez.
Não foi preciso distribuir tarefas, todos entenderam o breve silêncio. Daedhel e Mormegil examinavam agora a pedra de todas as perspectivas.
Simbelmynë suspirou e começou a criar raize.... perdão, a cansar-se da espera, e dedicou-se a rever mentalmente o que tinham descoberto até à data, não fosse algo ter escapado. O resto das pessoas alternava entre a porta e o corredor, tentando encaixar as peças mentais do puzzle. Annanwen, Maharet, Simbelmynë, Gwen e Arwen decidiram voltar atrás no caminho, apesar do perigo de desabamento, para procurar alguma inscrição ou objecto.
Pouco depois, Mormegil levantou-se; tinha estado a analisar a pedra de cima a baixo, e parecia entusiasmado.
- A porta parecia totalmente lisa, mas tem uma pequena frincha.
- Parece que cabe uma espada, mas não creio que seja uma qualquer - comentou Daedhel
- Alguém falou numa espada? – perguntou Annawen
As elfas estravam de volta e, com o Aegnor que tinha corrido a ajudá-las, carregavam uma espada pesada, feita da mesma pedra da parede.
- Andámos até quase ao início do caminho, mas finalmente encontramos esta num suporte de ossos - disse a Annanwen, visivelmente perturbada
- Tivemos que a arrancar a uma mão enfeitiçada - continuou Simbelmynë, menos pálida que a companheira, mas com a voz a tremer um pouco - e ela debateu-se.
Mostraram-lhes os braços, ligados com pedaços de tecido que haviam arrancado às vestes. Estavam manchados de sangue, mas o tom de vermelho parecia estranho. Daedhel apressou-se a examinar as feridas, e declarou que estavam envenenadas. Depois deu a cada uma três gotas de um líquido incolor e, apesar das queixas, as três deixaram de sentir dores e as forças regressaram aos seus corpos. No entanto, a Maharet não conseguiu deixar de dizer:
- Despacha-te a inventar esses remédios com sabores! – e todos concordaram vivamente
Entretanto, Khamasharz ajudava Aegnor com a espada. Inseriram-na na ranhura. Não aconteceu nada.
- E que tal se a rodarem? - sugeriu Anguirel
Com um clique, um mecanismo foi accionado, e a pedra moveu-se para o lado, deixando um espaço com largura suficiente para dois elfos se espremerem lá para dentro, mas a altura de um hobbit.
- E isto, meus caros amigos, é algo a que gosto de chamar "princípio da fechadura" - gozou, divertido Mestre Elrond
- Devia ser assim que os guardas chegavam aos prisioneiros. Tenho a certeza que só se pode abrir isto por fora, para ninguém conseguir fugir - afirmou Gwen
- Não há tempo para ficarmos aqui a falar, Gwen! O edifício está cada vez mais fraco - avisou Aegnor, precipitando-se  para a abertura.
Depois de algum tempo à espera que ele conseguisse passar sem se magoar, os outros seguiram-no, um a um.
Do outro lado havia um corredor sem luz. As paredes apresentavam um leve tom esverdeado e aqui e ali viam-se manchas escalarte e marcas de unhas cravadas.
- Despachem-se, este sítio é horrível - pediu Simbelmynë
- Aposto que os prisioneiros concordam - ripostou mordazmente Maharet, apressando o passo.
O ambiente começava a afectar o humor de todos, e o ar ia-se tornando mais pesado. Caminhando apenas à luz macabra emanada pelo corredor, respiravam dificilmente e sentiam o silêncio como uma nuvem opressora. Parecia que até o som dos passos era abafado.
Arwen estacou com um ar horrorizado.
- Consigo ouvir vozes a gritar. Ouço todos os lamentos das almas aqui presas.
- Não podemos fazer nada por elas enquanto não salvarmos os vivos, melda Arwen. Este local tem de ser limpo de Mal antes que os seus fëar possam repousar em paz - disse a Maharet, que também parecia ouvir as vozes insanas que atormentavam a amiga.
Narmodil chegou-se a elas, lambendo-lhes as mãos. Elas enterraram os dedos no pêlo denso e o seu calor reconfortou-as. A caminhada recomeçou ao ritmo, cada vez mais audível, de um gotejar incessante de algo menos fluído que a água.
Pouco depois surgiram celas vazias, com correntes soltas atiradas para o chão imundo. Mais à frente, com o primeiro archote de chama esverdeada, veio um cubículo ocupado. Um rosto comido pelo tempo olhou-os incrédulo. Devia ter sido outrora um ser belo, mas apenas se via agora o fardo de muitos anos de escravidão a vergar o corpo mirrado.
- a-li.... - conseguiu articular com a voz que não falava à muito e, esticando um dedo esquelético, apontou para uma pequena chave enferrujada que pendia do tecto.
- Não chego lá - resmungou Azaghal, amaldiçoando no seu próprio idioma.
- E não és só tu, Mestre Anão, está demasiado alta para qualquer um de nós lhe chegar - reconfortou-o Anguirel
Théoden e Aegnor discutiam qual seria a melhor maneira de alcançar a chave. Elrond chegou à conclusão que esta estava encantada, e a menos que encontrassem alguma alavanca ou mecanismo que desactivasse o feitiço, ficariam ali até o edifício desabar. Daedhel começou às apalpadelas na parede e, ao carregar numa saliência indetectável, a pedra desapareceu, abrindo um buraco do tamanho de uma mão. Khamasharz aproximou-se, e sem uma palavra, colocou lá a sua. Durante uma fracção de segundo pareceu a todos que a pedra crescia, esculpindo uma boca ameaçadora que se fechava em volta da mão. Mas logo a seguir voltou tudo ao normal, e Khamasharz, impassível, deu um passo atrás.
- Acho que o encantamento foi quebrado… - constatou Elrond
- Parece-me que foi demasiado fácil. – Aegnor verbalizava o pensamento de todos
- Pensei que tivéssemos de dar algo em troca…Sauron não deixaria a sua segurança tão baixa – disse Daedhel, pensativo
Enquanto o grupo pensava no sucedido, Narmodil deu um salto ágil e agarrou a chave com os dentes, aterrando elegantemente. Depositou-a, num gesto de agradecimento, aos pés de Khamasharz, que murmurou um Hantalë atabalhoado. Apercebera-se que o lobo o tinha visto a esconder a mão ferida, mas mais ninguém reparou que a visão momentânea de presas a enterrarem-se na mão não tinha sido apenas uma ilusão, mas sim a paga por desejarem libertar os cativos.

- Depressa, não há tempo a perder! - Mormegil deitou um olhar preocupado aos pedaços de rocha que caíam agora mais frequentemente.
Felizmente a chave abria todas as celas. Alguns presos riam-se, cativos na sua própria loucura; outros gritavam e fugiam, mal se viam livres. Uma parte parecia mais disposta a atacar os seus salvadores, e desconfiava do Narmodil. Mas a grande maioria dos rostos cadavéricos tinha agora uma luz nos olhos. Facilmente se reuniu um grupo disposto a seguir os nossos heróis, e avançaram todos juntos até a umas escadas que subiam até ao desconhecido.
- Vamos por aqui. Não tenho a certeza deste caminho, mas parece a única saída. – exclamou Khamasharz.
- Têm a certeza? Parecem-me bem inseguras daqui... quem sabe se não vão dar a um lugar bem pior que este inferno tenebroso - o líder dos ex-prisioneiros falava por todos.
- por aqui será, a não ser que alguém consiga atravessar paredes! – Mormegil estava farto daquele lugar.
- Agora sejam cuidadosos - recomendou Théoden - as estruturas do piso inferior foram pouco abaladas, mas ao que tudo indica, lá em cima é bem mais perigoso.
O aviso foi ilustrado por um pedaço de tecto que caiu a poucos metros de Aegnor, Elrond e Théoden, deixando um buraco entre os dois pisos.
- Rápido, ou não teremos chão lá em cima! – avisou Daedhel
Alguns homens que tinham sido libertados começaram a discutir entre si, mas um calhamaço atirado com precisão rasou-lhes as cabeças. Perante tal manifestação, todos avançaram, com mais medo de uma Maharet carrancuda do que do perigo.
As portas do andar superior já tinham saído dos gonzos e os poucos vidros que ainda não estavam partidos vibravam perigosamente. O soalho rangia a cada passo, e tudo tremia. De repente, as vigas deram  seu último suspiro e cederam.
- CORRAM!
As paredes rachavam e tombavam aos pedaços, cada um deles maior que um Homem. Um caiu mesmo em cima da perna de Mormegil. Num esforço final, Anguirel arrastou Mormegil e todos saíram a tempo.
Ofegando, ficaram a ver o edifício ser destruído um mar de poeira, anunciando o fim da grande fortaleza de Dol Guldur
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Dezembro 28, 2007, 09:44:55 pm
 :w00t2: :w00t2: :w00t2: Melda Arwen, está FABULOSO; PARABÈNS!!!  :w00t2: :w00t2: :hug:

A sério, está EXCELENTE  :hug: não só muito bem escrito, como conseguiste reunir uma grande tensão e suspense com humor  :lol: Com que então, o nosso querido Rei de Rohan estva ansioso por me ouvir cantar, hein???  :rolleyes: :lol: :lol:  :evil: e o Senhor "até-a-Gwen-consigo-pôr-a-escrever-mais-ou-menos" ...   :glare: assim se descobrem os segredos!!!!  :ranting: :lol: :lol: :lol:

ADOREI o final e o sacrifício do nosso querido e corajoso Khamasharz  :crying: LINDO!! e o Narmodil  :crying: como ele é bonzinho. A Maharet também está muito bem ( :ph34r:)  :lol: e a Simbelmynë a criar raíz...  :blink: a cansar-se da espera, digo  :rolleyes:  :lol: :lol: está DEMAIS!!   :lol: :lol: :lol:

Minha querida, e para que não faltem smileys e as letras verdes..  :sly: está O MÀXIMO!!!    :w00t2: :w00t2: :hug: :hug:

Parece que tudo se prepara para o grande final... muito em breve  :D

Só não achei bem uma coisa  :mad: pois, o Mormegil magoou-se na perna mas o Daedhel não o..  :unsure: tratou!!!  :ph34r: Não acho justo, e nós fomos obrigadas a tomar uma colher do medicamento dele, e fomos ..  :ph34r: tratados  :ph34r: em diversas ocasiões!  :wacko: A sorte do Mormegil por o edífício estar a cair  :rolleyes: :lol: :lol: :lol:

 :hug: :hug: :hug:

LINDO!!!   ^_^
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Dezembro 28, 2007, 09:53:30 pm
Hantalë  :blush:

sei que podia fazer muito melhor, mas enfim...  :rolleyes:

O Mormegil nao se escapa dos curativos, que tu fazes uma alteraçaosiznha no proximo capitulo  :sly: (so tem desculpa porque me apontou um erro gravissimo no qual nós nos esquecemos dele e o Anguirel arrastava a Annanwen e não ele  :laugh: foi propositado, Mormegil  :assob:  ;) )

espero por esse grande final  :D
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Dezembro 28, 2007, 09:58:08 pm

O Mormegil nao se escapa dos curativos

  :ph34r::crying:  :ph34r:

 :lol:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Maharet em Dezembro 30, 2007, 01:39:52 pm
começo a ter pena do Mormegil  :P

tá mto bem, Arwen, parabéns ;)
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Dezembro 30, 2007, 04:53:23 pm
Acho muito bem que me tenha ferido, que é para verem que esta aventura nao é nenhum passeio no parque! :D

Mas curativos élficos, ó faxabor, nao é cá tortura do Daedhel.
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Dezembro 30, 2007, 07:53:38 pm
Não me tentes...  :sly:

Meninas, parece que o Mormegil prefere uns curativos feitos por nós...   :rolleyes:  :smash:  depois do que disseste do querido Narmodil  :ranting: olha que não sei se não estarás mais seguro nas mãos do Daedhel...  :assob:

A tua sorte é que não tenho a certeza de conseguir alterar a história a tempo  :crying: o Grande Final será postado no Dia de Ano Novo  ^_^
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Dezembro 31, 2007, 12:01:23 am
nao alteres, claro :) era so o que faltava :D

mais custoso é o curativo, entao mais saborosa é a vitória :D
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Janeiro 01, 2008, 01:49:20 pm
Caminhavam maravilhados pela Floresta das Folhas Verdes, vendo o sol bater nas folhas e embalados pelo som das águas cristalinas do Rio da Floresta. Tudo o que olhavam parecia novo e cheio de encanto… e Arwen e Simbelmynë que corriam à frente do grupo, apareceram a rir e com dois belos diademas:
- Vejam o que descobrimos mais à frente – disseram, exibindo os seus cabelos enfeitados com as belas “Niphredil”.
- Também quero! – gritaram Maharet, Annawen e Gwen, e foram a correr até um campo em que a  erva estava salpicada de pequenas flores douradas e brancas em forma de estrelas, as belas Elanor e Niphredil.
- Vai ficar muito bem com o meu lindo vestido e com o meu cinto de prata – disse Gwen pondo uma niphredil no cabelo. Estava muito contente com o seu vestido, um exclusivo da Arwen, a Estrela Vespertina, que andara muito atarefada com as suas criações de Alta Costura para aquela ocasião especial. Estavam todos muito elegantes para a Grande Festa que os Elfos de Mirkwood iam oferecer em sua honra, depois da grande aventura.
O Narmodil foi com elas e andava muito entretido a correr pelo campo, mas ao ver Arwen fazer um belo colar de Elanor e olhar muito sorridente para ele, deu meia volta e foi juntar-se aos rapazes.
- Então, voltaste? – perguntou Mormegil ao vê-lo, com a sua nova armadura a imitar escamas de dragão e escudo a condizer. Coxeava ligeiramente, consequência da fuga de Dol Guldur; mas o Narmodil deu-lhe uma lambidela na mão e foi para junto do Daedhel, que levava a sua nova e brilhante armadura e botas de aço. Caminhou ao lado dele, parecendo zangado; o Daedhel fez-lhe uma festa:
- Acho que não gostaste muito das minhas botas novas… pois não?
- RRRRRRR!!!!! –  :mad: concordou ele prontamente.
- Foi uma pena as minhas botas não terem chegado a tempo! – lamentou Anguirel tristonho – iam ficar muito bem com o meu novo manto bordado.
- Na verdade, estás um pouco estranho com esse belo manto e de chinelos de enfiar o dedo! –  :glare: notou Mestre Elrond desaprovador, no seu elegante fato de gala.
- Au! Au! –  :glare: até o Narmodil concordou!!!

Entretanto, Mestre Azaghal confidenciava a Théoden, Khamasharz e Aegnor:
- Nem quero pensar que em breve estarei de volta a Belegost e à comida dura como pedra dos Anões. Tenho de ver se arranjo alguns daqueles deliciosos bolinhos de mel para levar! Que saudades vou ter deles!!! :crying:
- Não comentem por aí, mas também estou a pensar em arranjar alguns para levar para Rohan  :unsure: – confessou Théoden – estes bolsinhos do meu fato hão-de servir para alguma coisa…  :rolleyes: apesar de terem sido desenhados para eu trazer amêndoas, estou a pensar é em levar aqueles maravilhosos bolinhos de mel!
Khamasharz sorriu e acrescentou:
- Deixem alguns para o Narmodil… ele também gosta. E já agora, para mim também!
- Pois eu espero é provar as famosas panquecas dos Elfos! – disse Mormegil – sempre ouvi dizer que são divinais. Até sonho com isso.
- Au! Au!  :dribble: - concordou prontamente o Narmodil.

Por fim chegaram a uma ponte onde se via um grande letreiro:
MAE GOVANNEN!
SUPER MIRKWOOD / SUPER MIRUVOR!
 

Do outro lado do rio havia uma encosta coberta de árvores majestosas e diversos pavilhões coloridos enfeitavam-na como flores. Mesmo no sopé via-se um grande palco; dirigiram-se apressados para a ponte onde um Elfo lhes fez o sinal de boas-vindas (mão erguida, palma para trás e ondulando os dedos).
- Mae Govannen, Feliz por vos ver! :) Finalmente chegaram: sejam Bem-Vindos ao Grande Festival Super Mirkwood / Super Miruvor.
- Um Festival? –  :w00t: perguntou Khamasharz muito entusiasmado e o Narmodil latiu! – Muito bem, vamos logo!
- Os nossos amigos já lá devem estar! – acrescentou Aegnor.

Todos se sentiam entusiasmados e passaram a ponte, admirando toda a animação que havia. Assim que entraram no recinto viram Sua Malvadeza, a Mellon-fa, que veio a correr ao encontro deles:
- Que bom que estão de volta!  :hug: E sãos e salvos, depois de tantos perigos!!! Se não fosse estar aqui tanta gente, até vos dava um abraço; mas assim não posso, a minha imagem…  :unsure:
- Bem, mas nós não temos esses problemas  :hug: – disse Arwen abraçando a madrinha – e já vi que gostaste do meu exclusivo – continuou, ao ver que a Mellon levava o seu novo fato de cabedal, desenhado por ela, e onde o chicote ficava ainda mais à mão.
- Minha querida, ADOREI! Se o teu pai não tem cuidado, ainda mudo de costureiro…  :glare:

Mas Mestre Elrond olhava ansioso para Lord Ingwë que se aproximava sorridente, mas com um ar muito comprometedor…
- Meus queridos amigos, até que enfim! É bom tê-los de volta.
- Ficou tudo em ordem em Rivendell, não é verdade? – perguntou Elrond visivelmente preocupado com o ar comprometido do amigo.
- Sim, sim… CLARO! Tudo em ordem!  :D – garantiu o visado – Apenas fiz algumas  arrumações…  :unsure: e houve um pequeníssimo e insignificante acidente ao tingir uns tecidos…  :assob: e os carrinhos de linhas caíram todos ao Bruinen…  :grin: mas tirando isso…   :rolleyes:
Mestre Elrond estremeceu ao ouvir estas novidades, sabendo que não iria encontrar nada no lugar.

Entretanto Bijuca, Eru, Olorin, Evenstar e Anglachel, que não tinham ido a Dol Guldur rodeavam Aegnor, Anguirel, Daedhel, Khamasharz, Gwen, Maharet e Annawen, querendo saber todos os pormenores da grande aventura final. Simbelmynë tentava descobrir se Tar-Aldarion, que passeava com a sua brilhante Anduril, também tinha trazido os belos diademas, mas esses estavam a salvo, em casa, para a sua linda Princesinha Catarina. Mormegil, Théoden e Mestre Azaghal percorriam os diversos pavilhões, um procurando as famosas panquecas e os outros comprando à sucapa tantos bolinhos de mel quanto conseguiam; mas Azaghal estava visivelmente desconsolado.
- Não são, nem por sombras, tão bons como os das nossas queridas heroínas!  :mad: – resmungava ele muito zangado ao provar um – os delas são MUITO MAIS docinhos, saborosos, estaladiços, uma autêntica MARAVILHA!!!  
Depois de contarem as novidades, todos passearam pelo belo campo colorido, revendo os amigos e provando algumas iguarias (sem esquecer o famoso miruvor); e alguns sentaram-se junto a um regato e ficaram ali a falar mergulhando os pés na água fresca.
- Sabe mesmo bem  :) – dizia o Anguirel satisfeito, mas mudou de disposição quando viu o Narmodil aproximar-se, trazendo-lhe gentilmente os chinelos na boca.
- Os meus chinelos!! Os meus únicos chinelos!!! Larga já isso! –  :ranting: ordenou, lembrando-se ainda do que sofrera enquanto andara descalço.
- Quer dizer…  :glare: o Narmodil trouxe-te os chinelos e ainda te zangas com ele! – notou Gwen muito aborrecida.  :mad:
- Mal agradecido!!  :mad: – acrescentaram Annawen e Maharet também zangadas.
- Mas ainda não sei quando chegarão as minha botas!  :ranting: – bradava Anguirel, ao ver que os dentes do Narmodil tinham furado os chinelos nalguns pontos.
- Francamente!!  :glare: Vens de chinelos de enfiar o dedo para a Festa e ainda ralhas com o Narmodil! – zangou-se Arwen.  :mad:

O Mormegil apareceu e também vinha com um ar muito aborrecido.
- Vim todo o caminho a pensar nas famosas panquecas dos Elfos… durante o tratamento do Daedhel foi o que me animou, e agora dizem-me que desapareceram todas das caves do Rei.  :mad: Não sobrou nem uma!!  :ranting: E eu queria tanto provar uma dessas deliciosas panquecas…   :crying:
- Mas quem podia ter comido todas as panquecas?  :blink: – admirou-se Simbelmynë pensativa, fazendo festas ao Narmodil que abanava a cauda e parecia muito satisfeito. Gwen, Arwen, Daedhel e  Khamasharz olharam atentamente para o Narmodil e sorriram, adivinhando o que acontecera, mas não acrescentaram nada.

Caía a noite e as lanternas feanorianas dos Elfos acenderam-se com os seus cristais suspensos e projectando uma suave luz azul. O Rei dos Elfos da Floresta dirigiu-se para o palco, também iluminado com as mágicas luzes dos Noldor.
- Suilad, ai mellyn! Saudações amigos! É com grande alegria que nos encontramos aqui reunidos nesta Festa para homenagear os heróis que impediram que as trevas dominassem a Terra Média e que restituíram aos Eldar os tesouros que lhes tinham sido roubados com tão maus propósitos. Os seus nomes serão inscritos nos Anais da Terra Média e recordados como os grandes heróis que correram muitos perigos para derrotar esta nova sombra e fechar as Portas da Noite. Estão todos, igualmente, de PARABÈNS!  – seguiram-se muitas palmas e gritos de VIVAM OS HERÓIS! – Como reconhecimento pela vossa grande valentia, coragem, lealdade e inteligência, pedimos aos digníssimos Mestres Elrond e Azaghal para fazerem os Prémios com que pretendemos agraciá-los.
Para os vencedores dos Desafios dos Anéis, decidimos o seguinte: serão os novos Guardiões desses Tesouros, mas para o ano fazei também um jogo com um dos Tesouros dos Elfos, para que nunca seja esquecida a grande valentia com que todos juntos, livraram a Terra Média deste grande perigo.

 ^_^ Nobre Mormegil, sois o novo Guardião do Narya, o Anel do Fogo! Aceitai-o com a gratidão e confiança de todos os Povos Livres da Terra Média. Sabemos que tal tesouro fica em boas mãos! Que ele sirva, e sempre, para reacender os corações para a coragem!  :closedeyes:
 
(http://www.tolkienianos.pt/forum/awards/5.png) 

 ^_^ Nobre Maharet, vois sois a nova Guardiã do Vilya! - e a Maharet subiu ao palco muito emocionada, com o seu lindo vestido vampiresco. - Aceitai-o com a gratidão de todos os Povos Livres. O Anel do Ar, um dos mais poderosos artefactos da Terra Média, está à vossa guarda!  :closedeyes:
 
(http://www.tolkienianos.pt/forum/awards/6.png)

 ^_^ Nobre Azaghal, sois o novo Guardião do Anel da Água, Nenya, o Anel Branco, que fica assim à guarda dos Anões, ao ser entregue à vossa ilustre pessoa! Que esta grande honra e confiança seja suficiente para acabar, de vez, com as diferenças entre Elfos e Anões, já que eles não hesitaram em depositar à vossa guarda um dos seus maiores tesouros!  :closedeyes:
 
(http://www.tolkienianos.pt/forum/awards/7.png)

Todos estavam muito emocionados e batiam muitas palmas. Mas o Rei dos Elfos ainda não tinha terminado:

Nobres Aegnor  ^_^ Anguirel  ^_^ Simbelmynë  ^_^ e Arwen, a Estrela Vespertina  ^_^  pela vossa grande coragem, inteligência e sabedoria ao resolverem os mais diversos Desafios, resolvemos conceder-lhes o Alto Título de “Tengwë Istyar” e oferecer-vos este Bastão, que é um Símbolo de Saber. Pois sois todos, sem dúvida, Grandes Mestres de Erudição, muito dignos dele; aceitai-o com a gratidão de todos os Povos Livres da Terra Média.  :closedeyes:
 
(http://www.tolkienianos.pt/forum/awards/8.png)

Nobres Daedhel  ^_^ Théoden  ^_^  Elrond  ^_^ Annawen  ^_^  Khamasharz  ^_^ e Gwen  ^_^  a vossa coragem, valentia e inteligência  não foi menor e para vós concedemos o Alto Título, não menos importante, de “Nildor Eldaron” - “Amigos dos Elfos” :) Pois estão todos igualmente de Parabéns e o resultado final deveu-se à grande valentia e lealdade de todos sem excepção! Aproximai-vos e recebei os vossos prémios, com a gratidão de todos os Povos Livres da Terra Média.  :closedeyes:
 
(http://www.tolkienianos.pt/forum/awards/9.png)

Todos se dirigiam ao palco e recebiam os seus títulos e prémios, muito emocionados…o último era uma folhinha dos Eldar num fio de mithril. Mas o Rei dos Elfos continuou: 
- Também temos um prémio para outro grande e valente herói… Nobre Narmodil, aproximai-vos!!!  ^_^ – e o Narmodil  saltou para o palco e avançou muito direito e digno, parando junto do Rei dos Elfos – também para vós, grande e valente amigo, vos concedemos o título de Nildo Eldaron   :closedeyes: – e todos bateram muitas palmas quando viram o Rei  a colocar a bela folhinha ao nosso querido herói.
 
(http://www.tolkienianos.pt/forum/awards/9.png)

- Quanto à Anguirel – continuou o Rei – essa poderosa espada ainda ficará à guarda dos Elfos da Floresta, como uma vez prometemos. Os nossos profundos agradecimentos por a terem restituído ao seu povo. Mas para que nunca seja esquecida a grande valentia com que todos os heróis lutaram contra as trevas, os Elfos decidiram ainda o seguinte: não só hoje, como todos os anos haverá um Grande Festival em honra dos Heróis! Chegará talvez um tempo em que as lembranças destes acontecimentos já estarão esquecidas, mas é assim que começará esta tradição… um agradecimento de todos os Povos Livres da Terra Média para os Heróis que fecharam as Portas de Noite!

Seguiu-se um grande fogo de artifício e depois ficou tudo escuro… todos estavam entusiasmados e os heróis saíram do palco, não sabendo bem o que esperar. De repente as lanternas feanorianas voltaram a brilhar, só iluminando o palco… uma forte batida fez-se ouvir quando apareceu o Neojag com a sua guitarra, o LordOfTheRings nos tambores, Lady Silvara no órgão, Curunir na viola eléctrica, Miss Tolkien na flauta e Darkelve com o seu clarinete… mas na bateria estava Mestre Tulkas com a sua gravata vermelha e olhos a brilhar! O som era EXCELENTE e todos dançavam muito entusiasmados…  :w00t: o Narmodil latia e pulava até que surgiu no palco uma figura misteriosa, encapuçada com um manto negro… Khamasharz era o vocalista e a sua voz bela e poderosa encheu o recinto! Foi o delírio em Mirkwood e um verdadeiro sucesso esta primeira edição dos Festivais na Terra Média!!!  :w00t2:

E agora vamos deixar os nossos heróis a divertirem-se a valer, esperando conhecer mais algumas das suas aventuras!! 
 
Há ainda, no entanto, algo que esta escriba tem a acrescentar… Também ao João Alves  ^_^ lhe é concedido o título de Nildo Eldaron por todo o entusiasmo e amizade com que sempre participou nos “desvaneios” da Terra Média e pelo belo desenho da Sala do Templo.
E também ao Ricardo Nuno  ^_^ é concedido esse mesmo título, Nildo Eldaron, pela paciência, entusiasmo e força com que sempre me apoiou e… pela sua compreensão por alguns atrasos no jantar, quando o entusiasmo era maior…  :ph34r:
Muito justamente, pois também foram dois heróis nesta demanda e com o acordo do Rei dos Elfos da Floresta…  ^_^ a ambos é concedido o Alto Título de Nildor Eldaron - Amigos dos Elfos.  :closedeyes:
 
(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/bannerfolha3fx.jpg?t=1184369511)
 
 Em anexo alguns dos exclusivos da Alta Costura de Eä, desenhados pela nossa querida Arwen para esta solene ocasião.  ^_^
(http://s76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/th_Gwen1.jpg)
 
(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/Thoden1.jpg?t=1182105944)
 
(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/Mormegil1.jpg?t=1182106018)
 
(http://i76.photobucket.com/albums/j10/Gwendeling/Mellon-fa1.jpg?t=1182106081)
 
E para verem como o miruvor era mesmo bom... uma foto do nosso querido Mestre Azaghal, exibindo o seu Nenya… (o que o miruvor é capaz de fazer…)  :rolleyes:

(http://galeria.tolkienianos.pt/data/media/270/img0021rsznf1.jpg)
 
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Janeiro 01, 2008, 08:45:55 pm
E assim chega ao fim está aventura  ^_^ tenho a certeza que não será a última

Parabéns a todos os que participaram, venceram, escreveram ou de outro modo entraram nestes desafios  :hug: :hug:

Gwen, adorei o capítulo  :D o Anguirel de chinelos (e melhor fugir so como percaução, por dizer isto....)  :lol: nós todas aperaltadas, os bolinhos e todos os doces, a cerimonia...está perfeito  :hug:

meu eru, os meus desenhos nao.... estão uma tristeza, ja foram feitos há tanto tempo....  :blush:

e essa foto tem sempre o seu quê de divertido  :lol:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Janeiro 02, 2008, 05:40:27 pm
Pois eu acho que os teus desenhos estão MUITO BEM  B) então os bolsinhos impermeáveis no fato do Théoden...  :lol: e o chicote da Mellon ainda mais à mão...  :ph34r: e a armadura modernaça do Mormegil  B) só foi pena não haver os desenhos de todos ( :rolleyes: especialmente do Anguirel com o seu lindo manto ricamente bordado e...  :mad: de chinelos de enfiar o dedo!!!  :glare:)

*  :ph34r: :lol: :ph34r: *

Além disso, desta forma ainda ganhas renome como estilista em Eä  ^_^ (Mestre Elrond que se cuide!!!  :rolleyes: ainda para mais agora, depois das...  :blink: arrumações de Lord Ingwë...  :wacko:)

Mas o meu vestido é o mais bonito  :wub:

 :vela:

Quanto à foto... Anões e bebidas de Elfos, o que seria de esperar???  :assob:

 :lol: :hug:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Janeiro 02, 2008, 09:39:09 pm
so mesmo tu para elogiares aquelas coisas. Os teus ainda são os melhorzitos....  :hug: Hantalë, que possas sempre ser tão entusiasta com tudo e motivares os outros também  ;)

pois, eu bem tinha dito que fazia os outros, mas depois do tempo sem pc ja não deu....  :mellow:


Sim, mas também ultrapassar o papá Elrond não é muito dificil desde que ele se tornou demasiado ocupado....  :laugh: Depois daquela discussão da moda para os ents, nunca mais o vi a fazer uma colecção de jeito  :lol:


Olha que a famosa foto da bebida de uma certa pessoa não lhe fica atrás  :assob:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Mormegil em Janeiro 03, 2008, 04:24:23 am
o pescoço do boneco que enverga a minha armadura é brutal! parece uma perna a sair por ali acima  :o
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Azaghal em Janeiro 04, 2008, 05:07:42 pm
Será que sinto alguma ponta de inveja, afinal quem é o guardião, quem? :assob:

Olha que a famosa foto da bebida de uma certa pessoa não lhe fica atrás  :assob:

Tiraste-me as palavras da boca. :D

Foi muito divertido, e é sempre bom ver algo dos elfos ser "entregue" á mais antiga raça da TM :ph34r:... (uma discussão que já deu muito que falar....  ;) )
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Janeiro 05, 2008, 03:15:36 pm
o pescoço do boneco que enverga a minha armadura é brutal! parece uma perna a sair por ali acima  :o

olha-me este a falar mal dos meus desenhos  :glare: acho que os braços a descoberto vão dar jeitinho como ponto fraco ao senhor Mormegil  :brutallsabre:
também, não tenho culpa nenhuma dos genes que me vieram parar do "grande estilista" Elrond (de cognome 'o das rendinhas')  :ranting:


(também, verdade seja dita, eu sou a maior crítica que poderia haver em relação a isso... ;) e eles foram feitos há muito tempo.... quem quiser criticar que critique a minha obra prima, o desenho do Oromë  :closedeyes:)


Mestre Azaghal, aqui entre nós, esse "algo" dos elfos está muito bem entregue  ^_^ muitos parabéns! Os anões mereceram, com tão valente representante  :hug: (digamos que também não é um anão comum ;) )
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Rover em Janeiro 05, 2008, 08:29:21 pm
buuaáááá tambem quero uma daquelas giras assinaturas com os aneis e as folhas....

só não tenho é conto....

o que é preciso fazer alguem me diga?

 :D
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Maharet em Janeiro 05, 2008, 09:30:53 pm
buuaáááá tambem quero uma daquelas giras assinaturas com os aneis e as folhas....

só não tenho é conto....

o que é preciso fazer alguem me diga?

 :D

é preciso esperar pelo próxima aventura. e quando ela vier, é preciso participar ;)
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Simbelmynë em Janeiro 06, 2008, 07:46:21 pm
wow, li os últimos capítulos agora. estão óptimos! a criar raízes?  :lol:

se o Daedhel tivesse levado com a parede em cima em vez do Mormegil, agora tínhamos um Dr. House tolkieniano. ou não.
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Janeiro 06, 2008, 09:16:59 pm
 :crying: Não sei quando poderei fazer uma nova Caçada ao Tesouro  :crying:

Se calhar vou precisar de todo este ano para preparar a nossa Grande Aventura no Pólo Norte, quando formos ajudar o Pai Natal a salvar os brinquedos das crianças, pois os Gnomos (que são cada vez em maior número) andam a preparar alguma, com toda a certeza...  :mad: Já este ano o Pai Natal teve muitos problemas, mas eles não se atreveram ainda a atacar!! È provável que essa aventura arranque em finais de Novembro, quando recebermos uma Carta do Pai Natal a pedir a ajuda dos Grandes Heróis Tolkienianos  ^_^ para já tenho algumas ideias muito gerais, mas uma coisa desde já garanto: é bem provável que um dos desafios seja traduzir, ou talvez mesmo reconstituir, um precioso documento escrito em Sarati Modo Português  ;) também é bem provável que tenhamos de aprender o alfabeto rúnico, o goblin (para podermos interceptar as mensagens dos goblins) e em tengwar  :) ou seja, haverá muita escrita  ^_^

Também é provável que tenha de arranjar um grupo para trabalhar neste projecto  :) vão pensando no assunto, pois em finais de Janeiro abrirei um tópico para saber quem gostaria de participar na organização do Grande Tesouro de Natal  ^_^
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Janeiro 09, 2008, 07:26:57 pm
I'm in  ^_^ Já te tinha dito que queria ajudar, Gwen  :hug:  :hug:

E por mim a próxima caçada ao Tesouro pode ficar em suspenso até depois da aventura do Pólo Norte  ;)
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Anguirel em Janeiro 10, 2008, 08:00:36 am
Só agora é que consegui ler tudo, está fantastico :lol:
Ainda vou lançar uma moda de chinelo de enfiar no dedo   :vela:



 :bye1:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Janeiro 10, 2008, 02:48:52 pm
Sabe-se lá se não faria furor  :rolleyes:
Talvez a vovó Galadriel aprovasse, e deixasse de andar descalça por aí, faz-lhe mal à reputação  :lol:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Gwen em Janeiro 10, 2008, 08:47:39 pm
 :rolleyes: pois o Anguirel só não foi descalço devido à minha bondade extrema!!  :closedeyes:

 :lol:  :hug: :hug:

- Au!!! Au!!!  :evil:
- Narmodil, então...  :glare: nós somos bonzinhos!!!  :closedeyes:
- Au???  :unsure:
- Ai que não andas mais com o Daedhel!!!  :ranting:

 :lol:
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Arwen em Janeiro 11, 2008, 05:17:52 pm
 :lol:

- Au au!!  :glare:
- Eu sei, Narmodil, a Gwen nem sempre se porta bem...  :rolleyes: sabes o que se diz: olha para o que eu digo e não para o que faço!!  :assob:

Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Daedhel em Janeiro 12, 2008, 04:10:32 am
wow, li os últimos capítulos agora. estão óptimos! a criar raízes?  :lol:

se o Daedhel tivesse levado com a parede em cima em vez do Mormegil, agora tínhamos um Dr. House tolkieniano. ou não.

Não, porque apesar de pinta, não pratico má medicina. :P
Título: Re: O Tesouro dos Elfos :)
Enviado por: Théoden em Janeiro 29, 2008, 10:09:55 pm
Afinal a roupa com bolsos serviu para um propósito nobre! : D Aqueles bolinhos estavam uma delícia! : D

Gostei muito da história! : ) Parabéns a todos que contribuiram para seu andamento! Arwen, Daedhel, Maharet, Aegnor, e claro, especiamente à Gwen, que apesar de tudo levou este projeto em frente! ^_^ Verdadeira prova de espírito Tolkieniano! : )

Já coloquei o novo título na assinatura.  ^_^